Maranhão reduz número de homicídios e ocupa o terceiro lugar do Nordeste com a menor taxa

O Maranhão começa a registrar uma diminuição do número de homicídios no estado. As ocorrências ainda são altas mas os números deixam o Estado em colocação confortável, com a terceira menor taxa do Nordeste, com 2.408 assassinatos em 2016, uma taxa de 34,6 assassinatos por 100 mil habitantes. O levantamento é do Ipea e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta terça-feira (06).

Os dados são do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

Os números são altos, atualmente, mas já foram bem piores. O Maranhão chegou a ocupar o 4º lugar do país entre os estados com maior crescimento das notificações de homicídios, registrando aumento assustador de 163,3%, no ano de 2014.

Se forem levados em consideração os anos de 2005 a 2014, os números foram sete vezes maiores que a média nacional, que era de 22,7%, e se considerados os homicídios por arma de fogo, o aumento chegava a 245% naquele ano.

O porquê desta redução? Investimento em segurança!

Hoje, o Maranhão possui o maior efetivo policial da história, com mais de 12 mil profissionais nas ruas, e concursos para nomeação de novos policiais estão em andamento. Além disso, com mais de mil veículos entregues, nos últimos três anos, a frota de viaturas foi quase duplicada e novas unidades policiais construídas, reformadas e instaladas por todo o território estadual.

Ainda falta muito… mas o caminho é este.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *