Como o prefeito Dr. Julinho tem acertado no combate à pandemia

A prefeitura de São José de Ribamar vem intensificando as ações de prevenção e combate à proliferação do coronavírus na cidade. Nesta terça-feira (6), está sendo realizado o Dia D de testes rápidos de Covid19, na UBS do Miritiua.

Essa é uma das ações para conter o avanço do vírus…

O plano de ação no controle à doença, executado pela prefeitura, inclui medidas  mais direcionadas e monitoramento da rotina de outros municípios. Em São José de Ribamar, a taxa de imunização era de apenas 32%, segundo os registros. Neste cenário, o prefeito Dr. Julinho adotou medidas para acelerar a vacinação (Veja aqui).

Ações que tiveram ótimos resultados…

Atualmente, já são 8.165 doses aplicadas de 10.953 vacinas recebidas. Para chegar a estes números foram realizados mutirões e intensificada a imunização

Além dos pontos de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde, no Liceu Ribamarense, drive-thru do Pátio Norte Shopping e imunização nas residências, a prefeitura implantou o Dia D de Testagem Rápida para monitorar a extensão da contaminação pelo vírus.

O Dia D desta terça tem o objetivo de testar a população para indicar os cuidados que devem ser tomados, evitando assim, a contaminação em grande escala.

São José de Ribamar reforça a luta contra a contaminação, de forma intensa …

Jair Bolsonaro pode ser vacinado amanhã. Será? E será com a Coronavac?

O Palácio do Planalto sinalizou ao Ministério da Saúde, nesta sexta-feira (02), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será vacinado neste sábado, portanto amanhã.

Duas vacinas são usadas no Brasil para imunização contra o novo coronavírus, a AstraZeneca e a CoronaVac, e o que se viu muito foi o presidente renegando a vacina chinesa. Chegou a cancelar a compra do imunizante que estava sendo negociada pelo então ministro da Saúde Eduardo Pazuello e desmentiu até que a sua mãe teria sido vacinada com o imunizante da empresa Sinovac.

Pelo sim ou pelo não… Bolsonaro acabou fechando acordo com a empresa chinesa e atualmente milhares de brasileiros recebem a vacina. Tudo isso depois de uma séria discussão se teria ou não eficácia o imunizante, e por fim a Anvisa deu o amém da compra.

De acordo com a Valor Econômico, ninguém pode “cravar” como certa a vacinação do Presidente, que afirmou ontem que não será imunizado até que “o último brasileiro seja vacinado”. A partir deste sábado, podem ser vacinadas no Distrito Federal pessoas com mais de 66 anos, idade que o presidente completou há duas semanas.

Os técnicos da pasta foram orientados a organizar a aplicação mesmo sem a certeza da vacinação do presidente. A primeira dose da vacina contra a covid-19 pode ser feita no próprio Ministério da Saúde ou em um posto de saúde. O local ainda está sendo definido pelo Gabinete de Segurança.

Bom… Bolsonaro é polêmico até na hora de ser imunizado.

Vereador Batista Matos morre vítima de Covid19

O vereador de São Luís Batista Matos morreu n manhã desta quarta-feira (31), vítima de COVID-19. O parlamentar estava internado no hospital São Domingos há cerca de um mês e na última semana foi transferido para a UTI e foi intubado.

Batista seguia o tratamento pós cura de um câncer e estava em seu primeiro mandato de vereador.

NOTA DE FALECIMENTO E PESAR

“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. 8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.”
2 Timóteo 4:7-8

É com imensa tristeza e consternação que a assessoria e a família comunicam o falecimento do nosso irmão em Cristo e eterno Vereador João Batista Matos Viana Pereira, ocorrido no início da manhã desta quarta-feira, 31 de março de 2021, em decorrência de complicações pela Covid-19.

Nesse momento de extrema dor, pedimos as orações e a consolação do ESPÍRITO SANTO de DEUS sobre sua amada esposa Liana Ramalho, filhos Samuel e Daniel Matos, sua mãe D. Clenir, parentes, irmãos em Cristo e amigos.

“Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos”.

Salmos 116:15

Autorizada instalação de novos leitos de Covid19 no país

Portaria do Ministério da Saúde, que autoriza leitos de UTIs para atendimento exclusivo de pacientes vítimas da covid-19 é publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (30).

O documento estabelece recurso financeiro do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo Coronavírus (covid-19), a ser disponibilizado aos estados e municípios, em parcelas mensais, no valor total de mais de R$ 44 milhões.

Nessa segunda-feira (29), o ministério já havia autorizado a implantação de mais 2.431 mil leitospara atendimento a pacientes com covid-19 em UTIs. As estruturas serão instaladas em 23 estados e no Distrito Federal.

Também foram autorizados mais 50 leitos pediátricos. A autorização consiste na participação do governo com recursos no custeio dessas estruturas. O ministério repassa mensalmente as verbas, em caráter temporário.

De acordo com a pasta, para estes 2.431 leitos serão encaminhados aos estados R$ 113,6 milhões por mês.

Edição: Aécio Amado / Agência Brasil

São José de Ribamar já aplicou 73,8% das doses recebidas da vacina contra a Covid-19

A prefeitura de São José de Ribamar segue acima da meta na campanha de vacinação contra a Covid-19. Profissionais de saúde e idosos a partir de 70 anos recebem a vacina em pontos estratégicos, como as unidades básicas de saúde, Liceu Ribamarense e nas residências para idosos acamados ou com dificuldade de locomoção.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, 10.953 doses foram recebidas e 7.833 doses foram aplicadas, o equivalente a 73,8% do total. No entanto, a lentidão na incorporação dos dados nos sistemas nacional e estadual, provoca redução do percentual nas plataformas digitais.

O município já vacinou até agora os grupos prioritários: trabalhadores da saúde e idosos a partir de 75 anos. Terça (30) e quarta-feira (31), a imunização ocorre no Liceu Ribamarense para profissionais de saúde, idosos a partir de 75 anos e idosos de 70 a 74 anos nascidos entre janeiro e outubro. Nesta quarta-feira (31), todas as unidades básicas estão funcionando para vacinar este público, com exceção dos profissionais de saúde.

As doses já foram aplicadas nos hospitais e unidades de saúde para vacinação de profissionais de saúde, drive thru para idosos a partir de 90 anos e comunidade Indígena Tremembé. Nas unidades básicas de saúde, idosos a partir de 70 anos também já estão sendo imunizados. A Secretaria Municipal de Saúde também vacina em casa idosos com dificuldade de locomoção ou acamados.

Cabe ressaltar, que a prefeitura de São José de Ribamar formalizou uma parceria com o Governo do Estado e prefeitura de Paço do Lumiar para implantação de drive thru de vacinação no Pátio Norte Shopping.

Idosos de 72 a 74 anos recebem vacina a partir desta segunda-feira (29), no Pátio Norte em Ribamar

Uma parceria da prefeitura de São José de Ribamar, prefeitura de Paço do Lumiar e o Governo do Estado vai garantir vacinação via drive thru, a partir desta segunda-feira (29). O objetivo é aumentar a cobertura vacinal nas duas cidades.

A vacinação é para o grupo de idosos de 72 a 74 anos e será realizada no Pátio Norte Shopping até quinta-feira (1º), das 8h às 16h.

É necessário levar documento de identificação com foto, carteira de vacinação, cartão do SUS e comprovante de residência.

Vale destacar, que quem tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em São José de Ribamar e já possui agendamento para a segunda dose, pode procurar o Liceu Ribamarense ou qualquer Unidade Básica de Saúde.

Fique atento ao calendário de vacinação no drive thru no Pátio Norte Shopping

29 de março – segunda-feira

Idosos com 74 anos.
Pela manhã, os nascidos entre janeiro a junho. À tarde, os nascidos de julho a dezembro;

30 de março – terça-feira

Idosos com 73 anos.
Pela manhã, os nascidos entre janeiro a junho. À tarde, os nascidos de julho a dezembro;

31 de março – quarta-feira

Idosos com 72 anos.
Pela manhã, os nascidos em janeiro, fevereiro e março. À tarde, os nascidos em abril, maio e junho.

1º de abril – quinta-feira

Idosos com 72 anos.
Pela manhã, os nascidos em julho, agosto e setembro. À tarde, os nascidos em outubro, novembro e dezembro.

Novos calendários serão divulgados em breve.

Painel da Anvisa mostra em tempo real status de autorização de vacinas

Foto: REUTERS/Thomas Peter/File Photo

Um painel que descreve os documentos enviados e o status de avaliação de pedidos de autorização de uso emergencial de vacinas contra a covid-19 foi elaborado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A ferramenta permite acompanhar em tempo real o andamento das solicitações cujo status varia entre em análise, dados insuficientes, concluído, não apresentado e pendente de complementação.

Segundo a agência, a ferramenta traz, também, a porcentagem relativa ao status de submissão de cada um dos relatórios e informações necessárias à análise de autorização de uso temporário e emergencial. “A porcentagem concluída é estimada com base no status de submissão, na criticidade dos dados, bem como no esforço necessário para sua geração e avaliação”, informou a agência.

Sobre os dois pedidos recebidos esta semana, da Janssen e da Sputnik V, o painel aponta as seguintes informações: Janssen: 32% concluído; 54% em análise e 14% pendente de complementação. Sputnik V: em razão da ausência de documentos considerados importantes para a análise, conforme previsão legal, houve a suspensão da contagem dos prazos, até que a empresa apresente as informações descritas como “não apresentadas” no painel divulgado.

“Na medida em que as informações pendentes forem enviadas à Anvisa, bem como a análise dessas informações for sendo concluída, será possível observar a alteração da porcentagem de conclusão da avaliação de cada processo”, acrescentou a Anvisa. O painel será atualizado sempre que houver novidade.

Edição: Agência Brasil/ Kleber Sampaio

Profissionais da Fesma auxiliam na vacinação de quilombolas do interior do Maranhão

O Governo do Estado irá reforçar a imunização de comunidades quilombolas distribuídas em 90 municípios maranhenses. Os profissionais da Força Estadual de Saúde do Maranhão (FESMA), que já ajudam os municípios na vacinação de indígenas, farão a aplicação do imunobiológico e também atuarão no registro de doses aplicadas.

“Realizamos, previamente, o planejamento e as programações, em conjunto com as gestões municipais para, assim, ampliarmos o alcance da vacinação nas comunidades quilombolas”, informou a coordenadora da FESMA, Cheila Farias.

No último sábado (20), o Maranhão recebeu 116.800 doses da vacina AstraZeneca, que serão utilizadas para a proteção de 63% da população quilombola do estado. A FESMA trabalhará em parceria com os municípios nas localidades onde as comunidades estão. O trabalho inclui orientação geral, vacinação e registro de doses utilizadas, que devem ser informadas no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Ao todo, 11 equipes da força, com total de 33 profissionais que já desenvolvem suas atividades nas regiões com municípios que possuem população quilombola, participarão da ação imunizante.

A vacinação das comunidades quilombolas segue as orientações do Ministério da Saúde e do Ministério Público Federal, que recomendou a instituição de medidas para evitar o contágio e a disseminação da doença entre povos e comunidades tradicionais brasileiras. São grupos com modos de vida próprios e coletivizados, em que o trabalho e as demais interações se dão tradicionalmente pelo contato e proximidade entre integrantes da comunidade.

Governador Flávio Dino decreta “parada total” por três dias no Maranhão

O governador Flávio Dino prorrogou o decreto anterior por mais 10 dias, até dia 28 de março e foi antecipando o feriado de 28 de julho para o dia 26 de março.

Flávio Dino decretou a suspensão de todas as atividades não essenciais no foi que chamado de “parada”. Serão três dias de parada total de todas as atividades, com início na sexta e segue até o domingo.

Vão ser suspensas as cirurgias eletivas na rede pública e privada por falta de anestésico e para resguardar leitos para pacientes com coronavírus.

Outra mudança é o horário do funcionamento do trabalho e construção civil, para que diminua a concentração de pessoas em horário de pico. De segunda até o domingo o horário da construção civil terá o fim do expediente até as 18h.

As restrições se estendem às academias e supermercados que não vão poder ter ocupação superior a 50%, e no caso dos supermercados o acesso será apenas para uma pessoa de cada família.

Flávio Dino suspende funcionamento de bares e restaurantes

Em coletiva virtual à imprensa nesta sexta-feira (12), o governador Flávio Dino prorrogou o decreto anterior e anunciou novas medidas restritivas que vão vigorar no Maranhão, como a suspensão de bares e restaurantes, além de tratar sobre a compra e vacinas pelos governadores.

Os bares e restaurantes vão ser suspensos entre os dias 15 e 21 de março. O governador anunciou o auxílio emergencial em parcela única de R$ 1.000,00 e R$ 600,00 de auxílio emergencial aos artistas.

O governador anunciou que além do hospital de campanha de Imperatriz, outro hospital no mesmo formato irá ser aberto em outra cidade do Maranhão. Há um estudo técnico para verificar qual município vai receber a unidade que vai ser aberta nos próximos 15 dias.

Sobre a aplicação de vacinas pelos municípios, o governador destacou que vai aumentar a porcentagem para que as cidades tenham acesso aos imunizantes. “Nós já recebemos 515 mil doses de vacinas, já distribuímos 338 mil doses de vacinas” afirmou o governador que ressaltou que dos 217 municípios, 212 cidades alcançaram os 60% de aplicação das vacinação, cinco municípios não atingiram a meta. O governo tem oferecido ajuda e orientação, mas devido estas dificuldades, o governador anunciou que a média a partir de agora será de 70% para que as prefeituras recebam novos lotes de imunizantes.

O Maranhão segue entre os estados com alta na tendência de casos, com uma faixa de contaminação de 1,15. A taxa de ocupação 79,63 de leitos de UTI e 66% de leitos clínicos.

Sobre a compra de vacinas, “a lei diz: a prioridade é o governo federal” disse Flávio Dino, por isso, afirmou que o acordo entre os governadores do Consórcio Nordeste será o de aguardar uma movimentação nesta sexta do governo federal. “Além das suas vacinas que circulam hoje no Brasil, a Coronavc e a AstraZenica, nós teremos a vacina Sputnik sob o comando do Ministério da Saúde. Nós não queremos um salve-se quem puder, nós queremos um plano nacional” disse o governador do Maranhão.