Primeiros dias de campanha mostraram Flávio Dino em avanço visível”, analisa Márcio Jerry

O primeiro final de semana de campanha oficial animou os aliados de Flávio Dino. O governador visitou cerca de 10 cidades em quatro dias e mostrou apoio popular e muita torcida pela sua reeleição. O presidente do PCdoB e candidato a deputado federal, Márcio Jerry, afirmou que o avanço é visível.

Abraçado de forma calorosa pelos maranhenses, Flávio Dino fez caminhadas, carreatas e comícios lotados em Raposa, Imperatriz, Senador La Rocque, João Lisboa, Santa Luzia, Santa Inês, Igarapé do Meio, Monção e Bacabal. Em todos os municípios foi possível comprovar a popularidade do governador, atestada pelas pesquisas.

Pelas redes sociais, Márcio Jerry fez uma análise do início da campanha oficial do governador. “Primeiros dias de campanha mostraram Flávio Dino em avanço visível. Se o patamar de partida já era excelente, a campanha em poucos dias já mostrou que pode melhorar ainda mais. Vamos juntos, venceremos”, afirmou Jerry.

Enquanto os atos de Flávio Dino foram um verdadeiro sucesso, a sua principal adversária, Roseana, amargou uma série de eventos fracassados e alguns não foram sequer divulgados pela sua equipe. Com pouco público em caminhadas e comícios, a filha de José Sarney vai desidratando sua candidatura logo no início da campanha.

Integrantes da bancada de oposição na AL-MA miram a Câmara Federal

Boa parte dos deputados estaduais que hoje são oposição ao governo do Estado não pretende concorrer à reeleição no Palácio Manuel Beckman. Vários integrantes dos blocos que podemos definir como de oposição na Assembleia Legislativa repensaram suas estratégias após quatro anos eleitos.

Concorrem à eleição na Câmara os deputados estaduais Eduardo Braide (PMN), Edilázio Jr. (PSD), Josimar de Maranhãozinho (PR).

Nina Melo (MDB) não concorrerá à reeleição. Porém, seu pai e ex-presidente da AL-MA, Arnaldo Melo, tentará voltar à Casa. Max Barros (MDB), por sua vez, afirmou reiteradas vezes que este ano não concorrerá a cargos no Legislativo.

Da mesma forma, há deputados de situação que também planejam estar em Brasília, como nos casos de Bira do Pindaré (PSB) e Stênio Rezende (DEM).

Há, também, casos como o de Alexandre Almeida (PSDB), que será candidato a senador na chapa do também tucano Roberto Rocha; e Graça Paz, que será candidata a vice do próprio Rocha.

Dino venceria no 1° turno em Imperatriz, aponta pesquisa Interpreta

O Instituto Interpreta divulgou, neste sábado (18), sua mais recente pesquisa ao governo do Estado em Imperatriz. Nela, o governador Flávio Dino (PCdoB) mantém a liderança, e venceria no 1º turno.

Dino aparece em primeiro lugar com 54,08%, Roseana Sarney (MDB)  vem em segundo com 17,92%, Roberto Rocha (PSDB) tem 2,72%, Maura Jorge (PSL) aparece em quarto lugar com 1,6%, Odívio Neto (PSOL) tem 0,32% e em último esta Ramon Zapata (PSTU) 0,16%. Não sabem ou não responderam são 13,76%, Brancos e Nulos são 9,44%.

O resultado da pesquisa é relevante, e é até compreensível ver os candidatos fortalecendo as bases na região Tocantina. Nesta sexta-feira (17), Dino realizou caminhada na cidade de Imperatriz e levou centenas de pessoas às ruas.

Flávio Dino candidato à reeleição na cidade de Imperatriz

A cidade foi a segunda escolhida para dar seguimento à campanha eleitoral.

Roseana convidou um vice-governador de Imperatriz para ganhar musculatura na corrida eleitoral, o Ribinha Cunha. Maura e Roberto ainda não cumpriram agenda oficial na cidade, mas o tucano visitou, no 1ºdia de corrida eleitoral, Sebastião Madeira, o ex-prefeito de Imperatriz, além disso, os dois candidatos passaram perto do município quando escolheram Balsas para iniciar a caminhada de campanha.

Em março, também foi realizada pesquisa pré-eleitoral na cidade de Imperatriz, é o resultado foi: Dino com 73,11% dos votos válidos, contra 18,06% de Roseana Sarney que aparecia na segunda colocação. Em terceiro aparecia Roberto Rocha com 6,72%, seguido por Maura Jorge, com 1,48%, e os então pré-candidatos Ricardo Murad (PRP), com 0,63% e Eduardo Braide (PMN) não havia pontuado.

O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob número 07496/2018 e foi realizado apenas no município que possui o segundo maior colégio eleitoral do Maranhão. Foram entrevistadas 625 pessoas no último dia 10, levando em consideração os seis candidatos já escolhidos após as convenções eleitorais.

Alem desta, há mais duas pesquisas registradas no TSE, que devem ser divulgadas nos próximos dias. No dia 20, a Estimativa Editora e Comunicação divulga levantamento realizado em Timon, e no dia 23 o Ibope divulga resultados de pesquisa contratada pela TV Mirante.

Weverton lança campanha em Imperatriz ao lado de Flávio Dino

“Aqui, em Imperatriz, na minha cidade natal, entrego a minha campanha na mão de cada homem e de cada mulher, para que façamos uma campanha limpa, animada, alegre e, acima de tudo, vitoriosa”, declarou Weverton ao lançar, nesta sexta-feira (17), sua campanha na cidade da Região Tocantina.

Bastante concorrida, a passeata contou com a presença do governador Flávio Dino e de deputados da região. Os conterrâneos do candidato a uma das vagas de senador pelo Maranhão fizeram questão de demonstrar apoio a Weverton. “Ele é jovem, tem coragem, tem defendido o trabalhador e vai fazer muito mais pelo nosso estado”, garantiu Davi Lima, que acompanhou o evento ao lado da família.

À noite e já de volta a São Luís, Weverton participou de um encontro de amigos promovido pelo vereador Osmar Filho, no São Francisco. O evento reuniu o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, o deputado estadual Edivaldo Holanda, o deputado federal Pedro Fernandes e os vereadores Raimundo Penha e Pedro Lucas Fernandes, que vai tentar uma cadeira na Câmara Federal.

Osmar Filho destacou a importância de se eleger Weverton para o Senado Federal. “Precisamos quebrar esse paradigma de que senador tem que ser idoso, perto de se aposentar. O Senado é lugar de gente nova, de gente que quer trabalhar e tenho certeza que Weverton vai defender os interesses de nossa cidade e do nosso estado”, pontuou Osmar.

O deputado Edivaldo Holanda também falou sobre a importância de garantir a eleição do pedetista. “Weverton precisa chegar a Brasília para que a mudança que chegou ao Maranhão também possa chegar ao Senado”, assegurou o parlamentar que concorre à reeleição. Em sua fala, o candidato ao senado relembrou algumas de suas lutas como deputado federal e reafirmou seu compromisso com São Luís e com o povo do Maranhão. “Tenho a tranquilidade de dizer que estive do lado certo da história. Estamos fazendo o bom combate na capital federal e no Senado vamos continuar construindo soluções para o Brasil”, encerrou Weverton.

Primeiro dia de campanha, o que fizeram os candidatos?

Começou …

A temporada de campanha eleitoral está aberta e os candidatos ao Governo do Maranhão correm contra o tempo para conseguirem mostrar ao eleitor suas propostas.

Roseana Sarney (MDB), Odivio Neto (PSOL), Ramon Zapata (PSTU) e Flávio Dino (PCdoB) deram início, nesta quinta-feira (16) às suas campanhas com ações nas ruas. Maura Jorge (PSL) e Roberto Rocha (PSDB) deixaram para esta sexta-feira.

Roseana esteve nas cidades de Parnarama, Timon e Matões. Com estrutura ainda improvisada, com discursos feitos em cima de cadeiras.

Roseana Sarney (MDB) em Matões

O candidato Odívio Neto do PSOL realizou panfletagem na Rua Grande, em São Luís. Acompanhado de militantes e simpatizantes, o candidato destacou a importância do incentivo à criação de emprego e renda.

Candidato ao Governo Odívio Neto (PSOL)

Ramon Zapata do PSTU deu início às ações com panfletagem no Terminal Integração, e destacou que a prioridade do seu plano de governo são os direitos do trabalhador.

Ramon Zapata (PSTU) Candidato ao Governo do Maranhão

O governador do Maranhão e candidato à reeleição, Flávio Dino (PCdoB) escolheu a cidade da Raposa para começar sua campanha eleitoral. Primeiro uma caminhada pelas ruas e avenidas, e depois foi dado espaço aos discursos dos candidatos da chapa majoritária de Dino.

Flávio Dino (PCdoB) candidato à reeleição

Comparando o início de cada candidato… as imagens são incontestáveis. Flávio Dino mostrou força em seu primeiro ato de campanha, levando centenas de pessoas ao Porto do Braga.

PSOL e PSTU começaram a corrida eleitoral de forma tímida.

E Roseana deu continuidade às Caravanas. O estilo do primeiro dia de campanha foi assim: ora com encontros esvaziados, ora com público favorável.

Mas está só no começo, vem mais por aí…

Educação do governo Flávio Dino é usada como exemplo em debate de governadores de São Paulo

A TV Band realizou, ontem, debate eleitoral com os candidatos a governador do Estado de São Paulo. Participaram Márcio França (PSB), Rodrigo Tavares (PRTB), Paulo Skaf (MDB), Marcelo Cândido (PDT), João Doria (PSDB), Luiz Marinho (PT) e Lisete Arelaro (PSOL).

O candidato do PT citou como uma de suas propostas dobrar o salário inicial dos professores da rede pública de ensino estadual de São Paulo. “Se o estado do Maranhão pode, por que a gente não pode?”, questionou Luiz Maranhão.

O Maranhão hoje é referência em todo o Brasil quando o assunto é educação. Além de pagar o maior salário do país para os professores, o Estado é exemplo de melhorias na infraestrutura escolar e implementação de escolas em tempo integral.

Mesmo com a grave crise econômica brasileira, o governo Flávio Dino priorizou os investimentos na educação e hoje a área é reconhecidamente referência de gestão para todos os estados do Brasil.

Não á toa foi citado em debate dos candidatos ao governo de São Paulo.

Com pouco dinheiro para campanha, número de candidatos cai 20% no MA

Encerrado o prazo para a confirmação dos pedidos de candidaturas para as eleições gerais de 7 de outubro, a Justiça Eleitoral divulgou as estatísticas daqueles que pretendem sair das urnas com vagas garantidas no Legislativo e Executivo. No Maranhão foram registrados 714 pedidos, número 20% menor do que há quatro anos, quando também houve eleições gerais.

O perfil da maioria dos candidatos que disputarão o pleito aqui no Estado: homem, casado, entre 40 e 44 anos, com curso superior completo e empresário.

São seis candidatos a governador, respectivamente seis a vice; 11 ao Senado, com 11 na 1ª suplência e mais 11 à 2ª suplência; 197 disputam as 18 vagas à Câmara Federal e 472 à Assembleia Legislativa – são 42 vagas.

O partido que mais registrou candidaturas foi o PSL, 83. Por sua vez, o com menos pedido de candidaturas foi o PCO, apenas uma, a deputado estadual.

Em pleno 2018, onde os movimentos feministas têm bastante repercussão na sociedade, ainda é pequena a representatividade do gênero. No Maranhão, apenas 215 (30%) pedidos de candidaturas são de mulheres e a ampla maioria 499 (69,9%) de homens. Em relação à faixa etária, o maior quantitativo (15,97%) tem entre 40 e 44 anos, e o menor (apenas um), tem 19 anos.

A maior parte, 47,62%, disse ter cor parda; 279 branca; 92 preta; e somente três indígenas.

Em relação ao grau de instrução, 339 (47,48%) possuem ensino superior completo e um (0,14%) declarou-se analfabeto, enquanto que três (0,42%) disseram apenas ler e escrever.

Já em relação à ocupação um fato curioso: 49 declaram ter como ocupação principal ser deputado. Ou seja, nem levaram em conta suas respectivas formações! Ainda neste quesito, 11,9% (85) dos pedidos de candidaturas são de empresários e 3,78% (27) são comerciantes.

A partir de agora começa o período em que o membros do TRE deferem ou não os pedidos de candidatura. Em termos comparativos, em 2014, das 895 candidaturas solicitadas, apenas 725 foram consideradas aptas a disputar o pleito.

As estatísticas completas podem ser consultadas no site tse.jus.br.

Justiça nega pedido de Roseana e de Roberto Rocha de censurar pesquisa DataIlha

Após números desfavoráveis divulgados pela pesquisa DataIlha, os candidatos Roseana Sarney (MDB) e Roberto Rocha (PSDB) ingressaram na Justiça para tentar tirar o levantamento de circulação. O pedido foi prontamente negado.

Alegando uma série de irregularidades infundadas para justificar o pífio desempenho na pesquisa DataIlha, Roseana Sarney, que aparece em segundo com 32,93% das intenções de voto – quase metade do governador Flávio Dino que tem 61,76% dos votos válidos –, e Roberto Rocha, que figura com apenas 3,19% no terceiro lugar, entraram na Justiça Eleitoral para censurar o levantamento.

Em ambas as decisões, o juiz Alexandre Lopes de Abreu afirmou que não foi “demonstrada a prática de conduta contrária à legislação eleitoral, o que, por si só, afasta a concessão da medida liminar pleiteada”.

Sem realizar pesquisas, Roseana Sarney e Roberto Rocha agora querem censurar os levantamentos que afirmam que Flávio Dino segue para uma vitória em primeiro turno.

A pesquisa divulgada ontem foi realizada com 2.037 maranhenses em 36 cidades entre os dias 4 e 6 de agosto desse ano, e foi registrada no TSE sob o número MA-03307/2018. A margem de erro é de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Começa campanha eleitoral, mas cadê Maura Jorge?

O nome da candidata ao Governo do Maranhão Maura Jorge (PSL) é o único que até agora não apareceu no site oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No DivulgaCandContas constam cinco (5) postulantes ao Governo: Flávio Dino (PCdoB), Odívio Neto (PSOL), Ramon Zapata (PSTU), Roberto Rocha (PSDB) e Roseana Sarney (MDB).

Em contato com assessoria de imprensa da candidata do presidenciável Jair Bolsonaro, a informação é que o pedido de registro foi feito pela internet, através do sistema online do TRE, portanto, demora um pouco mais do que o requerimento feito in loco.

Inclusive, Maura Jorge inicia a campanha nesta quinta-feira (16), em uma reunião interna com a equipe de Campanha, sexta-feira (17) cumpre agenda na cidade de Balsas e no sábado estará em Santa Inês.

 

Dino leva no primeiro turno, aponta pesquisa

O governador do Maranhão e candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB) venceria as eleições de outubro no primeiro turno, é o que mostra a pesquisa realizada pelo Instituto DataIlha divulgada nesta quarta-feira (15), no programa Na Hora D da TV Difusora.

Flávio Dino aparece com 61,76% dos votos válidos, em segundo está Roseana Sarney (MDB) com 32,93%, em terceiro aparece Roberto Rocha (PSDB), com 3,19%, Maura Jorge (PSL) tem 1,14%, Odívio Neto (PSOL) 0,61% e Ramon Zapata (PSTU) aparece em último com 0,37%.

Na votação nominal, que considera os indecisos, brancos e nulos, Dino também aparece na frente, com 51,1%. Nesse cenário, Roseana Sarney foi escolhida por 28,1% dos entrevistados, seguida por Roberto Rocha, com 3,0%; Maura Jorge, com 1,4%. Ramon Zapata e Odívio Neto aparecem com 0,5% cada um. Não souberam ou não responderam somaram 9,8%. Brancos e nulos 5,6%.

Essa é a terceira pesquisa DataIlha/Difusora divulgada esse ano. A anterior foi publicada em maio e já apontava vitória de Dino no primeiro turno com 60,03% dos votos válidos.

A pesquisa mediu ainda o nível de satisfação da gestão Flávio Dino entre os maranhenses. Segundo o DataIlha, o atual governo é aprovado por 60,92% dos maranhenses e 39,08% disseram não aprovar a administração Dino. Na votaç tem aprovação de 58,32% e não é aprovado por 37,41 dos entrevistados. Não responderam ou não souberam responder somaram 4,27%.

A pesquisa foi realizada com 2.037 maranhenses em 36 cidades entre os dias 4 e 6 de agosto desse ano, a pesquisa DataIlha/Difusora foi registrada no TSE sob o número MA-03307/2018. A margem de erro é de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.