Salário dos professores do Maranhão vira exemplo para o Brasil

O salário pago aos professores da rede pública do Maranhão voltou a ser destaque nacional, dessa vez durante debate entre os candidatos ao governo do Mato Grosso do Sul. O candidato Juiz Odilon (PDT) corrigiu um adversário ao lembrar que o Maranhão é o estado que paga o maior salário para professores com jornada de 40 horas.

“O Mato Grosso do Sul não paga o maior salário de professores, quem paga é o Maranhão. Lá pagam R$ 5.750. Esse é o salário do professor. E quem é que dirige o Maranhão? É o Flávio Dino”, destacou o pedetista.

Essa não é a primeira vez que o governo Flávio Dino (PCdoB) é citado como referência no quesito remuneração dos professores. Candidatos ao governo de São Paulo também usaram o piso salarial pago no Maranhão como bom exemplo de política educacional.

Dobro do piso nacional

Quem também já tinha usado o salário dos professores maranhenses como paradigma nacional foi o jornalista alagoano Ricardo Mota. Em coluna na TV, Mota destacou que o piso dos professores no Maranhão equivale a mais que o dobro nacional, que é de R$ 2,500.

“O estado que foi controlado durante mais de 40 anos pela família Sarney virou um sopro de esperança para quem desacredita na política e nos políticos”, disse o comentarista reforçando que a Educação é uma “clara prioridade” para o governo Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *