Com Roseana, Grande São Luís teve em um semestre 246 homicídios a mais do que com Flávio Dino

Um dos principais debates de toda campanha eleitoral é sempre a Segurança Pública, ainda mais em um Estado marcado por décadas sem o investimento necessário. No Maranhão não vai ser diferente neste ano. Se depender da comparação de números entre os governos de Roseana Sarney e Flávio Dino, a balança vai ser bem desequilibrada.

De acordo com dados oficiais, no primeiro semestre de 2014 – último ano da administração Roseana –, a Grande São Luís teve 432 homicídios.

Já no primeiro semestre de 2018 – último ano desta administração Flávio Dino –, a mesma região teve 186 homicídios.

A quantidade registrada no governo Roseana é mais que o dobro do verificado na gestão Dino, levando em conta o mesmo período.

Se a opção for fazer uma comparação anual, igualmente há uma diferença significativa. Em 2014 inteiro, foram 910 homicídios na Grande Ilha. Em 2017, o período mais recente disponível, foram 540 casos. Uma diferença de 370 assassinatos.

Caso seja feita uma comparação mensal, mantém-se a grande distância. Em junho de 2014, sob Roseana, foram 59 homicídios na Grande São Luís. Em junho de 2018, foram 37.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *