Quilombolas continuam acampados na sede do Incra de São Luís

As comunidades quilombolas que vieram de varias cidades maranhenses continuam acampadas nesta quinta-feira (20) na sede da Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em São Luís.

Sao cerca de 90 quilombolas que estão no local desde a segunda-feira (17). A principal reivindicação é a regularização da titulação de terras e a agilidade no andamento de processos de questões fundiárias.

Acordos selados ainda em 2015 e tinham como previsão a conclusão de todo procedimento até 2018 para que 72 terras fossem tituladas no Maranhão. Contudo, apenas dez comunidades tiveram os processos concluídos.

Os quilombolas reclamam ainda que 400 processos estão em análise no estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.