“Nada disso repara as injustas acusações”, diz Carlos Lula após arquivamento de inquérito

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, usou o Twitter para emitir um desabafo após o desembargador Federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, determinar nesta quarta-feira (15), o arquivamento de inquérito que investigava o secretário no âmbito da ‘Operação Pegadores’.

Apesar de ter sido alvo de ataques e denúncias infundadas contra ele por quase um ano, Carlos Lula agradeceu os amigos que não o abandonaram enquanto esteve na mira dos adversários políticos do governador Flávio Dino (PCdoB). “Justiça feita”, comemorou.

“Nada disso repara as infâmias e as injustas acusações que foram perpetradas por quase um ano. Mas sempre estive tranquilo, com a certeza da correção de meus atos”, declarou o secretário.

Arquivamento

O Ministério Público Federal pediu que as investigações em desfavor de Carlos Lula fossem arquivadas, por inexistir “subsídios fáticos ou probatórios que autorizem, por ora, a deflagração de uma investigação em relação a Carlos Eduardo de Oliveira Lula”.

Para o Ministério Público, nos diálogos interceptados, o secretário apenas “manifestou surpresa e divergência” com as irregularidades na Secretaria da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *