Homem é preso pelo roubo de 500 botijões de gás de cozinha

A polícia recuperou carga de 500 botijões de gás de cozinha e prendeu um homem, de 42 anos, identificado como José Miguel Santos Torres, que é suspeito de receptar o material. Os botijões foram roubados, na última terça-feira. A prisão foi realizada nesta quinta-feira (5), na cidade de Penalva, a 251 km de São Luís.

A Polícia Militar foi informada de que no bairro Nova Conquista, conhecido como Invasão, em uma casa na beira do lago, havia um caminhão com um carregamento de gás de cozinha e mais dois veículos com seis homens dando o suporte, para descarregar. Chegando lá, não encontrou mais os veículos nem os suspeitos, somente a carga de gás, que estava na área externa da casa de Miguel Torres, a qual estava alugada para um casal.

Após buscas na região, a polícia localizou o suspeito, que tentou negar sua participação no delito. Porém, após apresentação na delegacia da cidade, foi constatado o envolvimento dele na receptação dos produtos roubados. Ele foi autuado em flagrante por receptação de carga roubada.

A polícia ainda conseguiu localizar o caminhão roubado, que estava abandonado próximo a Miranda do Norte. A carga recuperada foi entregue ao proprietário, que é da cidade de Parnaíba, no Piauí.

Operação em São Luís e Rio de Janeiro prende suspeitos de jogos de azar

A Polícia Civil do Maranhão apresentou, nesta segunda-feira (18), o resultado da Operação Barões, que teve como objetivo reprimir o crime de jogo ilegal e corrupção de agentes públicos. A força-tarefa foi coordenada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), com apoio de outras superintendências da Polícia Civil do Maranhão, tendo como alvos endereços na cidades de São Luís e na capital fluminense, Rio de Janeiro.

A operação cumpriu 22 mandados de busca e apreensão – 18 em São Luís e quatro no Rio de Janeiro – que resultaram na apreensão de aparelhos celulares, arma de fogo e documentos. Além disso, dos 17 mandados de prisão preventivas expedidos pelo Poder Judiciário, 11 foram cumpridos, sendo 10 em São Luís e um no Rio de Janeiro. Entre as prisões realizadas, três são de policiais militares do Maranhão, que segundo as investigações eram responsáveis pelo transporte de valores do esquema.

Segundo o delegado geral de Polícia Civil, Jair Paiva, as investigações devem continuar no intuito de esclarecer a atuação da organização criminosa e que todo material apreendido será analisado, de onde será extraído materiais informativos que devem ser anexados ao inquérito policial.

O foco da ação policial foi uma organização criminosa atuante nos crimes de jogo do bicho, caça-níqueis e jogos online, com ramificações na cidade do Rio de Janeiro e que nos últimos anos se expandiu para outros estados do país.

As investigações apontam que o grupo tem envolvimento no assassinato de Bruno Vinicius Nazon Moraes Borges, morto no dia 12 de fevereiro de 2021, em um bar situado na Avenida Litorânea, em São Luís. A motivação do crime teria sido por disputas de pontos de apostas e pelo fato da vítima pertencer a um outro grupo rival atuante na mesma modalidade de crime.

Avião cai em Balsas

Um avião de pequeno porte caiu em uma área não habitada, próximo ao Rio Balsas, localizado em Balsas, cidade a 799 km de São Luís. O acidente foi no fim da manhã desta quarta-feira (23). Duas pessoas estavam na aeronave, o piloto e o mecânico, foram socorridos e encaminhados para o hospital e passam bem.

Segundo os bombeiros, o avião havia saído de São Luís com destino a Goiânia (GO), mas parou no aeroporto de Balsas para abastecer e seguir viagem. De acordo com o comandante do Corpo do Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), Célio Roberto, o avião caiu logo depois de decolar do aeroporto de Balsas. O avião deve passar por uma perícia e o caso será investigado.

Esta é a segunda vez, em um mês, que um avião cai em Balsas. Em fevereiro, um avião de pequeno porte caiu sob uma casa no bairro Fátima, em Balsas. Parte do forro de dois cômodos da casa ficaram completamente destruídos com o impacto do acidente.

Operação da Polícia Civil combate tráfico de drogas e agiotagem no Maranhão

Cinco pessoas detidas em operação da Polícia Civil, realizada na cidade de Miranda do Norte. A ação tem como foco investigar crimes de tráfico de drogas, agiotagem e apropriação indébita de cartões, além de demais objetos. Os suspeitos são apontados por empréstimos ilegais.

No primeiro caso, segundo as investigações decorrentes de denúncias enviadas à Delegacia de Polícia Civil de Miranda do Norte, alguns suspeitos, moradores do Bairro Novo, estariam realizando empréstimos de forma ilegal. Eles cobravam altas taxas de juros (crime de usura) e ainda retiam cartões bancários de benefícios sociais e outros objetos.

Com mandados de busca e apreensão, os policiais localizaram indícios de parte desses crimes. Foram apreendidas várias notas promissórias, cartões bancários em nome de terceiros e dinheiro em espécie. Nessa etapa da operação, três pessoas foram presas por agiotagem e apropriação indébita.

No Bairro Santa Bárbara, uma mulher de 40 anos de idade e um homem de 32 anos de idade, foram presos pelo crime de tráfico de drogas. Segundo as investigações, há indícios de que essas pessoas presas atuavam como ‘laranja’ de suposto traficante da região.

Suspeitos se entregam e polícia liberta reféns em assalto no Turu

Três pessoas foram presos, após uma tentativa de assalto com reféns em uma clínica na Avenida São Luís Rei de França, Turu, em São Luís, na quinta-feira (30). Os assaltantes se entregaram no início da noite após quase quatro horas de negociações com a Polícia Militar.

Ao todo, 16 pessoas foram mantidas reféns pelos criminosos. Por volta das 17h, dez pessoas, entre clientes e funcionários da clínica, foram liberados pelo trio. Os suspeitos mantiveram mais seis pessoas como reféns, até o fim das negociações.

A polícia apreendeu duas armas de fogo e os suspeitos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da justiça. Esta foi a segunda vez que o local sofreu assalto.

Diretor do ‘Pacto pela Paz’ ressalta a importância da sociedade para sucesso do programa

O delegado Dicival Gonçalves, diretor executivo do programa Pacto pela Paz, da Secretaria de Segurança Pública do Estado, concedeu entrevista nesta sexta-feira (05) no programa Zé Cirilo na TV, com participação especial do blogueiro Djalma Rodrigues.

Durante o bate-papo, foi destacada a importância do programa Pacto pela Paz como um instrumento de redução da violência no Maranhão.

O programa tem envolvido não somente a Polícia Militar, mas principalmente a sociedade. Veja a entrevista na íntegra no link abaixo.