Senadores maranhenses aprovam intervenção no Rio e Roberto Rocha falta sessão

Os senadores aprovaram o decreto, que já está em vigor desde a semana passada, que trata sobre a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro. Foram 55 votos favoráveis, 13 contra e 1 abstenção.

Os partidos aliados do governo Michel Temer deram 79% dos votos a favor do decreto, mas tiveram ausências importantes. 8 Senadores faltaram à votação, entre eles o parlamentar maranhense Roberto Rocha (PSDB). Os outros senadores da bancada maranhense, João Alberto (PMDB) e Pastor Bel (PRTB), votaram favoráveis à intervenção.

O decreto vai ser publicado no “Diário Oficial da União”. A intervenção federal foi assinada pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (16). A medida passou a vigorar imediatamente, mas, para continuar valendo, precisava do aval da Câmara e do Senado.

O decreto estabelece que a intervenção durará até 31 de dezembro deste ano.

Enquanto vigorar a medida, o general de Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, será o interventor no estado e terá o comando da Secretaria de Segurança Pública, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário fluminense.

Atualização: O senador Robeto Rocha ausentou-se da votação de intervenção para tratar de assuntos de interesse particular. Rocha teve que ir às pressas para São Paulo ontem (20) à tarde, pois filho Paulo Roberto foi diagnosticado com uma grave enfermidade e está internado para novos exames. O parlamentar só deve retornar à Brasília na próxima semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *