Márcio Jerry sobre fuga de Dallagnol da Câmara: “ausência é confissão dos malfeitos”

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), criticou o procurador Deltal Dallagnol, que na tarde desta segunda-feira (8) recusou convite da Câmara dos Deputados para esclarecer as conversas promíscuas que manteve com o Ministro Sérgio Moro, quando este era juiz da Lava Jato.

“Dallagnol sabe o que fez e por isso teme. De forma cínica ele diz que ‘acredita ser importante concentrar na esfera técnica minhas manifestações sobre mensagens de origem criminosa’. Logo ele, tão midiático em suas manifestações na Lava Jato. A ausência é confissão dos malfeitos praticados”, afirmou o deputado do Maranhão.

Figura importante da Força Tarefa de Curitiba, que ficou conhecido especialmente após o episódio do Power Point, Deltan enviou um ofício à Câmara e ao Senado dizendo que não irá ao Congresso para falar sobre as mensagens reveladas pelo The Intercept Brasil, que colocam em xeque a Operação Lava Jato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *