CPI do Transporte: Empresário, ex-secretário e sindicalista serão ouvidos na próxima sessão

A CPI do Transporte Público de São Luís voltará a se reunir na próxima terça-feira (11), na Câmara Municipal de Vereadores. Três pessoas serão ouvidas: Gilson Neto, proprietário da empresa Ratrans; Israel Petrus, secretário adjunto de Trânsito do município à época; e Isaías Castelo Branco, então presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Os parlamentares vão solicitar esclarecimentos referentes à licitação realizada em 2016 e sobre contratos de concessão aos empresários que operam o sistema de transporte público. Vão tratar ainda sobre questões trabalhistas e administrativas do sistema.

O foco da CPI é obter informações sobre como a SMTT fiscalizava o cumprimento das obrigações contratuais por parte das empresas; razão do desequilíbrio financeiro do sistema; os reais impactos da pandemia para as condições do transporte; os critérios considerados para definir o valor total da licitação; a operação do sistema de bilhetagem; manutenção dos terminais de integração; e possíveis soluções para a problemática do transporte público.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.