Cenário começa a mudar no Sítio do Rangedor

Quem passa pela Avenida Eduardo Magalhães (que liga Jerônimo de Albuquerque e Holandeses – Centro do Convenções Pedro Neiva de Santana/Golden Shopping) já nota a diferença no Parque Estadual do Sítio do Rangedor que começou a ser construído  no início do mês de outubro (2), em São Luís.

Sítio do Rangedor tem parte da área verde retirada para ganhar estrutura do Parque Estadual

Parte da área já ganhou um “clarão” entre as árvores e o calçamento. Com o recurso de R$ 19 milhões da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais o espaço vai contar com três grandes praças e quatro intermediárias, além de dois estacionamentos, pista de caminhada, ciclovia, trilhas naturais, playgrounds, academias ao ar livre, campo de beach soccer oficial, quadras poliesportivas, espaços de convivência e uma lagoa.

Vão ser feitos três portões de acesso, sendo dois destes destinados para manutenção, e uma entrada principal que ficará aberta ao público, localizada na Avenida Eduardo Magalhães.

Projeto do novo Parque do Rangedor que vai ganhar praças, ciclovia e muitos outros

Com 126 hectares de área, o Parque Estadual do Sítio Rangedor é uma unidade de proteção integral de reposição de aquíferos. Sua existência, no meio da cidade, garante o abastecimento de importantes lençóis freáticos, localizados no subsolo.

O espaço foi uma Estação Ecológica, mas devido à quantidade de áreas que sofriam ataques com queimadas criminosas, despejo de lixo e prática ilegal de caça, o Governo do Maranhão, por meio da Lei Estadual Nº10. 455/2016, aprovada na Assembleia Legislativa, estabeleceu uma nova categoria para o local: a de Parque Ambiental, que agora pode receber as intervenções nas áreas já degradadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *