Investigação do Ministério Público sobre aplicações irregularidades de emenda parlamentar é destaque na Câmara de São Luís

A sessão da Câmara Municipal de São Luís desta quarta-feira (6) foi com a participação de poucos vereadores, mas com quórum suficiente para serem realizados pequeno e grande expedientes.

O destaque de hoje foi a investigação em curso do Ministério Público do Maranhão sobre a aplicação irregular de emendas parlamentares com envolvimento dos institutos Renascer e Periferia.

Os vereadores César Bombeiro, Raimundo Penha e Honorato Fernandes usaram a tribuna para se defender das acusações, em que os nomes deles aparecem entre os 8 vereadores que teriam destinado emendas aos institutos investigados.

O vereador Raimundo Penha enviou nota ao blog com seus esclarecimentos devidos. Veja abaixo na íntegra:

Confirmo que fiz a indicação da emenda parlamentar com objetivo de apoiar vários arraiais dentre eles o da Cidade Operaria, no entanto desconheço que a entidade não possuia a documentação necessária, vez a verificação de documentos é feita pela Prefeitura no momento da celebração do convênio, bem como é analisada pela Controladoria Geral do Municipio no momento da homopogação.

A referida entidade já executava ações inclusive o projeto rua digna do Governo do Estado, motivo pelo qual imaginei que tivesse toda documentação necessária.

Ressalto que indiquei várias emendas para diversas entidades e órgãos, a exemplo da compra de 1 vituara para o 1 BPM, reforma da UEB Emir Justino no São Bernardo (já concluida) e UEB Mário Andreazza na Liberdade (aguardando inicio das obras) e reforma do Centro de Atenção Integral a Saúde do Idoso- CAISI.“

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *