Direção do PT é contra aliança… maré de má sorte de Roseana Sarney

Mal foi divulgada a possibilidade do pré candidato à presidência Luís Inácio Lula da Silva (PT) de apoiar o PMDB do Maranhão nas eleições 2018 e já existe movimentação contra essa aliança.

A presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), divulgou ontem (06) em suas redes sociais que defende a decisão do partido que restringe a política de alianças às legendas e grupos de esquerda, ou seja, é contra alianças com siglas como PMDB.

A presidente do PT e um grupo do partido já saíram com uma indicação de que são contra toda e qualquer ligação de Lula aos que eles classificam como “golpistas do impeachment”. Nesta conjuntura fica bem difícil manter a pré candidata ao governo, Roseana Sarney (PMDB), debaixo das asas do homem do “saco do voto”.

“O PT tem sua aliança política com o povo brasileiro, suas lutas e conquistas. A aliança eleitoral para eleger Lula em 2018 tem de ser construída com setores progressistas da sociedade e com a centro-esquerda, baseada na reconstrução do Estado e na revogação dos retrocessos implementados por esse governo golpista”, diz Gleisi.

A senadora inclui no leque de alianças indesejadas as forças que apoiaram a reforma trabalhista, a emenda do teto, a revisão do sistema de exploração do pré-sal e as privatizações do governo Michel Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *