“Márcio Jerry tem experiência, competência e merece ser deputado federal”, afirma Flávio Dino em evento na cidade de Presidente Vargas

O candidato a deputado federal e ex-secretário estadual de Comunicão e Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB), esteve nos municípios de Açailândia, Presidente Vargas e Chapadinha.

Em Presidente Vargas, Jerry participou da agenda do governador Flávio Dino (PCdoB), em evento organizado com o apoio do prefeito Wellington e o seu grupo político. Na ocasião, Flávio Dino ressaltou mais uma vez a importância da eleição de Márcio Jerry como deputado federal.

“O Márcio é uma pessoa que merece ser deputado federal. Ele tem experiência, competência e vai ajudar muito a cidade de Presidente Vargas”, disse o governador.

Para Márcio Jerry, a sua trajetória de militância política é um dos fatores que o credencia a ocupar um espaço na Câmara Federal. “Considero que estou muito preparado para ser deputado federal, pela minha trajetória política sempre pautada na militância em favor dos movimentos sociais, na política feita com convicção e não por conveniências” afirmou Márcio Jerry.

Em Chapadinha, a atividade foi em parceria com a candidata a deputada estadual Thaiza Hortegal. O ato político foi organizado pelo vice-prefeito, Talvane Hortegal e contou com a presença de vereadores, do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, e da vice-prefeita de Presidente Sarney, Lurdinha Rodrigues.

Em sua fala, o vice-prefeito destacou o apoio dado por Márcio Jerry ao município de Chapadinha. “Chegamos à reta final e apoiamos um candidato a deputado federal que, ao lado do governador Flávio Dino, já fez muito pelo Maranhão, e fará ainda mais como deputado federal” disse o vice-prefeito.

Já o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, relembrou a inauguração do hospital macro-regional daquele município. “Pedimos a intervenção do Márcio Jerry e menos de 15 dias depois o hospital estava inaugurado e funcionando. Meu muito obrigado”, disse o prefeito.

Já em Açailândia, Márcio ajerry participou de um reunião e de uma caminhada. A atividade foi ao lado do do deputado estadual Marco Aurélio, candidato à reeleição; e dos vereadores Marquinhos e Márcio Aníbal, além de diversos apoiadores e lideranças.

Imprensa nacional destaca que Flávio Dino é líder com ampla vantagem no Maranhão

Reportagem do portal UOL publicada neste sábado (22) mostra que Flávio Dino é um dos seis governadores em todo o Brasil que lideram com ampla vantagem as pesquisas eleitorais.

“Os seis governadores que lideram com folga as pesquisas e podem ser reeleitos são: Renan Filho (MDB), em Alagoas; Rui Costa (PT), na Bahia; Camilo Santana (PT), no Ceará; Flávio Dino (PCdoB), no Maranhão; Wellington Dias (PT), no Piauí; e Mauro Carlesse (PHS), no Tocantins”, diz a reportagem.

Flávio Dino tem liderado a disputa eleitoral desde o início. Ele aparece com mais de 60% dos votos válidos em diversas pesquisas.

Comunidades quilombolas acampam na sede do Incra para cobrar regularização de documentos

Foto: Reprodução TV Mirante

Comunidades quilombolas acampam em frente a Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), na Avenida Santos Dumont, em São Luís, desde a segunda-feira (17). Em pauta, a demora na regularização de documentos que beneficiam as comunidades.

Segundo um funcionário que estava dentro do prédio quando a manifestação começou, o acesso de outros servidores ficou comprometido por conta do acampamento.

Um cartaz fixada em um dos portões na entrada do prédio confirma a reivindicação: “em luta pela titulação dos territórios quilombolas”.

Assim, o acesso ao Incra segue com os manifestantes, com faixas que representam os quilombos envolvidos no protesto. São comunidades de diversas regiões do Maranhão, como dos municípios de Codó e Itapecuru-Mirim.

Portanto, a agilidade em documentos para regularização da situação dessas comunidades é uma exigência que pauta a manifestação no Incra.

Com informações do G1

Candidatos ao governo vão ser sabatinados por empresários e profissionais do setor da construção civil

Começa nesta segunda-feira (17) uma série de entrevistas com os candidatos ao Governo do Maranhão, proposta por empresários e profissionais ligados ao setor da construção civil do estado.

A ideia é fincar compromissos com o setor, e ainda conhecer as propostas de cada um voltadas para a construção civil.

As sabatinas serão iniciadas hoje com Ramon Zapata (PSTU), às 17h, e Maura Jorge (PSL), às 19h. Na terça-feira será a vez de Odívio Neto (PSOL), às 17h, e Flávio Dino (PCdoB), às 19h. Roberto Rocha (PSDB) será entrevistado na sexta-feira, às 19h. A candidata Roseana Sarney (MDB), por meio de sua assessoria, não confirmou participação no evento.

As entrevistas serão realizadas pelo Clube de Engenharia do Maranhão, Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Maranhão – ADEMI, Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Maranhão, Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Maranhão e o Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia.

Para Cláudio Cláudio Calzavara, presidente da ADEMI, a série de entrevistas “tem como objetivo trazer transparência ao projeto de cada candidato diante da atividade da construção civil, de grande importância aqui no Maranhão, e que ajuda no desenvolvimento do estado e que emprega cerca de cem mil trabalhadores”.

A série de entrevistas será realizada no auditório do Edifício Marcus Barbosa Intelligent Office, que fica na Avenida dos Holandeses, no Calhau.

FPM tem 2ª pior queda do ano e pode comprometer finanças das prefeituras

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) feito pelo governo federal, no dia 10 de setembro, veio com uma baixa que surpreendeu negativamente prefeituras de todos país. A queda foi de 8,1%, em termos nominais.

O FPM ainda é a principal fonte de renda das prefeituras, e esta redução chega junto com um pacote de preocupações para os gestores municipais, principalmente por conta da folha de pagamento.

A prefeitura de São Luís vem acumulando baixas preocupantes. Em relação ao mês de agosto, a queda foi de 28,1%, e a expectativa é quanto aos outros dois repasses que serão feitos nos dias 19 e 30 de setembro, pois a projeção da Secretaria do Tesouro Nacional é que seja a maior redução do ano.

Já é comum as reduções no mês de setembro, mas em meio à crise econômica, as baixas complicam ainda mais as contas das prefeituras.

A administração municipal de São Luís vem se esforçando para manter os compromissos e para assegurar a folha de pagamento, além de garantir serviços essenciais. “A queda do Fundo de Participação Municipal nos traz mais preocupação, pois é um recurso importantíssimo para o executivo, que já trabalha driblando as dificuldades. Esperamos que essa queda possa ser revertida o mais breve possível”, disse o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT).

A equipe econômica da Prefeitura de São Luís se antecipou em reorganizar as finanças a fim de evitar surpresas, e a recomendação da Federação dos Municípios do Maranhão é que as prefeituras mantenham esta postura de atenção redobrada. “Os municípios estão em crise, refletindo o que vem acontecendo em cenário nacional. Neste momento pedimos prudência para os gestores para não comprometerem a folha de pagamento, em visto que o repasse este mês caiu em mais de 28%”, comentou o presidente em exercício da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Famem, prefeito de Arari, Djalma Melo.

Dias Toffoli será o mais novo presidente do STF

O ministro Dias Toffoli toma posse nesta quinta-feira (13) como novo presidente do Supremo Tribunal Federal. Aos 50 anos, será o mais jovem presidente do STF.

A solenidade está marcada para as 17h, na sede do STF.

Ao todo, foram convidadas mais de 3 mil pessoas. Confirmaram presença cerca de 1,5 mil, entre as quais o presidente Michel Temer; os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE); a procuradora-geral da República, Raquel Dodge; ministros de tribunais superiores, estaduais e de contas; e governadores.

Notas do Dia

OPERAÇÃO INDEPENDÊNCIA

A Polícia Rodoviária Federal, em parceria com o DETRAN/MA, realizou na manhã desta quinta-feira (06), a abertura da Operação Independência, o Grupo de Educação para o Trânsito da PRF promoveu uma ação educativa de fiscalização, no km 14 da BR 135, em São Luís.

DEFLAÇÃO HISTÓRICA

O IPCA teve deflação de 0,09% em agosto, os dados são do IBGE. A Taxa é a menor em 20 anos, levantado em consideração os dados históricos de agosto. Os setores que contribuíram para a diminuição foram alimentação e transporte.

MEDIDA PETROBRAS

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (06) uma medida para garantir intervalo de reajuste do preço do combustível, significa que o que antes acontecia praticamente todos os dias, agora o consumidor vai ter um alívio de 15 dias entre os aumentos anunciados pela Petrobras. A política de aumento de preços foi mantida.

Melhorias na educação, Governo alcança média histórica do IDEB

Foto: Jairon Martins

O Governo do Estado apresentou nesta segunda-feira (03) os resultados do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Maranhão. Os números apontam melhoras substanciais no índice que mede a qualidade da educação em todo país.

Levando em consideração os índices do Censo Escolar e o desempenho em Lingua Portuguesa e Matemática, obtido na Prova Brasil, do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica somente das Escolas públicas estaduais, o Maranhão conseguiu uma média de 3,4 no IDEB.

Felipe Camarão Secretário de Educação apresenta os resultados do IDEB. Foto: Handson Chagas

Essa nota é uma média histórica, desde quando o indicador foi criado em 2005. É primeira vez que o estado fica acima da média do nordeste, em que este ano foi de 3,2.

A Média de 3,4 coloca Maranhão em terceiro lugar no Ranking dos Estados do Nordeste, ficando atrás apenas de Pernambuco com nota 4,0 e do Ceará com 3,8.

Foto: Handson Chagas

A nível nacional o Maranhão conseguiu superar 8 posições, passando da 21°em 2013, para 13° em 2017, ficando a frente, inclusive de estados que tradicionalmente, sempre apresentaram índices educacionais melhores, como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Brasília

Apesar dos avanços, os gestores estaduais reconhecem que muito ainda precisa ser feito para melhorar esses indicadores a nível municipal e ressaltam a necessidade de um Pacto Estadual pela Aprendizagem, que deve envolver todos os 217 municípios maranhenses.

Malfeitos que condenaram Ricardo Murad ocorreram no governo Roseana

Os malfeitos que fizeram Ricardo Murad se tornar inelegível após decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) ocorreram no ano de 2012, quando ele era secretário de saúde do governo Roseana. A ex-governadora ainda não se pronunciou sobre a condenação do ex-braço direito da sua gestão.

Ricardo Murad utilizou a estrutura da Secretaria de Saúde do Estado para ajudar a eleger a sua esposa, Teresa Murad, prefeita de Coroatá. Foram destinados convênios eleitoreiros para o município durante a campanha de 2012, em claro abuso de poder político e econômico na ocasião.

Após ser condenado em primeira instância, o TRE manteve a decisão que tornou Ricardo inelegível para as eleições de 2018. Ele não poderá concorrer ao cargo de deputado federal em outubro.

Em vez de ajudar o amigo, Roseana preferiu ficar longe da confusão em que Ricardo Murad se meteu. Ela teria sido, inclusive, aconselhada a nem tocar no nome do ex-secretário e muito menos demonstrar apoio para não se queimar ainda mais neste início de campanha.

O problema para a oligarquia Sarney é que todo o Maranhão sabe da ligação entre Ricardo e Roseana. Desconfia-se, também, que ela teria sido conivente com os malfeitos de Murad à frente da Secretaria de Saúde, onde ele tinha carta branca para atuar.

Mesmo sem querer, Roseana não conseguiu afastar de si o desgaste da condenação de Ricardo Murad no TRE.