Os passos dos pré-candidatos ao governo do Maranhão

Há três meses das eleições de 2018 as pré-campanhas ganham musculatura. Os postulantes ao governo do estado já se movimentam em ritmo moderado. Sim, moderado … os passos ainda são contidos.

A única que iniciou os passos antes de todos foi a pré-candidata do MDB, Roseana Sarney, que corre para corrigir as falhas neste início de corrida eleitoral. Roseana já está em sua terceira caravana tentando mudar o rumo do clima inicial de visitas às cidades, em que amargou esvaziadas reuniões políticas.

Roseana Sarney (MDB) em Lago da Pedra

A pré-campanha de Maura Jorge (PSL) ganhou fôlego após vinda à São Luís do presidenciável Jair Bolsonaro. Esta semana Maura divulgou agenda de sua visita a duas cidades da Região Tocantina. Nesta quarta-feira estará em Estreito, e na quinta-feira visita Imperatriz. Nos municípios tem compromissos na Câmara de vereadores, na Associação Comercial e Industrial, e ainda participa de lançamento de pré-candidaturas à deputados.

Em meio às agendas de governo, o pré-candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB), participou de algumas edições dos ‘Diálogos pelo Maranhão’. Dino já apresentou os pré-candidatos ao Senado Weverton (PDT) e Eliziane (PPS), mas o martelo ainda não foi batido pelo grupo de partidos que fez aliança compactuando com o projeto de reeleição. O PT ainda contesta participação na majoritária. Mas a questão já será resolvida no dia 28 de julho na convenção partidária, data confirmada em reunião realizada esta semana com representantes das legendas.

Flávio Dino em noite de reunião com representantes de partidos

O senador Roberto Rocha (PSDB) cumpre, timidamente, agenda em cidades do interior, mas não como pré-candidato ao governo e sim como senador com entrega de patrulhas e obras. E em praticamente todas as visitas, o acompanham os pré-candidatos ao Senado pela sigla Alexandre Almeida e Waldir Maranhão, mesmo não estando descartado o nome do deputado federal José Reinaldo Tavares. O ex-governador chegou a divulgar esta semana uma nota oficial confirmando que continua como postulante ao Senado.

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) ainda não definiu se vai ou não concorrer ao governo, mesmo com as constantes informações extra-oficiais de que ele é mesmo pré-candidato ao governo, como o convite de lançamento distribuído esta semana. A expectativa é que ele possa mesmo disputar vaga no parlamento federal, mas tudo ainda vai depender se Braide conseguir fechar parceria com partido forte para seguir projeto de disputa ao governo. O que se ventila é que se isso ocorrer, Braide pode “desfocar” seu projeto prioritário, que é a disputa à prefeitura de São Luís em 2020, dado como vitória certeira.

No mais … partidos pequenos já lançaram nomes de pré-candidatos como PSOL, PSTU, PRB, e outros 

Ao final do mês o cenário eleitoral vai estar delimitado, aí sim, a disputa vai se intensificar…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *