“É um pedido para priorizar idosos”, explica Carlos Lula, sobre medida do Ministério da Saúde

O secretário de Estado da Saúde (SES), Carlos Lula, explicou a medida do Ministério da Saúde, sobre a vacinação de adolescentes. Segundo o secretário, o pedido não é para suspender a imunização deste público, mas sim, priorizar pessoas a partir dos 60 anos, devido maior vulnerabilidade de saúde deste segmento. A mensagem foi divulgada em vídeo, na quinta-feira (16).

“Na verdade, não é um pedido de suspensão da vacinação dos adolescentes. É um pedido de priorização da população idosa. É fundamental entender que a população acima de 60 anos ainda é a majoritária que tem hospitalizado e tem perdido a vida, em razão da Covid-19. Então, nesse momento, caso ainda haja ausência de doses e não tenhamos vacina suficiente para estass duas parcelas da população, pedimos ao Mnistério para poder usar a dose de reforço na população idosa”, explica Carlos Lula.

O estoque de vacinas no Maranhão segue o mesmo ritmo do Brasil, com a possibilidade de falta de doses da Astrazeneca, sobretudo da segunda dose, alerta o secretário de Saúde. “Isso porque, houve um atraso na entrega de parte das vacinas pela Fiocruz, o que tem afetado, de fato, a disponibilidade de vacinas para a segunda dose no Brasil como um todo”, disse.

No Maranhão, 29 cidades já não têm segunda dose de Astrazeneca e 10 apresentam quantitativo muito baixo, que deve ser encerrado até final dessa semana. “Isso demonstra que, na verdade, o Maranhão vive a situação que ocorre no Brasil, onde passamos a ter problemas com a segunda dose, em razão desse atraso na entrega por parte do Ministério da Saúde”, frisa Lula.

Devido à dificuldade enfrentada no Maranhão para garantia da segunda dose, O Governo do Estado, via SES, tem solicitado mais doses, a fim de continuar apoiando os municípios. Porém, segundo Carlos Lula, há resistência da população. “Temos encontrado resistência das pessoas em voltar para tomar a segunda dose e pedimos para tomem a segunda dose. Assim, estarão se protegendo e protegendo a sociedade”, enfatizou Carlos Lula.

Segundo o titular da SES, o Maranhão precisa atingir entre 4 e 5 milhões de pessoas imunizadas com a duas doses. “Este alcance nos dará a certeza do controle da doença no nosso estado e ainda estamos muito longe disso acontecer. Por isso, fazemos esse pedido a todos, prefeitos, população e quem reside no Maranhão, para que possa tomar a segunda dose da vacina e a gente, enfim, vencer a Covid-19”, finalizou Carlos Lula.

Prefeitura adere ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

A prefeitura de São José de Ribamar está fazendo parte do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), idealizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria-Geral da União (CGU). A adesão do município, por meio da Controladoria-Geral, tem como objetivo contribuir nas ações de combate à corrupção e práticas que possam causar danos ou prejuízos ao erário.

A atual gestão já atua de forma transparente, exibindo despesas, receitas e informações sobre servidores que podem ser acessadas no Portal da Transparência, por meio do site oficial da prefeitura. Ao aderir ao PNPC, São José de Ribamar recebeu a marca de participante, como forma de demonstração pública do seu compromisso com o controle e integridade das suas rotinas.

O programa não tem caráter punitivo e nem classificatório. Está voltado a todos os gestores das organizações públicas de todas as esferas de governo, em todos os estados da federação. A ideia é reduzir os níveis de fraude e de corrupção no Brasil.

44º Festival Guarnicê de Cinema começa hoje, 17

Começa nesta sexta-feira (17), a 44ª edição do Festival Guarnicê de Cinema. A abertura do festival será a partir das 19h, no Teatro Arthur Azevedo, em São Luís.

A solenidade será conduzida pela atriz Layla Calixto e pelo cineasta Fernando Braga. Toda a programação do Festival Guarnicê será gratuita. Por conta da pandemia, a lotação do teatro está reduzida. O uso de máscara no evento é obrigatório.

A edição terá início com a estreia nacional de ‘’O Jardim Secreto de Mariana’’, filme protagonizado por Andreia Horta e Gustavo Vaz e dirigido por Sergio Rezende. O diretor carioca, realizador de clássicos como ‘’Salve Geral’’ e ‘’O Homem da Capa Preta’’, será o homenageado nacional do Guarnicê.

Além das mostras competitivas nacionais e locais, o Guarnicê promove ações formativas que incluem oficinas cinematográficas e palestras. A programação de mostras competitivas e paralelas, as ações formativas e outras informações do Guarnicê podem ser consultadas no site do festival.

Considerado o mais tradicional evento do audiovisual maranhense, o Festival Guarnicê de Cinema é também o quarto mais antigo festival de cinema do Brasil, sendo realizado há 44 anos pela UFMA via Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PROEC).Homenagens locais

A cerimônia de abertura do festival contará ainda com homenagens a Cleide Carneiro e Sandra Pinheiro, funcionárias da Diretoria de Assuntos Culturais (DAC) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) que contribuíram com a produção de pelo menos 20 edições do Guarnicê.

O Museu da Memória Audiovisual do Maranhão (MAVAM) também será homenageado. A instituição ligada a Fundação Nagib Haickel é reconhecida como um instrumento de preservação e projeção das manifestações artísticas maranhenses.

 

Sem estar vacinado, Bolsonaro tenta acordo para não ser barrado na ONU

O governo brasileiro negocia com a cúpula da Organização das Nações Unidas (ONU) e com a prefeitura de Nova York um acordo que permita o presidente Jair Bolsonaro participar da 76ª Assembleia-Geral da ONU, na próxima semana, sem estar vacinado contra a covid-19.

Apesar de a ONU não poder obrigar a vacinação de chefes de Estado, a administração da cidade de Nova York pretende exigir comprovante de vacinação contra o novo coronavírus para liberar a entrada no plenário onde ocorrerá o evento.

Bolsonaro já afirmou que será o último brasileiro a se vacinar. Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, nesta semana, Bolsonaro voltou a repetir que não havia tomado imunizantes contra a doença, que já matou 580 mil brasileiros.

O governo brasileiro tenta convencer que o presidente possa apenas apresentar um teste RT-PCR feito dias antes da Assembleia-Geral, para comprovar que não está infectado pela covid-19.

A administração municipal de Nova York, no entanto, já anunciou que chefes de Estado e de governo e suas comitivas deverão apresentar comprovante de vacinação para entrar na ONU. A cidade também só permite que pessoas vacinadas entrem em restaurantes no município, assim como hotéis de Nova York que exigem o certificado.

Professores de escolas comunitárias protestam na porta da prefeitura de São Luís

Os professores e trabalhadores de escolas comunitárias realizaram um protesto, na manhã desta quinta-feira (16), em frente à sede da prefeitura de São Luís. O motivo é o atraso no repasse de verbas da prefeitura para as escolas comunitárias municipais.

Com cartazes nas mãos os profissionais da educação tentam chamar atenção da administração municipal para as falhas que acabam prejudicando centenas de famílias.

Em vários casos são cerca de 9 meses de atraso, portanto, desde o início desta gestão.Os trabalhadores também reclamam da ausência da merenda escolar, que não foi repassada em nenhum mês este ano.

Rede social de Weverton Rocha é atacada por fakes

O senador Weverton Rocha (PDT) utilizou suas redes sociais para alertar seus seguidores sobre uma tentativa registrada de burlar sua conta no Instagram e diminuir seu engajamento nas redes sociais.

“Hoje, quando fui ver meu Instagram, percebi que tinham muitos seguidores novos. O número me assustou: mais de 25 mil. Pedi para fazer uma análise das contas que começaram a me seguir e descobri que eram perfis fakes. Um ataque às minhas redes”, escreveu.

O político questionou no vídeo quais seriam os motivos e citou que essa estratégia pode ter sido usada para diminuir seu engajamento nas redes sociais. “Mas pode ter certeza, essas estratégias não vão me parar. Vou continuar no corre, trabalhando pelo “Maranhão Mais Feliz”, porque foguete não dá ré”, concluiu.

A compra de seguidores falsos é prejudicial para marcas e figuras públicas. Os perfis fakes fazem com que as contas caiam drasticamente em seu alcance e engajamento, fazendo com que as publicações não sejam vistas pelos seguidores e, com isso, menos curtidas e comentários passam a ser registrados.

Maranhão está na lista dos 12 estados que reduziram gastos com pessoal

O Maranhão é um dos 12 estados que diminui a despesa com pessoal, em 2020. Ainda nesta lista, o Distrito Federal. A informação é do Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais de 2020, da Secretaria do Tesouro Nacional. Ainda assim, o total desses gastos teve aumento de 3,4%, ou R$ 14,9 bilhões, de 2019 para 2020.

Segundo o órgão, apesar do aumento dos gastos com pessoal, houve uma redução no ritmo em comparação ao 5,2% (R$ 21,7 bilhões) de crescimento de 2018 para 2019. O resultado também é menor do que a inflação do período, que fechou em alta de 4,52%.

A desaceleração se deve, segundo o Tesouro Nacional, às restrições de atos que provoquem aumento da despesa com pessoal até o fim de 2021, instituídas na Lei Complementar nº 173, de 2020. A medida foi adotada em contrapartida à ajuda financeira do governo federal a estados, municípios e o Distrito Federal para o combate aos efeitos da pandemia da covid-19.

Para o órgão, a reforma da Previdência também impactou no ritmo de crescimento das despesas, já que adiou parte das aposentadorias.

O Tesouro alerta que, como os efeitos dessas restrições terminam ao final deste ano, haverá maior liberdade dos entes federativos em aumentar seus gastos com pessoal, gerando incertezas quanto à trajetória de redução dos gastos.

Os demais estados que conseguiram reduzir o gasto real com pessoal foram Goiás, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe, Distrito Federal, Mato Grosso, Ceará, Bahia, Pernambuco, Paraná e Piauí.

Maranhão recebe mais de 190 mil doses de vacinas contra a Covid-19

O Maranhão recebeu, nesta semana, 191.880 novas doses da vacina Pfizer para dar continuidade à Campanha de Vacinação contra a Covid-19. As doses foram encaminhadas para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos do Maranhão, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES). Nesta quinta-feira (16), as demais regionais de saúde receberão mais vacinas.

Para garantir o andamento da vacinação, o Governo do Estado está realizando o envio de vacinas Pfizer para a aplicação da primeira dose para os 217 municípios Maranhenses. Novas doses do imunizante foram enviadas para as Regionais de Saúde de Imperatriz, Açailândia, Balsas, Barra do Corda, Bacabal, Pedreiras, Codó, Timon e Caxias.

Com a nova remessa, o Maranhão totaliza 7.968.490 doses recebidas, sendo 2.284.280 doses da CoronaVac, 3.619.200 doses da AstraZeneca, 1.952.110 doses da Pfizer e 112.900 doses da Janssen.

Anvisa quer ampliar controle sobre produtos usados em pesquisas

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a abertura de uma consulta pública para atualizar a norma que trata da importação de produtos e medicamentos para pesquisa científica ou acadêmica. O objetivo, segundo o órgão, é “aprimorar o controle sanitário na importação de produtos utilizados em pesquisa científica com seres humanos e coibir o desvio de finalidade para consumo irregular desses produtos”.

A decisão ocorre menos de duas semanas após a agência suspender a importação e o uso de produtos contendo a substância proxalutamida no âmbito de pesquisas científicas no Brasil. De acordo com a Anvisa, a Procuradoria da República no Rio Grande do Sul identificou a realização de estudos com o uso de proxalutamida em seres humanos. As investigações mostraram que unidades hospitalares e clínicas estariam usando o produto à revelia dos estudos científicos aprovados pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa e, por isso, sua utilização foi proibida.

A proxalutamida é um bloqueador de andrógenos (hormônios masculinos como testosterona) que está em fase de testes contra câncer de próstata. Recentemente, um estudo ainda não revisado apontou redução da mortalidade em pacientes internados com covid-19 após administração da substância. A proxalutamida é fabricada na China e ainda não possui distribuição comercial.

A consulta pública deverá sugerir alterações nas regras de importação desse tipo de produto, excluindo-se a possibilidade de ingresso no Brasil por remessa postal convencional. Também deverá ser estabelecida a obrigatoriedade de assinatura digital com a utilização de certificados do tipo e-CNPJ ou e-CPF das pessoas ou entidades responsáveis pela importação. Outro tema da consulta será inserção de informações sobre inventário de importações realizadas anteriormente para o mesmo projeto de pesquisa.

De acordo com a Anvisa, a consulta pública será publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União e ficará disponível para contribuições por 15 dias a contar da data definida no ato da publicação. O relator da consulta será o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

Tecidos humanos

Em outra deliberação desta quarta, a Anvisa aprovou a atualização da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 55/2015, que trata dos requisitos de boas práticas para bancos de tecidos humanos. O objetivo, segundo o órgão, é aprimorar as regras de segurança e qualidade dos tecidos humanos, como córnea, osso, pele, entre outro, recebidos por meio de doações e fornecidos para tratamento de doenças.

A norma atualizada inclui novos procedimentos para a realização de testes laboratoriais para a detecção de agentes infecciosos causadores de doenças como HIV e hepatites B e C, bem como os requisitos para triagem clínica e social do doador, visando aumentar a proteção dos receptores (pacientes) de tecidos humanos.

Prefeitura de São José de Ribamar adere ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

O município de São José de Ribamar está fazendo parte do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), idealizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria-Geral da União (CGU). A adesão do município, por meio da Controladoria-Geral, tem como objetivo contribuir nas ações de combate à corrupção e práticas que possam causar danos ou prejuízos ao erário.

A atual gestão já atua de forma transparente, exibindo despesas, receitas e informações sobre servidores que podem ser acessadas no Portal da Transparência, por meio do site oficial da prefeitura.

O programa não tem caráter punitivo e nem classificatório. Está voltado a todos os gestores das organizações públicas das três esferas de governo e dos três poderes em todos os estados da Federação. A ideia é reduzir os níveis de fraude e de corrupção no Brasil.

Ao aderir ao PNPC, São José de Ribamar recebeu a marca de participante, como forma de demonstração pública do seu compromisso com o controle e integridade das suas rotinas.