Sem juiz

Investigada pelo suposto desvio de recursos públicos em cartório de Caxias, a desembargadora Nelma Sarney está com a ‘sorte’ a seu favor. A ação do Ministério Público do Maranhão contra magistrada, permanece sem um juiz designado para apreciação.

A ação foi protocolada na 1ª Vara Cível de Caxias, em 14 de dezembro do ano passado. O procedimento está parado pela falta de um juiz. Se considerada procedente a ação do MPMA, a desembargadora pode ser apontada por improbidade administrativa.

No processo, o MPMA pede que sejam bloqueados bens, no valor de até 417 mil reais, pertencentes à desembargadora e aos demais envolvidos. Outras 13 pessoas, incluindo magistrados, figuram na ação com Nelma Sarney.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.