Prefeitura de Ribamar resgata ‘cinturão verde’ e reforça produção agrícola

O município de São José de Ribamar sempre teve na zona rural uma vocação natural para a produção agrícola, setor que, nas últimas gestões ficou esquecido.

“Nós estamos fomentando a nossa produção, trazendo nossos micros, pequenos e médios agricultores utilizando tudo que eles plantam, que eles criam para que gerem a economia dentro do próprio município. Estamos felizes com o resultado. Todos os nossos agricultores são os fornecedores da merenda das escolas e do ‘kit merenda’. Esperamos que para o ano que vem a implementação dessas ações sejas ainda maior”, enfatizou o prefeito, Dr. Julinho.

Ao assumir a prefeitura, o  médico colocou como prioridade incentivar esse nicho  da economia do município para gerar emprego e renda e combater a insegurança alimentar. Cada criança da família na escola municipal de Ribamar tem direito a  um ‘kit alimentação’, produzido pelos agricultores do município.

Umas das primeiras medidas do gestor de Ribamar foi estruturar a Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento. Depois colocar um secretário que tenha conhecimento, afinidade e sensibilidade com o setor – o ex-vereador Nonato Lima.

Lima fez um grande trabalho no primeiro ano da administração, dando apoio e criando mecanismo de estimular a produção e a  comercialização.

Ações

Mesmo com a pandemia, foi um ano de muito trabalho e desenvolvimento, tanto que a pasta encerra 2021 com balanços positivos. Foram entregues 12.139  Kits Merenda, com 66 escolas beneficiadas, alcançando 12.139 alunos; 231 agricultores, pescadores e marisqueiras fornecem os gêneros alimentícios.

Além do projeto Kit Merenda, que vem sendo um sucesso, copiado por outros municípios, a Semagri entregou 1 tonelada de sementes de milho e feijão, realizou 350 visitas técnicas até o mês de outubro, reestruturou sua sede, reestruturou o mercado do Jota Câmara, realizou importantes reuniões com sindicatos, agropólos e Conselho Municipal de segurança alimentar.

A pasta também promoveu cursos de avicultura de corte em parceria com o Senar, executou os programas governamentais do PAA e PNAE, e capacitou o departamento de assistência técnica e extensão rural e de serviço de inspeção municipal. “O programa é do Governo Federal, mas, a sensibilidade do prefeito transformou em ‘kit alimentação’”, frisou o secretário Nonato Lima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.