Prefeitura e Iphan devem inaugurar Complexo Deodoro dia 18 de dezembro

As praças Deodoro e Pantheon e as alamedas Gomes de Castro e Silva Maia, que compõem o Complexo Deodoro, têm previsão de inauguração para o dia 18 de dezembro. O anúncio da data foi feito neste sábado (1º), pela presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa que, ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, vistoriou as obras do complexo e também da Rua Grande. Os serviços de ações urbanísticas integram as obras de revitalização do Centro, executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura de São Luís. Na Praça do Pantheon, uma das novidades é a volta dos bustos dos intelectuais maranhenses.

As obras serão um presente de Natal para a população da capital que recebe um vasto cronograma de atividades alusivas ao período natalino, marcando a entrega do Complexo Deodoro. Todo o trecho será decorado com elementos alusivos à data, assim como vem sendo feito em outros pontos da cidade. “Estamos satisfeitos em mais uma vez participar deste momento significativo para São Luís e poder realizar, em parceria com o Iphan, obras estruturantes em uma área de referência para a cidade. O período natalino será marcado pela entrega desta importante obra, presenteando a cidade e sua população”, destacou o prefeito Edivaldo que estava acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro, do superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary e membros da gestão municipal. O presidente da Caema, Carlos Rogério Santos Araújo também acompanhou a vistoria.

O prefeito informou que a Guarda Municipal e a Blitz Urbana já estão fazendo a fiscalização do local e a intenção é manter um ponto fixo para a fiscalização da área. “Agora mais importante do quer a fiscalização da Prefeitura é a conscientização que todo cidadão deve ter,o sentimento de pertencimento deste espaço que é da população”, disse Edivaldo acrescentando ainda que a obra deve impulsionar o turismo e o comércio da região.

A entrega do Complexo Deodoro será um momento de grande festa para São Luís, pontuou a presidente do Iphan, Kátia Bogéa. “Esperamos que a população receba essa grande obra de braços abertos e com o poder público, se comprometa a preservá-la, pois é o principal guardião deste patrimônio. É uma obra esperada há mais de 30 anos e que agora se consolida. Este é um espaço cheio de simbolismo por estar no coração da cidade, do centro comercial que tem uma vida circulante que movimenta a economia e favorece a cultura e o turismo. Está é uma cidade que é Patrimônio Mundial, o que qualifica ainda mais este complexo. Estamos em parceria com a Prefeitura realizando várias obras na capital e outras virão, transformando o Centro Histórico da cidade”, enfatizou.

A Praça do Pantheon já foi aberta ao passeio público com a retirada dos tapumes. Seguem os serviços finais de acabamento. O espaço recebe os retoques do projeto paisagístico, com colocação de grama do tipo esmeralda e plantação de arbustos nativos da região. A praça recebeu ainda novo mobiliário urbano, com bancos de pedras de lioz e lixeiras.

Na Deodoro, foram concluídos os serviços de acabamento nas salas do Centro Administrativo, onde já estão instalados os agentes de fiscalização municipal. O centro vai contar ainda um mirante que servirá como área de vivência e contemplação pública. O projeto contempla ainda banheiros públicos, implantação de sistema de sinalização, nova pavimentação de concreto lapidado e itens de acessibilidade.

O prefeito Edivaldo e comitiva também vistoriaram as obras na Rua Grande, maior centro comercial da cidade que está se transformando com a macro ação revitalizadora. Na área, os serviços seguem conforme o cronograma, estando pronta 60% da requalificação proposta para a principal via de comércio da capital. Os serviços compreendem 10 quadras indo do complexo Deodoro à Praça João Lisboa. Pelo cronograma de execução das obras, no primeiro semestre de 2019 estará concluído todo o trabalho.

O vice-prefeito Julio Pinheiro destacou que a área central da cidade sempre foi palco de eventos e grandes manifestações e a entrega deste complexo será um grande presente para a cidade. “É resultado de esforços conjuntos da Prefeitura e do Iphan, para que a cidade fique mais bela e a população tenha de volta este espaço público e cartão-postal do turismo maranhense”.

“O novo reordenamento urbano promovido no Complexo Deodoro está prestes a ser entregue à população e nada mais simbólico que a data natalina, onde todos se reúnem com aquele espírito de renovação e esperança. O complexo é um conjunto urbanístico de incontável importância econômica, arquitetônica, histórica e claro, cultural para São Luís”, pontuou o superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary.

BUSTOS

O retorno dos bustos seculares ao local, foi outra novidade do plano de obras do complexo. Os 18 bustos de renomados intelectuais maranhense retornaram à Praça do Pantheon. As peças foram devidamente higienizadas, restauradas e em boas condições para que sejam contemplados, agora em uma área com infraestrutura e iluminação adequadas. Os bustos são de bronze e resistentes a intempéries como sol, chuva e ventos.

“Devido o risco de vandalismo a estas peças, houve a necessidade de retirá-las da área pública e abrigadas em um museu da cidade, onde sempre estiveram disponíveis para visitação. Como prometido pelo prefeito Edivaldo, todos estão aqui de volta, em condições adequadas, para que as pessoas possam visualizá-los e admirá-los no seu lugar de origem. É um verdadeiro presente para nossa capital, fruto de um grande investimento realizado na gestão do prefeito Edivaldo para benefício da população”, destacou o presidente da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), Aquiles Andrade.

SEGURANÇA

Equipes da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh) com a Blitz Urbana com apoio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) com a Guarda Municipal já ocupam o centro administrativo promovendo fiscalização permanente, rondas e monitoramento de todo o complexo. São cerca de 39 guardas, durante todo o dia, 24 horas, para prevenção de ocorrências, guarda do patrimônio e segurança da área e população. A Polícia Militar também participa das ações de segurança.

Participaram ainda da vistoria, os secretários municipais da Semurh, Mádison Leonardo Andrade, da Semusc, Éryco Coqueiro; o presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur), Fábio Henrique Carvalho; e a presidente do Comitê de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela.

Pôr do sol com chorinho no Espigão aos domingos

O melhor lugar de São Luís para apreciar o pôr do sol, o Forte Santo Antônio, localizado no Espigão da Ponta d’Areia, terá chorinho, todos os domingos, neste mês de dezembro. A atração faz parte da agenda cultural do Projeto Ocupações Artísticas, realizada pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

A programação no Forte começa, neste domingo (2), a partir das 17h30, com o grupo Cantinho do Choro que animará o local com boa música e um rico repertório de clássicos do chorinho, um dos gêneros mais tradicionais da MPB.

Com cinco finais de semana, as férias de dezembro ficarão mais alegres com opções culturais gratuitas em vários pontos de São Luís. A programação das ocupações artísticas continuará a oferecer, de quarta a domingo, shows, dança, música instrumental e cultura popular.

Em dezembro o público poderá se divertir com várias atividades culturais todas as quartas-feiras, na Casa do Tambor de Crioula; às quintas-feiras, na Praça do Reggae; e aos domingos, na Madre Deus e no Forte Santo Antônio. O objetivo é ocupar os espaços públicos possibilitando o acesso democrático à cultura com opções gratuitas de lazer e valorização dos artistas locais.

Equipes da Prefeitura de São Luís desobstruem canais e retiram lama de vias

A forte chuva que caiu na noite desta quinta-feira (29), na região metropolitana, causou transtornos em diversos bairros de São Luís e Paço do Limiar, e os estragos dificultaram a vida do motorista na manhã desta sexta-feira (30).

Na avenida litorânea, a lama tomou conta das vias e prejudicou o trânsito. Uma parte da pista ficou interditada.

Equipes de limpeza urbana da Prefeitura de São Luís estiveram no local para solucionar o problema. Vários agentes de limpeza usaram pás e tratores para retirar a lama que cobria parte da avenida.

O trabalho se estendeu em outros pontos para a retirada de lixo e materiais de dentro de galerias de água. A sujeira obstrui os canais e provoca alagamento de ruas e avenidas. Muitas vezes o lixo é colocado pelos próprios moradores da região

Bom momento do Maranhão em cultura e turismo é destaque no Conecta Música

“Enquanto o resto do País deprime, aqui vocês estão em movimento ascendente”, disse Luciana Adão, coordenadora de Patrocínios Culturais Incentivados da Oi Futuro, sobre o bom momento para a cultura e o turismo que o Maranhão atravessa na atual gestão estadual.

A afirmação ocorreu durante a roda de conversa “Cultura não é crise, é a saída!” do Conecta Música, um espaço de debates sobre políticas públicas de cultura e economia criativa do Festival BR 135, que acontece até 1º de dezembro em São Luís.

O secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, representou o Governo do Estado no diálogo, composto também por empresariado, gestores culturais e artistas. A conversa aconteceu nesta quinta-feira (29), na Casa do Tambor de Crioula, Centro Histórico.

“Vamos viver um momento de resistência, e a cultura será um polo importante de saída a esse obscurantismo político e ideológico que nós temos em nosso País”, afirmou Márcio Jerry ao comentar a possível extinção do Ministério da Cultura pela próxima gestão federal.

Em contrapartida ao cenário nacional, o Maranhão colhe os frutos das políticas de cultura e turismo implementadas nos últimos quatro anos, a exemplo de São Luís ser a cidade mais procurada pelo turismo nacional para 2019.

Para Márcio Jerry, a cultura associada ao turismo tem ajudado a impulsionar o desenvolvimento do estado. “O Maranhão tem ativos muito fortes e tem havido investimentos do Governo nessa direção”, ressaltou.

A cultura é o futuro

“Um produto que exige a criatividade do pensamento humano, que não pode ser substituído pela máquina, esse produto de valor agregado é o produto do futuro”, afirmou Daniela Diniz, coordenadora do programa Conexão Cultura DF e subsecretária de Promoção e Difusão Cultural do Distrito Federal.

Segundo Daniela, entre 2003 a 2012, a economia criativa cresceu 8.6% ano quando todos os demais setores do mundo cresceram apenas 2.1%. Os dados são da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento.

O protagonismo do setor cultural é dos países em desenvolvimento, que exportam mais cultura do que os países desenvolvidos. Um movimento crescente iniciado nos anos 90, a partir das mudanças econômicas e sociais trazidas pela era digital.

Conecta Música

“O festival nunca existiu só como um evento, a proposta da gente sempre foi reunir e conversar sobre o cenário artístico musical e tentar inserir o Maranhão no mapa cultural do Brasil”, explicou Luciana Simões, cantora e idealizadora do Festival BR 135.

Segundo Luciana, o Conecta Música existe há cinco anos dentro da programação do BR 135 como um espaço para troca de conhecimentos e fortalecimento da cadeia produtiva da música.

Também participaram da roda de conversa do Conecta Música, o superintendente da Fecomércio, Max de Medeiros, e o poeta, compositor e produtor cultural Joãozinho Ribeiro, que mediou o debate.

Tiago Bardal é preso novamente

Na manhã de hoje, 28 de novembro de 2018, a Policia Civil do Estado do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR), em trabalho conjunto com o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público Estadual, cumpriu mandados de prisão preventiva contra o delegado de policia civil TIAGO MATTOS BARDAL, o investigador JOAO BATISTA DE SOUSA MARQUES e os advogados WERTHER FERRAZ JUNIOR e ARY CORTEZ PRADO JUNIOR, tendo sido realizadas, também, buscas em suas residências. As ações ocorreram, simultaneamente, em São Luis e Imperatriz.

Essas ordens judiciais foram expedidas pela 1a Vara Criminal de São Luis e decorrem de investigação conjunta iniciada no primeiro semestre deste ano, que aponta que os presos se associaram, de forma estável e permanente, em uma verdadeira organização criminosa, com o intento de extorquir grupos criminosos, vindo a receber parcela dos produtos dos assaltos a agências bancárias, e a proteger, mediante o pagamento de propina, criminosos que integravam o crime organizado.

A engenharia criminosa, a princípio, remonta aos anos de 2015 e 2016, quanto TIAGO BARDAL assumiu a chefia da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

Consta que o então superintendente e o investigador BATISTA, seu homem de confiança, passaram a cobrar propina de quadrilhas que atuavam no Maranhão, especialmente no roubo a banco, e que o faziam por intermédio dos advogados
WERTHER e ARY JUNIOR, estes últimos, ligados ao crime organizado. As informações obtidas dão conta de que os policiais recebiam cerca de R$100.000,00 (cem mil reais) por assalto realizado, como uma espécie de “pedágio”, e que ainda assim cobravam para evitar as prisões de líderes.

Os policiais presos seguem para a Delegacia da Cidade Operária e os advogados para o sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

As investigações avançam, com a intenção de averiguar a participação de outros policiais no esquema criminoso.

Polícia usa barreiras e aeronaves para cercar quadrilha

O policiamento especializado maranhense está de prontidão em pontos estratégicos de municípios próximos a Bacabal para interceptar e capturar os membros da quadrilha que assaltaram uma instituição bancária na cidade há dois dias. Militares do Comando de Operações de Sobrevivência em Área Rural (Cosar) realizam barreiras, revistas, utilizam aeronaves e monitoram vias e acessos ao longo de, pelo menos, sete municípios, na busca dos demais membros da quadrilha. O andamento das investigações foi informado durante coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (27), por representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), na sede da SSP-MA, na Vila Palmeira.

Resultado da ação policial, três envolvidos foram mortos em confronto com a polícia, diversas armas e munição de grosso calibre apreendidas e oito pessoas detidas – destes dois policiais militares, sendo um do Maranhão e outro do Piauí. A polícia recuperou um total de R$ 3,7 milhões que estavam com populares e um policial. Todos serão interrogados. O assalto ocorreu na madrugada de domingo para segunda-feira, praticado por grupo especializado em assalto a bancos, originado na Bahia e com integrantes de todos os estados do Nordeste. A quantia subtraída ainda não foi divulgada pela instituição bancária.

Na coletiva, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, ressaltou que não foi repassada à polícia qualquer informação da instituição financeira sobre recebimento de quantia em dinheiro bem maior que de costume, pois quando isso ocorre é montado esquema prévio de reforço da segurança. Portela lembrou que a SSP-MA mantém permanentemente no município um grupamento do Cosar – equipe formada por militares especializados nas operações em áreas de difícil acesso – e que utilizam armamento de alta tecnologia. A equipe é responsável por garantir a segurança e regularidade das ações em dias de pagamento. O secretário disse, ainda, que nenhuma agência de atendimento ao público foi atacada, mas, apenas a empresa ligada ao banco.

“Este policiamento é destacado para a cidade e pelo menos um dia antes dos pagamentos organiza as estratégias de ação para prevenir ocorrências. Não fomos informados pela instituição que chegaria montante maior que o habitual, de outra forma, a quadrilha não teria entrado na cidade e não teria cometido o assalto. O grupamento militar especializado estava no quartel, de prontidão, para suas atividades na data dos pagamentos. Se tivesse sido acionado, se anteciparia, por se tratar de maior volume financeiro”, enfatizou Portela.

A polícia maranhense já identificou todos os contatos da quadrilha no Maranhão e investiga a identidade dos demais integrantes da organização que participaram do assalto. “Os criminosos vieram com força para contrapor a polícia, mas não contavam com a técnica e exatidão das nossas equipes militares. A quadrilha permanece no estado e a ordem é cercar e não deixar ninguém sair. Vamos buscá-los onde estiverem”, garante o titular da SSP-MA, Jeferson Portela. Serão intimados a interrogatório representantes da transportadora de valores, da instituição financeira e as pessoas detidas, além de moradores que possam contribuir com a investigação.

Os militares do Cosar se distribuem em áreas mapeadas nas cidades de Itapecuru, Vargem Grande, Coroatá, Caxias, Santa Inês, Pedreiras, Bom Jardim e outros municípios fronteiriços a Bacabal. A polícia investiga como a quadrilha tinha informações sobre o transporte e guarda do dinheiro; se há participação de outros núcleos na ação; como abriram uma passagem do prédio do INSS da cidade para a instituição financeira sem serem notados; e como a quadrilha fortemente armada travessou nove estados sem ser interceptada.

Investigação

Na investigação em curso, dois policiais foram detidos. O militar piauiense André dos Anjos de Souza, que foi detido flagrado levando dinheiro deixado pelo bando, e que já foi encaminhado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic); e o soldado do Corpo de Bombeiros maranhense, Luís Gustavo Lima Mendes, que foi detido em flagrante após devolver R$ 5 mil.

A SSP-MA trabalha com apoio da Interpol, Centro de Controle da Aeronáutica, polícias dos Estados onde há atuação da quadrilha e, também, forças policiais do Uruguai. Portela afirmou que não é comum essa modalidade de assalto no Maranhão, conhecida como Novo Cangaço – comparado ao bando de Lampião quando as quadrilhas agem com grande violência e terrorismo. O secretário lembrou que as seis grandes quadrilhas que tentaram atacar instituições financeiras no Maranhão com essa modalidade de assalto foram impedidas. “Todos foram presos e os casos solucionados”, reafirma Portela.

“Se o ataque é letal, a resposta tem que ser letal. O Estado não pode ficar nas mãos dos bandidos. Os policiais que atenderam essa ocorrência foram guerreiros, técnicos e serão destacados por merecimento”, enfatizou Jeferson Portela.

Também participaram da coletiva o comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Jorge Luongo; o delegado geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz; o subcomandante da PM, coronel Pedro Ribeiro; e o adjunto da SSP-MA, Saulo de Tarso.

Quadrilha interestadual

Segundo a investigação, a quadrilha é da Bahia, possui 78 membros e é a maior em assalto a bancos do Nordeste. Tem interligação nos nove estados da região e ramificações no Uruguai, onde vive o líder do grupo identificado como José Francisco Lumes, o Zé de Lessa, considerado de altíssima periculosidade.

Foram mortos em confronto com a polícia Edielson Francisco Lumes, o Dô ou Titi, irmão de Zé de Lessa, que chefiava o grupo nas ações; Warley dos Reis Souza, o Bombado, que é paraense; e Gean Martins Rocha, de Araguaina, no Tocantins. Pelo menos 30 membros da quadrilha vieram para o Maranhão participar do assalto a Bacabal, segundo a polícia.

Quem tiver informações sobre o caso pode colaborar com a polícia entrando em contato pelo telefone: 0300-313-5800; ou Disque Denúncia: 9-9224-8660 (Whatsapp).

Ex-secretário de Planejamento do Maranhão faz parte da equipe de transição de Bolsonaro

Ex-secretário do Maranhão Fábio Gondim

O ex-secretário de Planejamento do Maranhão e ex-secretário de Saúde do Distrito Federal, Fábio Gondim, compõe a equipe de transição do governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Gondim é consultor de orçamento e integra a equipe econômica do futuro ministro Paulo Guedes. Segundo o ex-secretário do Maranhão, o convite partiu do próprio Bolsonaro, há 15 dias. “Recebi um telefonema de um assessor do presidente eleito para que eu fosse encontrá-lo no governo de transição. Chegando lá, ele me convidou a integrar a equipe econômica. Desde então, tenho conciliado a agenda no Senado Federal e no Centro Cultural Banco do Brasil [sede da transição federal]”, disse.

Fábio Gondim é consultor legislativo do Senado Federal, ocupando o cargo de chefe de gabinete do senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Através de suas redes sociais, Gondim agradeceu ao convite. “Estou muito orgulhoso de fazer parte dessa equipe. Tomara que sejamos capazes de dar ao Brasil o que é necessário e justo”, publicou.

Neste ano, ele chegou a lançar a pré-candidatura a deputado federal pelo DF, mas desistiu de concorrer.

Thiago Diaz vence eleição da OAB

O advogado Thiago Diaz venceu a disputa da presidência da OAB realizada nesta sexta-feira (23), no Maranhão.

A vitória do atual presidente da seccional Maranhão foi por cerca de 1.000 votos de diferença. Em São Luís e Imperatriz, teve 43% dos votos. Thiago Diaz vai presidir a OAB, nesta nova gestão, no biênio 2019-2021.

Vários advogados, amigos e familiares já comemoram a reeleição na porta da sede da Ordem, em São Luís, mesmo antes do fim da apuração.

