Dr. Álvaro Botentuit é homenageado com Título de Cidadão Pinheirense

O médico Álvaro Bruno Botentuit, que é oftalmologista e professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), foi homenageado na Câmara Municipal de Pinheiro, nesta terça-feira (8).

Ele recebeu o Título de Cidadão Pinheirense, fruto de proposta do vereador Willian Vieira. A homenagem foi aprovada por unanimidade, tendo aval dos 17 vereadores da casa legislativa.

Segundo o autor da proposição, a homenagem reconhece o trabalho que o médico vem fazendo pelos pinheirenses e pelo povo da região, no Instituto Visão, onde atua.

Antes, quem precisava de atendimento, se deslocava para outros centros na tentativa de conseguir uma consulta ou cirurgia dos olhos. Agora, os atendimentos são feitos na própria cidade, no Instituto Visão.

O médico Álvaro Botentuit se destaca ainda, pelo trabalho como professor de Medicina da UFMA.

Polícia Federal mira compra irregular de testes rápidos de Covid19 em Pinheiro

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria-Geral da União, deflagrou, na manhã desta terça-feira (2), nas cidades de Teresina/PI e Pinheiro/MA, a Operação Estoque Zero, com a finalidade de desarticular grupo criminoso estruturado para promover fraudes licitatórias e irregularidades contratuais no âmbito do Município de Pinheiro/MA, envolvendo recursos públicos federais que seriam utilizados no combate à pandemia da COVID-19.

A investigação se concentra no Processo no 2.653/2020 da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento de Pinheiro/MA, instruído para a aquisição de 6.000 testes rápidos para o diagnóstico da COVID-19, no valor total de R$ 960.000,00.

Os elementos colhidos pela equipe policial revelaram que funcionários da Secretaria de Saúde e Saneamento de Pinheiro/MA, em conluio com empresários de Teresina/PI, simularam a compra e venda de testes rápidos, por meio da contratação de empresa de fachada que não forneceu o objeto pactuado.

A Polícia Federal cumpriu 5 (cinco) Mandados de Busca e Apreensão, 04 (quatro) Mandados de Constrição Patrimonial e 01 (um) Mandado de Suspensão do Exercício de Função Pública.

Ao todo 30 (trinta) policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela 1a Vara Federal de São Luís/MA, que decorreram de uma representação elaborada pela Polícia Federal.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 96, inciso I, Lei 8.666/93), peculato (Art. 312, Código Penal), lavagem de capitais (Art. 1o, caput, Lei 9.613/84) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal).

A denominação “Estoque Zero” faz referência à inexistência da mercadoria objeto do contrato, tendo em vista que a empresa não possuía sequer uma única unidade de teste rápido em seu estoque na época da suposta venda