Natalino Salgado vence eleição de reitor da UFMA

O professor Natalino Salgado venceu a eleição disputa pela reitoria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Esta foi a terceira vez que o médico venceu uma eleição pela reitoria, ele obteve quase 60% dos votos gerais, vencendo entre todos os segmentos: professores, técnicos e alunos.
Natalino Salgado já foi reitor da Universidade Federal do Maranhão entre os anos de 2007 e 2015, transformando a instituição em uma das maiores do país, sediando grandes eventos como a SBPC e outros.
O reitor eleito da UFMA voltará ao cargo em um contexto completamente diferente, uma vez que a instituição vive uma crise por conta da atual gestão que instalou o caos na instituição.
A posse de Natalino enquanto reitor deve ocorrer em novembro desse ano.

Márcio Jerry protocola convocação de Moro na Câmara

O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA) protocolou, nesta terça-feira (25), pedido de convocação para que o ministro Sérgio Moro preste esclarecimentos sobre a gravidade dos fatos revelados pelo portal de notícias ‘The Intercept Brasil’, em uma Audiência Pública Conjunta da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

Moro deveria comparecer nesta quarta-feira (26) na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), após um acordo ter sido selado entre presidentes de Comissões da Casa – Constituição e Justiça e de Cidadania, Direitos Humanos e Minorias, Fiscalização Financeira e Controle e Trabalho e de Administração e Serviço Público – e o líder do Governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO).

A agenda do ministro, no entanto, foi modificada com a inclusão de uma viagem aos Estados Unidos, logo após a revelação de novas evidências das tramas entre o ex-juiz e procuradores no último domingo (23). A quebra do pacto e a justificativa da viagem causaram mal estar na Câmara. No requerimento apresentado à Casa, Jerry questiona o real motivo de uma viagem ‘de última hora’, “para visitar órgãos de inteligência dos Estados Unidos da América, anteriormente envolvidos na espionagem de autoridades”.

Para o vice-líder do partido, “é urgente que se tome a atitude de convocar o Ministro da Justiça para que sejam dadas as explicações necessárias à sociedade brasileira”. Os requerimentos apresentados há duas semanas foram alterados do status de “convocação” para “convite” como parte do acordo, a fim de garantir a presença do ministro da Justiça.

Além de Moro, o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, envolvido nas denúncias do Intercept, também foi ao Michigan para palestrar em um evento promovido pelo Acton Institute.

Nesta terça, o editor do Intercept, Glenn Greenwald, falará, às 15 horas, na Comissão de Direitos Humanos, sobre a atuação de juízes e procuradores brasileiros.

Abertas novas turmas para formação na terapia Constelações Sistêmicas

O autoconhecimento considerando o indivíduo e seu ciclo de relações sociais é o foco da formação em Constelações Sistêmicas, que está com inscrições abertas para o II Módulo. A formação é oferecida pelo Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas (IESTI) referência na aplicação terapêutica das técnicas. A terapia vem sendo utilizada na atualidade para solução de conflitos pessoais e em áreas diversas do convívio social – família, escola, trabalho. Interessados podem se inscrever até dia 4 de julho.

Neste módulo serão abordados os temas de referência Ordens do Amor e os pilares do pensamento sistêmico que agregam as ordens do Pertencimento, Precedência e do Equilíbrio entre o dar e o receber. O módulo terá ainda revisão acerca da metodologia e bases filosóficas tratadas no primeiro módulo. As inscrições podem ser feitas por email: [email protected] e [email protected]; e pelos telefone (98) 98531.846 / 98706.1846.

A formação é voltada a profissionais da saúde (médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, psicólogos), pedagogos, advogados, juízes, promotores, classe empresarial e público geral. “Se destina a todos que tenham interesse na terapia. A aplicação das Constelações podem ser adotada para resolver conflitos diversos, dos pessoais aos sociais”, diz o psicólogo, constelador e presidente do IESTI, Aziz Santos.

As técnicas da terapia podem ser aplicadas em grupo ou individualmente. Neste último caso, apenas o Constelador e a pessoa que vai constelar participam, sendo que ambas têm o mesmo efeito. A aplicação em grupo traz o diferencial de beneficiar não somente a pessoa que constela, mas, de modo geral, todos os participantes. “A aplicação da terapia é ampla e de eficientes resultados”, enfatiza Aziz Santos.

O instituto contabiliza quase 40 pessoas formadas na terapia Constelações Sistêmicas e dezenas com a formação em andamento. A formação completa tem duração de 10 meses e torna o participante apto a aplicar a modalidade terapeuticamente. “Os participantes têm colocado que este conhecimento mudou suas concepções de vida. É mais que uma técnica e mais importante que aprender a constelar, é ganhar uma abertura de consciência para algo maior”, avalia o constelador.

A terapia em Constelações Sistêmicas está disponível na rede pública, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), desde 2018, dado o reconhecimento de suas potencialidades como apoio ao tratamento de saúde convencionais. “É algo recente e ainda haverá diálogo entre associações de consteladores e o SUS para que a terapia seja melhor conhecida e seus procedimentos possam interiorizar-se”, ressalta Aziz Santos. O curso inclui estágios supervisionados, certificação e será realizado realizado dias 5 (à noite) e 6 (manhã e tarde) de julho, no Number One, Ponta d’Areia.

*O IESTI*

O Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas (IESTI), fundado em 2003, atua a partir de projetos na área das terapias integrativas, cultura, meio ambiente, desenvolvimento social local / educação, esporte e tecnologia. Promove formações, palestras, workshops, projetos culturais, educacionais e esportivos. Em sua equipe conta com advogados, psicólogos, terapeuta holísticos, produtores culturais, profissionais mestres e doutores nas áreas de sua atuação.

AGENDA

*II MÓDULO EM CONSTELAÇÕES SISTÊMICAS*
A formação é oferecida pelo Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas (IESTI) e vai ter foco no conhecimento das chamadas Ordens do Amor, Pertencimento, Precedência, Equilíbrio e os pilares do pensamento sistêmico. A terapia vem sendo utilizada na atualidade para solução de conflitos pessoais e em áreas diversas do convívio social – família, escola, trabalho. As inscrições podem ser feitas por email: [email protected] e [email protected]; e pelos telefone (98) 98531.846 / 98706.1846.

Quebra de acordo sobre ida de Moro à Câmara pode render convocações

Mesmo quebrando a promessa de comparecer em uma audiência conjunta da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados programada para a próxima quarta-feira (26), Sérgio Moro não deverá fugir dos parlamentares da Casa por muito tempo. Signatário de dois requerimentos de convocação para que Moro explique sua interferência nos processos da operação Lava Jato e as denúncias feitas pelo site ‘The Intercept Brasil’, o vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) prometeu não dar trégua ao ministro.

“Ministro Sérgio Moro terá que ir à Câmara dos Deputados prestar esclarecimentos. Convites já aprovados em Comissões podem ser transformados em convocação caso ele insista em não marcar a data de comparecimento”, afirmou Jerry em seu Twitter.

Moro era esperado na quarta após um acordo ter sido selado entre presidentes de quatro Comissões da Casa – Constituição e Justiça e de Cidadania, Direitos Humanos e Minorias, Fiscalização Financeira e Controle e Trabalho, de Administração e Serviço Público – e o líder do Governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO). Os requerimentos, todos de convocação, foram alterados para convite para assegurar a presença do número 1 da Justiça.

A agenda do ministro foi modificada no último sábado (22), com a justificativa de que representantes do Governo fariam uma visita aos “principais órgãos de segurança e inteligência” dos Estados Unidos. Já o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol viajou ao Michigan para palestrar em um evento promovido pelo Acton Institute. Amanhã (25), o editor do Intercept, Glenn Greenwald, falará, às 15 horas, sobre a atuação de juízes e procuradores brasileiros na Comissão de Direitos Humanos.

“Próximo governador pode estar entre nós”, disse Flávio Dino na presença de Brandão, Weverton, Edivaldo Júnior, Gastão e Eliziane

Flávio Dino (PCdoB) afirmou, nesta segunda-feira (24) durante lançamento do programa Nosso Centro, no Palácio dos Leões, o que muitos políticos já ventilam nos bastidores, a expectativa do próximo governador do Maranhão, com apoio de Dino.

Espero que o próximo governador ou governadora, pode estar aqui entre nós“, afirmou Dino, ao lado dos deputados federais Gastão Vieira e Márcio Jerry, dos senadores Weverton e Eliziane, além do vice-governador Carlos Brandão.

Weverton e Brandão são prováveis postulantes aos governo pelo grupo em 2022.

Márcio Jerry parabeniza dedicação do PCdoB e aliados para driblar a crise

O deputado federal Márcio Jerry destacou a parceria do PCdoB durante na inauguração do Centro Administrativo de Lagoa Grande do Maranhão, na noite da última sexta-feira (22). Ele esteve acompanhado do prefeito Chico Freitas e do deputado estadual Adelmo Soares, que integram a base de apoio do governador Flávio Dino.

“Ninguém faz milagre, o país está em crise, mas com dedicação e trabalho vamos conseguir contornar estes problemas e em breve o próprio Flávio Dino anunciou que estará em Lagoa Grande para inaugurar outras obras. E é dessa maneira que o PCdoB continuará seguindo no rumo da mudança. Por isto o prefeito Chico Freitas pode contar comigo, que sou seu amigo pessoal e aliado, com o deputado Adelmo e com o governador do Maranhão, além dos vereadores e secretários que estão no nosso grupo, para fazer mais e melhor por Lagoa Grande”, destacou Jerry, que recebeu 1.860 votos na cidade.

O dia marcou também a inauguração da Escola da Vila Imperial e a abertura oficial do terceiro ‘Arraial Da Gente’ na cidade. “Estou aqui em um momento duplamente importante, pelas entregas na cidade e por estar ao lado do amigo e grande prefeito Chico Freitas, que completou mais um ano de vida. Cuidar bem da Prefeitura é cuidar bem da cidade, e inaugurar o Centro Administrativo é mostrar para o povo que estamos com a casa organizada para fazer mais e melhor”, completou Jerry.

Editor do Intercept confirma visita à Câmara na próxima terça (25)

Glenn Greenwald irá à Câmara dos Deputados na próxima terça-feira (25). O jornalista responsável pela divulgação de mensagens que colocaram o ministro Sérgio Moro no centro de uma crise nacional confirmou presença na audiência na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), no qual comentará a atuação de juízes e procuradores brasileiros na Operação Lava Jato.

O encontro antecederá a visita de Moro à Câmara, agendada para o próximo dia 26, e acontece logo após o depoimento do ministro da Justiça, no Senado Federal, ter sido refutado com a revelação sobre a interferência direta do ministro na escolha e designação de procuradores escalados para a oitiva de Lula.

Diante de Greenwald, os responsáveis pelo convite – deputados Márcio Jerry (PCdoB-MA), Camilo Capiberibe (PSB-AP), Carlos Veras (PT-PE), Túlio Gadelha (PDT-PE) e Helder Salomão (PT-ES) – esperam dirimir dúvidas sobre a veracidade das denúncias e o conteúdo do material divulgado. O grupo parlamentar ainda espera entender até onde as conversas reveladas pelo Intercept são capazes de evidenciar a violação dos princípios do processo legal e a parcialidade do Judiciário brasileiro no andamento da operação responsável pela prisão do ex-presidente Lula.

Márcio Jerry, também autor de dois textos de convocação de Sérgio Moro à Casa, apontou que a visita do editor do site ‘The Intercept Brasil’ ainda representa uma chance para que sejam detalhadas as ameaças que Greenwald e o marido, deputado Davd Miranda (PSOL-RJ), vêm sofrendo desde que o caso ganhou repercussão. Na última terça (18), Jerry lembrou que a CDHM tem a missão institucional de apurar a origem das intimidações e que, embora a base governista tente desvirtuar as denúncias que vêm sendo feitas, não há qualquer evidência de ilegalidade. “Não há configuração de crime porque as revelações vêm sendo feitas no exercício da liberdade de imprensa”, defendeu.

Durante a apreciação do pedido de comparecimento de Greenwald à Casa, deputados do PSL chegaram a definir Glenn Greenwald como ‘persona non grata’ no país e questionar a validade do diploma americano do jornalista no Brasil.

Eliziane e Weverton votam contra política de morte de Bolsonaro. Rocha vota a favor

Os senadores maranhenses Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT) votaram com a maioria dos parlamentares e aprovaram nesta terça-feira (18), projeto para derrubar decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que visa flexibilizar a posse de armas no Brasil.

Apelidado de “decreto da morte”, a medida é ponto central do discurso de Bolsonaro e vem acumulando críticas desde que foi anunciada. Com 47 votos contra e apenas 28 a favor, o Senado impôs uma das maiores derrotas ao atual governo.

Para Eliziane Gama, o resultado representa uma vitória da “sensatez”. “O Congresso deu o seu recado ao presidente. A função do governo é conter a violência, apaziguar o país e não estimular o ódio. A Segurança pública é dever do estado”, disse a parlamentar no Twitter.

*A favor da bala*

Da bancada maranhense, apenas o senador Roberto Rocha (PSDB) votou a favor do polêmico projeto. Provável candidato ao governo do Maranhão em 2022, Rocha passou a seguir cegamente os passos de Bolsonaro. Em busca de votos, a intenção de Rocha é surfar na onda de popularidade do bolsonarismo.

Mas a decisão do tucano pode ter reflexos negativos no futuro. De acordo com pesquisa DataFolha divulgada em abril deste ano, 64% dos brasileiros avaliam que a posse de armas deve ser proibida. O decreto segue agora para apreciação no Plenário da Câmara dos Deputados.

Rede Maranhense de Empreendedorismo apresenta projetos para Secretaria de Educação

Os membros da Rede Maranhense de Empreendedorismo (Reme) foram recebidos na tarde de terça-feira (17), para uma reunião na secretaria de Estado de Educação. No encontro, os diretores apresentaram ações e projetos para a secretária adjunta de Educação, Rosyjane de Paula.

“Viemos propor parcerias que possam beneficiar nossos estudantes. A Reme nasceu com o objetivo de levar o debate para nossos jovens nas comunidades, nas periferias e é dentro das escolas que desejamos ter esse primeiro contato”, afirmou Brandão Neto, presidente da Reme.

Entre as ações propostas estão a realização de palestras que debatam empreendedorismo, economia criativa e o papel do jovem no mercado empreendedor dentro das escolas públicas. Além de cursos com uma duração maior, que proporcionem ao jovem a oportunidade de se profissionalizar em uma área de atuação.

Uma outra proposta defendida pela Reme é que unidades do Farol do Saber sejam usadas para a promoção do debate do empreendedorismo. O projeto apresentado é que jovens empreendedores, dirigentes de startups e empresas juniores possam usar esses espaços. O desejo da Reme, é que, em um espaço colaborativo, com recursos tecnológicos, jovens e estudantes da rede pública de ensino possam debater ações que ajudem o Maranhão a melhorar seus índices na educação, saúde e indicadores sociais.

A secretária Rosyjane de Paula ficou satisfeita em conhecer as propostas da Rede Maranhense de Empreendedorismo e afirmou que a secretaria vai analisar todas as propostas o mais rápido possível para que nossos estudantes sejam beneficiados e que as ações se somem aos trabalhos já executados pela Seduc. “É uma determinação do governador Flávio Dino e do secretário de Educação, Felipe Camarão, que, além dos investimentos na construção e reformas de escolas, a gente invista na qualidade do ensino público maranhense, os resultados já estão sendo colhidos, com ações inovadoras como essas a gente tem certeza que iremos colher mais frutos”, afirmou Rosyjane.

Márcio Jerry: “Moro traiu a magistratura e Dallagnol o Ministério Público”

Um dos responsáveis por protocolar requerimento que convidou Sérgio Moro e Glenn Greenwald para prestar esclarecimentos sobre o caso The Intercept, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) afirmou que espera que o Congresso Nacional faça sua parte, cobrando explicações e se necessário adotando as providências legais.

“A dupla Moro e Dallagnol devem muitas explicações às instituições às quais servem; ao parlamento brasileiro; ao nosso povo. Repito: Moro traiu a magistratura do país, bem como Dallagnol traiu o ministério público”, afirmou o deputado.

Jerry também fez uma referência ao processo relâmpago que colocou o candidato Lula atrás das grades e abriu caminho para a vitória de Jair Bolsonaro. “As revelações até aqui já são graves o suficiente para provocar o imediato afastamento do ministro Sérgio Moro. Ilegalidades flagrantes em meio a uma grande e inédita armação política que foi determinante para o desfecho da eleição presidencial de 2018”, afirmou.

O requerimento que convoca Greenwald foram apresentados Márcio Jerry (PCdoB/MA) e Camilo Capiberibe (PSB/AP), Carlos Veras (PT-PE), Túlio Gadelha (PDT-PE) e Helder Salomão (PT-ES). Nesta quarta-feira (19), às 9h, Moro deve comparecer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para falar sobre o assunto. No dia 26, o ministro terá a oportunidade de dar explicações à CCJC da Câmara.

Já o jornalista Gleen Greenwald deve ter sua visita à Câmara definida nos próximos dias, além de comparecer no Conselho de Comunicação Social do Senado no dia 1º de julho, data da próxima reunião do Conselho.