Operação contra crimes previdenciários é deflagrada no Maranhão

De acordo com as informações da PF, foram cumpridos cinco mandados judiciais, um de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão. Dentre os mandados consta, ainda, a determinação para que o INSS suspenda/bloqueie o pagamento de 221 benefícios.

As investigações, iniciadas no ano de 2015, levaram à identificação de um esquema criminoso no qual eram falsificados documentos públicos para fins de concessão dos benefícios de amparo social ao idoso e de pensão por morte. Os titulares e, no caso das pensões, os instituidores, eram pessoas fictícias, criadas virtualmente.

O grupo criminoso atuava desde 2010, contando com a participação de um servidor do INSS, já investigado em outra Operação da Força-Tarefa Previdenciária (Operação Tânato), deflagrada em fevereiro de 2016, de um estelionatário especializado no cometimento de fraudes previdenciárias e de dois funcionários de uma Casa Lotérica, responsáveis pela abertura de contas para pagamento dos benefícios irregulares.

Prejuízos

O prejuízo, inicialmente identificado, gira em torno de R$ 13,6 milhões. O valor do prejuízo evitado com a consequente suspensão dos benefícios ativos, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, é de aproximadamente R$ 12,6 milhões.

A Operação contou com a participação de 20 Policiais Federais e de um servidor da Inteligência Previdenciária – COINP, sendo denominada “Linha de Montagem” em alusão ao esquema criminoso que estava em andamento, já que era estruturalmente ordenado e caracterizado por divisão de tarefas.

Os envolvidos foram indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário, inserção de dados falsos em sistema de informações e de associação criminosa, cujas penas máximas podem alcançar a 10 anos de prisão.

MPF consegue na Justiça a indisponibilidade de bens de sócio da empresa Dimensão Engenharia, advogados e servidores da Receita Federal

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão conseguiu, na Justiça Federal, a indisponibilidade dos bens de Antônio Barbosa Alencar, sócio da empresa Dimensão Engenharia, o advogado José Roosevelt Pereira Bastos Filho, o auditor-fiscal Alan Fialho Gandra e seu filho, o advogado Alan Fialho Gandra Filho, bem como a analista tributária da Receita Federal, Maria das Graças Coelho Almeida, para que se assegure o ressarcimento do dano ao patrimônio da União, no valor de R$ 11.050.059,70 no esquema criminoso que possibilitava a suspensão de débitos fiscais das empresas Dimensão Engenharia e Saga Engenharia e a emissão das Certidões Positivas de Débito com Efeito de Negativa (CPD-Ens).

De acordo com o MPF, as duas empresas citadas possuíam pendências fiscais milionárias com a Receita Federal, principalmente após a descoberta de esquema no qual essas empresas estavam envolvidas em Brasília, com a criação de créditos tributários fictícios por meio do PER/DCOMP. As pendências impediriam a emissão de CNDs ou de CPD-EN’s, que são necessárias para a liberação de recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Após alguns meses, o empresário Antônio Barbosa de Alencar, sócio da Dimensão Engenharia, com a colaboração de José Roosevelt Pereira Bastos, contataram o Auditor-Fiscal da Receita Federal Alan Fialho Gandra e seu filho, Alan Fialho Gandra Filho, que teriam elaborado o esquema que possibilitava a suspensão dos débitos fiscais das empresas.

Esse esquema contava com a participação da Analista Tributária Maria das Graças e do empregado terceirizado Lourenço Borges Ferreira, para inserir dados falsos no sistema da Delegacia da Receita Federal do Brasil com o intuito de beneficiar as empresas, suspendendo suas pendências fiscais mediante vantagem pecuniária.

A partir disso, a Justiça Federal decidiu pela indisponibilidade de bens de Antônio Barbosa Alencar, José Roosevelt Pereira Bastos Filho, Alan Fialho Gandra e Alan Fialho Gandra Filho, bem como de Maria das Graças Coelho Almeida, no valor de R$ 11.050.059,70.

O procurador da República, Juraci Guimarães, autor da ação, destaca a importância da decisão. “As medidas cautelares concedidas pela Justiça Federal são de extrema relevância para a garantia do ressarcimento dos recursos públicos ao final da ação”, declarou.