Governo federal quer unir documentos no CPF

O CPF deve conter vários documentos e se transformar no número geral do cidadão. Serão unificados em apenas um número a carteira de trabalho, PIS/Pasep, certificado de reservista e título de eleitor.

O texto do Ministério da Economia foi encaminhado para a Casa Civil e o decreto deve ser assinado presidente Jair Bolsonaro (PSL) nas próximas semanas.A pasta salienta que não se trata da criação de um novo documento, mas sim de uma unificação dos já existentes. 

O objetivo é reduzir as exigências para a verificação das informações declaradas pelos usuários ao estabelecer que o procedimento de identificação dos cidadãos. “A publicação do decreto será mais um passo na direção da consolidação de um cadastro que reúna os dados do cidadão”.

“O objetivo é que os cidadão usuários de serviços públicos, que antes precisavam apresentar diversos documentos e informar diferentes números de cadastro, apenas precisam informar o CPF para que sejam localizados nos sistemas da administração pública federal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *