Maranhense registra pós terremoto e revela que mais prédios podem cair na Cidade do México

“Tá tenso ainda.. as coisas por aqui… as pessoas estão ainda ajudando muito na retirada das pessoas debaixo dos prédios. A rotina ainda não voltou ao normal. Acho que pela segunda feira (25) que vai começar mesmo tudo à voltar. Está tendo muita ajuda das pessoas. A gente mesmo já ajudou com remédios, com comida, com roupa. Está neste clima ainda.. muitos edifícios ainda estão por cair, ou eles vão derrubar, por que estão afetados.” Este é o relato da Maranhense Beatriz Coelho que mora na Cidade do México e vivencia o pós terremoto.

Modelo maranhense, Beatriz Coelho, que mora na Cidade do México, ressalta clima tenso no local após terremoto.

Segundo Itamaraty há 2 brasileiros entre os feridos. E segundo os últimos levantamentos da agência Reuters, são 237 mortos e 1,9 mil feridos em cinco estados (Cidade do México, Morelos, Puebla, Guerrero e Oaxaca).

E na tarde de hoje (21) foi desmentida a história de que há mais crianças debaixo dos destroços do Colégio Rébsamen. O subsecretário da Marinha mexicana, Angel Enrique Sarmiento, disse que é mentira o caso da menina ‘Frida Sofi’ de supostos 12 anos que teria sobrevivido e estaria presa debaixo de escombros se comunicando com integrantes do resgate, história amplamente noticiada pela imprensa mexicana e mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *