O impasse na eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de São Luís

O desembargador Jamil Gedeon decidiu tornar nula a liminar do desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos que suspendia a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de São Luís. Gedeon é relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que trata do pleito do comando do legislativo municipal.

O relator da ADI acatou o recurso impetrado pelo PTB. José Jorge é tio do pré-candidato Pará Figueiredo, filiado ao PSL, por esta relação de parentesco o PTB solicitou a suspeição do magistrado.

Agora resta à atual Mesa Diretora da Câmara remarcar a data da eleição, e tem que ser rápido, pois o prazo, segundo o regimento interno da casa, já está estourado.

Dois nome polarizam a disputa pela presidência do parlamento municipal, os dos vereadores Osmar Filho (PDT) e Francisco Carvalho (PSL). 

Osmar recebeu o apoio de 19 vereadores, através de um manifesto assinado e divulgado pelos parlamentares. Lembrando que a Câmara de São Luís tem 31 vereadores, portanto o pedetista aparece como favorito na disputa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *