A Rede de Farmácias Drogarias Ultra Popular, inaugura na Cohama neste sábado dia 22

Representada pelo Grupo Martins Andrade inaugura Drogaria Ultra Popular a Farmácia mais barata do Brasil, neste sábado dia, (22), a partir das 9h, desta vez no bairro da Cohama com várias promoções como “Entrou, ganhou”, sendo que os 300 primeiros clientes receberão o voucher de 20 reais em compras. O grupo que a representa já obtém a Drogaria Ultra Popular no Maiobão, Anjo da Guarda e Cohab. Nesse mesmo dia será inaugurado o Centro Administrativo do Grupo Martins Andrade com uma MEGA estrutura.

A Ultra Popular nasceu em 2012 e deste então apresenta um grande crescimento em todo o território nacional. As Drogarias Ultra Popular estão presentes em mais de 280 cidades brasileiras, inclusive nas principais capitais do país. O objetivo das Drogarias Ultra Popular é trabalhar com um atendimento personalizado. As Drogarias Ultra Popular possuem uma marca com grande credibilidade e confiança do consumidor, que prioriza o melhor preço ao cliente. As Drogarias Ultra Popular têm em seu grupo líderes com larga experiência no mercado farmacêutico.

Serviço:
O que: Inauguração Drogaria Ultra Popular
Quando: Sábado dia, (22).
Horário: A partir das 9h
Onde: Avenida Daniel de La Touche, 17 – Cohama
Referência: Em frente ao restaurante Picuí tábua de carne ao lado da papelaria moderna.

Governador do Maranhão lança plano de investimentos de R$ 300 milhões

O governador Flávio Dino (PC do B-MA) vai apresentar nesta quinta (20) plano emergencial de investimentos de R$ 300 milhões no Maranhão.

Segundo ele, a iniciativa será executada entre agosto e dezembro e prevê ações em diversas áreas.

A proposta ganhou o nome de Celso Furtado, em homenagem ao economista nordestino, que faria 100 anos em 2020.

Folha

Prefeito do Maranhão é preso com arma e R$ 500 mil e espécie em operação da Gaeco

Prefeito de Cândido Mendes Mazinho Leite é preso na operação da Gaeco

O Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) realizou, na manhã desta quarta-feira, 19, em parceria com a Polícia Civil, a Operação Cabanos, que resultou na prisão do prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Leite Araújo, o “Mazinho Leite”. O prefeito foi preso em flagrante por posse de arma de fogo. Na residência do prefeito, também foram encontrados, aproximadamente, R$ 500 mil em espécie. O prefeito foi conduzido para o município de Godofredo Viana, onde será autuado por porte ilegal de arma.

A operação cumpria mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Cândido Mendes, na residência de Mazinho Leite e em endereços de outros investigados, localizados nos municípios de São Luís, Cândido Mendes e Bom Jardim. Os mandados foram solicitados pelo Ministério Público do Maranhão e expedidos pela Justiça de Cândido Mendes.

O objetivo era apreender documentos relativos a processos licitatórios envolvendo o Município e diversas empresas que tinham contratos com a Prefeitura. As investigações foram iniciadas após a identificação de suspeitas de fraude em uma licitação realizada em 2013, para aquisição de materiais de limpeza. Descobriu-se que os materiais eram fornecidos por uma empresa de fachada, localizado em Turiaçu. No suposto endereço, funcionava uma lotérica.

As investigações apontaram a existência de irregularidades em diversos outros contratos envolvendo a compra de materiais médico-laboratoriais, manutenção de iluminação pública, reforma de hospitais e escolas, além da coleta de lixo.

O Gaeco estima que os contratos irregulares geraram um prejuízo de R$ 3,35 milhões, desde 2013, aos cofres de Cândido Mendes.

Márcio Jerry: “Não vamos aceitar cortes de recursos na saúde e educação”

Diante das tentativas de Jair Bolsonaro (sem partido) de esvaziar investimentos na educação do país, o vice-líder do PCdoB, o deputado federal Márcio Jerry (MA) afirmou que vai atuar no Congresso para resguardar o orçamento público destinado à área. Nesta segunda-feira (17), o jornal Estadão divulgou que o governo federal pretende reservar R$ 5,8 bilhões a mais para despesas com militares, reduzindo os gastos com o ensino público em 2021.

“Bolsonaro quer menos dinheiro na educação. É inimigo declarado do setor educacional. Vamos lutar por nenhum centavo a menos, por recursos a mais”, declarou Jerry.

A proposta com a divisão dos recursos entre os ministérios para 2021 está nas mãos da equipe de Paulo Guedes, ministro da Economia, e deve ser encaminhada até o fim deste mês ao Congresso. Caso confirmada, será a primeira vez em dez anos que o Ministério da Defesa terá um valor superior ao da pasta da Educação. De acordo com a previsão, a Defesa terá um acréscimo de 48,8% em relação ao orçamento de 2020, passando de R$ 73 bilhões para R$ 108,56 bilhões em 2021. Enquanto isso, a verba do Ministério da Educação (MEC) deve cair de R$ 103,1 bilhões para R$ 102,9 bilhões.

*Frente Pró-SUS*

Autor do pedido de criação da Frente Parlamentar Mista pelo Fortalecimento do SUS, em parceria com o senador Weverton Rocha (PDT-MA), Jerry também criticou a tentativa de Bolsonaro de reduzir investimentos na saúde em meio à crise sanitária.

“Bolsonaro também quer reduzir recursos para a saúde, outro absurdo inaceitável. Necessidade que temos é a de reforçar o Sistema Único de Saúde para ampliar atendimentos com qualidade em todo o país”, declarou.

Durante o combate à pandemia que já contabiliza quase 108 mil mortos no país, o governo federal vem sendo criticado pela demora para repassar verba para municípios enfrentarem a Covid-19. Agravando o quadro, a comissão de orçamento do Conselho Nacional de Saúde (CNS) descobriu esta semana que, entre 28 de julho e 4 de agosto, R$ 3,9 bilhões dos R$ 23,6 bilhões – 17% do montante – já aprovados desapareceram.

O valor dos repasses foram liberados pelo Congresso para que as cidades pudessem abrir novos leitos hospitalares e comprar medicamentos e equipamentos necessários para o tratamento de infectados pela doença.

Paraibano já tem novo prefeito

Nesta segunda-feira (17), em solenidade realizada na Câmara Municipal, assumiu a Prefeitura de Paraibano o vice-prefeito Francisco Noleto (PCdoB), o Chico do Zé Viado.

Ele substituirá o prefeito eleito José Hélio Pereira (PT), que faleceu na sexta-feira (14), em São Luís, vítima de complicações decorrentes da Covid-19. Zé Hélio cumpria o primeiro mandato como gestor da cidade do Maranhão com mais de 30 mil habitantes.

Segundo o boletim da Secretaria Municipal de Saúde, com data do dia 16 de agosto, em Paraibano já foram notificados 907 casos, confirmados 387, sendo destes 254 casos ativos e 133 recuperados.

No município nove pessoas morrerem em decorrência da Covid-19. Todos os pacientes suspeitos estão sendo monitorados em isolamento domiciliar.

Bancada federal do Maranhão consegue o maior aporte de recursos do Brasil na área de infraestrura; obras de duplicação da BR-135 serão retomadas

O senador Weverton (PDT-MA) participou, nesta sexta-feira (31), de uma audiência virtual da bancada federal maranhense com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Na ocasião, o ministro assinou as ordens de serviço das obras da BR 135 no trecho situado entre os municípios de Bacabeira e Santa Rita. Além deste trecho, também foi autorizada a adequação de 14 km da travessia urbana de Imperatriz.

“Parabéns aos parlamentares do meu estado que lutaram muito e, agora, conseguiram viabilizar o maior aporte de recursos do Brasil, na área de infraestrura, segundo o ministro Tarcísio. Isso é o resultado do empenho de todos. Acima de partidos ou de política, está a população”, afirmou Weverton.

“É uma parceria que, com certeza, vai dar resultados. Minha homenagem a bancada do Maranhão, que tanto batalhou por este projeto”, disse o ministro.

Além dessas obras, também foi anunciado o planejamento de outras como o contorno de Timon e a estrada do Baú.
“As estradas do Maranhão precisam de recursos e investimentos para corrigir este grande atraso que nós temos hoje lá. Temos trabalhado para resolver o problema”, ressaltou o parlamentar.

Wevertou explicou ainda que essas obras vão garantir uma rodovia mais segura para a população da região, além de proporcionar melhores condições para o transporte de serviços e produtos. “Vamos acompanhar o andamento da obra. Os moradores precisam de uma rodovia com qualidade o mais rápido possível. Vamos em frente trabalhando pela recuperação de nossas estradas”, declarou.

O Ministério da Infraestrutura informou que no início das obras, serão realizados serviços como limpeza de plataforma, supressão vegetal dentro da faixa de domínio, topografia e locação. Após esta etapa, estão previstos os trabalhos de pista que, de acordo com o cronograma previsto, deve ser concluído até dezembro de 2020.

PSL fecha apoio à pré-candidatura de Neto Evangelist

Em reunião na manhã desta quarta-feira (29), a direção nacional do PSL fechou apoio à pré-candidatura do deputado estadual Neto Evangelista (DEM), na disputa pela Prefeitura de São Luís.

No encontro realizado em Brasília, estiveram presentes o presidente do PSL no Maranhão, vereador Chico Carvalho; o vice-presidente nacional do PSL, Antônio de Rueda e o presidente estadual do DEM no Maranhão, deputado federal Juscelino Filho.

A pré-candidatura de Neto soma agora o tempo de TV e rádio do PSL, imprescindível na campanha eleitoral.

Além do PSL, Neto Evangelista conta com o apoio do DEM, PDT e deve fechar nos próximos dias com o MDB.

Adiada a retomada presencial das aulas da rede estadual

NOTA NA ÍNTEGRA

Concluída a 1ª fase da consulta aos estudantes e pais do 3º ano do Ensino Médio da rede estadual, constatamos que ainda há muita dúvida sobre a retomada das aulas presenciais, no dia 10 de agosto. Tendo em vista essa dúvida, vamos manter as aulas não presenciais e possibilitar mais tempo para que as comunidades escolares debatam. Vamos continuar o processo de consulta aos estudantes e às suas famílias, assim como as reuniões com o SINPROESEMMA.

Posteriormente, vamos definir nova data para retomada do 3º ano do ensino médio, bem como aos demais níveis de ensino da rede pública estadual.

Cabe ressaltar que esta decisão diz respeito à retomada das atividades presenciais nas escolas da rede pública estadual do Maranhão. Sobre as redes municipais e rede privada segue mantida a decisão de respeito à autonomia de cada uma.

Felipe Camarão
Secretário de Educação do Maranhão