Chapa Lula e Alckmin cada vez mais provável

Cogitados a se unirem em uma chapa nas eleições para presidência da República, em 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador Geraldo Alckmin, tiveram um encontro, pela primeira vez, durante evento em São Paulo, na noite do domingo (19). Lula falou em esquecer as rivalidades e Alckmin pregou a união.

Em discurso, o petista afirmou que a situação do Brasil exige a união de antigos adversários. Já o ex-tucano ponderou que o processo ainda está começando e a hora é de grandeza política e persistência.

Lula disse que uma eventual chapa entre os dois depende de negociações partidárias e afirmou que aprendeu a respeitar alguns adversários. Frisou o fato de Alckmin ter deixado o PSDB, partido onde militou por décadas, e ainda estar sem legenda definida. Mas, deixou claro que a decisão da chapa partirá de decisão das legendas de ambos.

A conversa no encontro público entre Lula e Alckmin, mostrou um sinal de aproximação entre dois antigos adversários. Mas, é visto também como mais um passo na direção da formação de uma chapa presidencial para o ano que vem. O que se sabe é do sentimento geral de que, para derrotar Bolsonaro, várias correntes que já foram opostas, deverão mesmo se unir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.