Cientistas renunciam homenagem concedida pelo governo de Jari Bolsonaro

Em uma carta aberta, divulgada neste sábado (6), 21 cientistas brasileiros renunciaram à Ordem Nacional do Mérito Científico, com a qual haviam sido condecorados nesta semana. O gesto veio após o presidente Jair Bolsonaro retirar da lista, cientistas contrários ao uso da cloroquina para Covid.

“Enquanto cientistas, não compactuamos com a forma pela qual o negacionismo em geral, as perseguições a colegas cientistas e os recentes cortes nos orçamentos federais para a ciência e tecnologia têm sido utilizados como ferramentas para fazer retroceder os importantes progressos alcançados pela comunidade cientifica brasileira nas últimas décadas”, diz a carta dos pesquisadores.

Os pesquisadores dizem, ainda, que consideram “gratificante” sua presença na lista. “Entretanto, a homenagem oferecida por um Governo Federal que não apenas ignora a ciência, mas ativamente boicota as recomendações da epidemiologia e da saúde coletiva, não é condizente com nossas trajetórias científicas”, salientam.

Entre os cientistas que assinam a carta está o epidemiologista Cesar Victora, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e um dos mais influentes do mundo, que já havia renunciado à homenagem na sexta (5). Ela disse que “aceitar esta homenagem deste governo seria compactuar com o negacionismo, com a maneira como a pandemia tem sido enfrentada e com os cortes no orçamento científico do Brasil”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.