Felipe Camarão lança pré-campanha e reforça a escolha de seu nome para 2022

O secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão (PT) é oficialmente, pré-candidato ao governo do Maranhão, para as eleições 2022. Em lançamento da pré-candidatura, na noite de quinta (5), no Renascença, o petista mostrou otimismo e pontuou estar trabalhando para direcionar a escolha pelo seu nome. Ele disse ter conversado com outros partidos que compõem a carta-compromisso firmado com o governador Flávio Dino, citando PCdoB e PSD. Segundo ele, a decisão da base do governador Flávio Dino sairá só ano que vem.

“Acreditamos que o governador irá fazer essa escolha apenas ano que vem. Acreditamos que cumprimos muitos dos requisitos estabelecidos na carta-compromisso. Não achamos que agora deve ser momento da escolha, ainda está muito cedo. Creio que, ano que vem, quando estará mais próximo da desincompatibilização, ele deverá escolher essa sucessor. Acredito plenamente na escolha do candidato do PT, que no caso, seremos nós”, enfatizou o pré-candidato.

O pré-candidato ao governo do Estado defende que o momento é de firmar o nome e assim, poder validar a escolha ano que vem. “Agora é o momento do debate, do diálogo e do trabalho. Continuaremos ajudando o governador Flávio Dino a fazer o trabalho que ele vem desenvolvendo no Maranhão. O governador tem inaugurado dezenas de obras, semanalmente, inclusive muitas escolas dignas. Vamos continuar ajudando o governador nesse sentido”, frisou Camarão.

E pontuou a necessidade de garantir a continuação do plano de governo que está em curso. “Temos que ter esperança, esperança de continuar fazendo do Maranhão um lugar melhor para se viver e morar. Eu acredito muito no projeto que o governador Flávio Dino desenvolve no Maranhão, acredito muito na eleição do presidente Lula para governar o nosso país e acredito muito na mudança e na reconstrução do país. Afinal de contas, o único legado que Bolsonaro está deixando para o país é a fome, a morte e a desesperança. O legado que temos que deixar no Maranhão e o da esperança e da vitória na luta contra a pobreza. Da vitória da esperança no Brasil”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.