“Não haverá dispensa em massa de cobradores”, afirma Sindicato dos Rodoviários

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão divulgou nota, nesta quarta-feira (29), desmentido uma suposta demissão em massa de cobradores das linhas alimentadoras. Segundo o sindicato, existe um acordo com os proprietários de empresas de ônibus que garante a continuidade do contrato dos cobradores, mas em outra função.

Os funcionários que não circulam mais nos ônibus como cobradores irão passar por “curso de reciclagem”, afirmou o sindicato, para que todos assumam outras funções dentro das empresas,

Ainda de acordo com a nota, a ampla divulgação feita por políticos classificados pelo sindicato como “mal intencionados”, teria a intenção de causar pânico entre a categoria e a população.

O sindicato encerra a nota reforçando que defende os Rodoviários e caso o SET desrespeite o acordo, representará os empresários na justiça.

Veja abaixo a Nota na Íntegra

Diante da repercussão na imprensa e nas redes sociais nos últimos dias, sobre a redução dos cobradores em linhas conhecidas como alimentadoras, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão esclarece que:

Em primeiro lugar, não haverá dispensa em massa de cobradores, como alguns veículos de comunicação e políticos mal intencionados, querendo tirar proveito da situação, estão amplamente divulgando, numa tentativa de causar terrorismo entre os Rodoviários e a própria população.

Em reunião com o Sindicato dos Rodoviários, os representantes do Sindicato das Empresas de Ônibus, SET, se comprometeram em manter todos os trabalhadores afetados pelas mudanças, contratados, oferecendo a eles, cursos de reciclagem, para que possam ser remanejados para outras funções.

Essas mudanças deverão atingir, somente, as linhas alimentadoras, que saem dos bairros em direção aos terminais de integração mais próximos. Essas linhas representam menos de 20% de toda a frota que circula pela Grande São Luís. Nos demais itinerários, a presença dos cobradores está mantida.

Por fim, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão ressalta que está acompanhando de perto toda essa situação. A entidade conta, principalmente, com a colaboração dos cobradores, que caso as empresas não cumpram o compromisso feito por elas, que denunciem ao sindicato, para que possamos adotar as medidas cabíveis. O Sindicato dos Rodoviários, entidade que representa e defende os interesses da categoria, irá representar os empresários na justiça, caso algum cobrador seja demitido em São Luís, por conta de ter deixado de realizar a função.

Ascom Sind. Rodoviários – MA

1 pensou em ““Não haverá dispensa em massa de cobradores”, afirma Sindicato dos Rodoviários

  1. Só conversa, a taguatur tem colocado deficientes físicos para rua de forma injusta e sindicato não se manifestou sobre isso, como no caso do senhor Samuel de Jesus campos Moreira, morador do bairro Coroadinho, deficiente físico, demitido por justa causa por apresentar muito atestado médico, atestado médico, kkkkk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *