Nova pesquisa mostra que Lula permanece bem à frente nas intenções de voto

Pesquisa do Inspe, contratada pela XP Investimentos, para avaliar as intenções de voto nas eleições 2022, mostrou que Lula (PT) teria 44% das intenções de voto e Jair Bolsonaro (PL), 24%, na disputa para presidente.

Os dados, mostram que Sergio Moro (Podemos) aparece em terceiro lugar, com 9% das intenções de voto, seguido por Ciro Gomes (PDT), com 7%.

João Doria (PSDB) tem 2%; Simone Tebet (MDB), 1%; Rodrigo Pacheco (PSD), 1%; e Luiz Felipe D’Ávila (Novo) tem 1%.

A pesquisa XP/Ipespe foi divulgada na última sexta e realizada entre os dias 10 e 12 de janeiro de 2022, sendo entrevistadas 1.000 pessoas com 16 anos ou mais. Segundo o instituto, a margem de erro do levantamento é de 3,2 pontos, para mais ou para menos.

Oficializado: Felipe Camarão se lança pré-candidato a deputado federal

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão (PT), enviou carta ao diretório da legenda no Maranhão e à militância petista, retirando, oficialmente, sua pré-candidatura ao Governo do Estado. Ele anuciou que vai disputar vaga de deputado federal.

Em trecho da carta, Camarão justifica que “pela minha posição de aliado do governador Flávio Dino, que já apresentou o nome do vice-governador Carlos Brandão como sua escolha pessoal para a sucessão no Governo do Maranhão e, neste sentido, não há como ser aliado e adversário ao mesmo tempo, venho manifestar, através desta carta, minha decisão de retirar minha pré-candidatura ao cargo de Governador do Estado, no pleito de 2022”.

“Coloco meu nome para disputar uma vaga na Câmara Federal, como deputado federal, como fora minha decisão inicial, ao me filiar nesse honroso partido, ou em outra missão partidária que nosso PT deliberar, em suas instâncias e níveis de decisão. Reafirmo, portanto, meu apoio pessoal ao governador Flávio Dino para senador da República nas eleições de 2022; Carlos Brandão, governador do Maranhão; e Lula, presidente da república para o bem do povo brasileiro”, pontuou Felipe Camarão.

Vice-prefeita Ana Paula é convocada para assumir prefeitura de Pinheiro

A vice-prefeita do município de Pinheiro, Ana Paula Lobato (PDT), foi convocada, pela Câmara Municipal de Vereadores, para tomar posse no cargo de prefeita. Ela assume em substituição ao prefeito Luciano Genésio, afastado do cargo por decisão da justiça, fruto de investigação da Polícia Federal.

O documento oficial foi encaminhado pelo presidente da instituição, Eliseu Tanta (PP), na tarde desta quinta-feira (13). A posse está marcada para segunda (17), às 17h, no plenário da casa legislativa.

O presidente da Câmara foi notificado pelo Tribunal Regional Federal (TRF), do afastamento do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, também na tarde desta quinta, tendo então, tomado as providências legais para a posse da vice-prefeita.

Governador Flávio Dino se recupera da Covid-19

O governador Flávio Dino (PSB) anunciou, em suas redes sociais, que está recuperado da Covid-19. A divulgação foi feita nesta quinta-feira (13) após 12 dias de isolamento domiciliar. Ele havia confirmado a doença em 4 de janeiro.

“Superei a COVID. As vacinas foram decisivas. Mais uma vez e sempre, a minha homenagem aos profissionais da Saúde. E a minha gratidão por todas as orações e mensagens. A ciência venceu, graças a Deus”, postou Flávio Dino, em sua rede social.

Enquanto esteve em recuperação, Flávio Dino despachou de casa e as agendas externas foram cumpridas pelo vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Outros políticos que também testaram positivo para a Covid-19 foram o senador Weverton Rocha (PDT), que já declarou estar recuperado; o presidente da Câmara Municipal de São Luís (PDT), vereador Osmar Filho; o deputado federal Gil Cutrim (Republicanos); o deputado federal Edilázio Júnior (PSD); além de vários secretários estaduais e municipais.

Mical Damasceno deixa PTB estadual

A deputada estadual Mical Damasceno deixou o cargo de presidente estadual do PTB e em seu lugar, assume o deputado federal Josivaldo JP. A parlamentar aceitou convite da presidente nacional, Graciela Nienov e vai assumir o PTB Mulher nacional. Seu foco são políticas e incentivos para maior participação das mulheres na política.

Mical Damasceno se destaca pela base nos princípios religiosos, com bandeiras de luta e defesa da família, a assistência social, a saúde e a segurança pública.  Ela estava na presidência do partido, desde fevereiro do ano passado, a convite do presidente nacional, Roberto Jefferson, que está licenciado.

Já o deputado Josivaldo JP  tem se destacado na Câmara Federal pela defesa de pautas conservadoras. Ele havia ficado na primeira suplência da coligação, em 2018, e assumiu o mandato de deputado federal, em 2020, após eleição do hoje prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos).

Projeto da Assembleia Legislativa prevê exigência de vacinação no Maranhão

O Projeto de Lei nº 001/2022, que tramita na Assembleia Legislativa do Maranhão, prevê a obrigatoriedade de apresentar comprovante da vacina contra a Covid-19, para acesso em bares, restaurantes, hotéis, pousadas, academias e eventos de maneira geral, no estado. A proposta é de autoria do presidente da casa, deputado Othelino Neto.

“O objetivo é resguardar a saúde dos maranhenses e incentivar a vacinação, uma vez que vem sendo registrado aumento do número de casos de contaminação pelo coronavírus. É ainda, uma forma de estimular aqueles que ainda não se vacinaram a buscarem a imunização”, justificou o parlamentar.

Aqueles que, por motivos médicos não podem tomar qualquer tipo de vacina  contra a Covid-19, deverão comprovar essa condição para ter acesso aos estabelecimentos ou eventos.

Segundo o projeto de lei, caberá aos responsáveis pelos empreendimentos a cobrança da medida. A comprovação pode ser emitida pela autoridade sanitária de cada município ou Governo Federal (na plataforma ConecteSUS).

Em caso de descumprimento, caberá às autoridades sanitárias a aplicação de eventuais sanções.

Lula venceria Bolsonaro em primeiro turno, diz pesquisa

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) sairia vitorioso no primeiro turno, em uma eleição tendo o presidente Jair Bolsonaro (PL) como adversário. Quem diz é a primeira pesquisa de intenção de votos para as eleições 2022, realizada pela Quaest Consultoria, por encomendada Genial Investimentos. O petista registra 45% das intenções de voto, quatro pontos percentuais a mais do que seus adversários somados. Bolsonaro ficaria em segundo lugar, com 23%.

Os outros nomes que figuram na pesquisa são o do ex-juiz Sergio Moro (Podemos), que ficou em terceiro lugar, com 9%; seguido pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 5%; o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 3%; e a senadora Simone Tebet (MDB), com 1%. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), e Luiz Felipe d’Ávila (Novo) não pontuaram.

Quando refere a um possível segundo turno, em disputa com Bolsonaro, Lula venceria com 54%, enquanto o atual presidente pontuaria com 30%. Com Moro, este pontuaria também com 30% e Lula, 50%. Os dados relativos ao primeiro turno foram colhidos na pesquisa estimulada, na qual é apresentada ao entrevistado uma lista de candidatos.

O petista vence também na pesquisa espontânea – sem lista de candidatos. Ele pontua com 27%, enquanto Bolsonaro fica com 16%. Moro e Ciro dividem o mesmo índice – 1%. Nesta modalidade, chama a atenção o grande índice de indecisos – 52% e dos que não querem nem Lula, nem Bolsonaro  – 26%. No quesito rejeição, segundo a pesquisa, o presidente lidera com 66% e o petista soma 43%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 6 e 9 de janeiro, com entrevistas a duas mil pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos. O intervalo de confiança estimado é de 95%. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número BR-00075/2022.

Os altos índices de indecisos e rejeição, têm atraído os projetos da chamada terceira via, que trabalha para viabilizar um pré-candidato a disputar com os majoritários. Contudo, ainda que sejam números expressivos, a popularidade de Lula continua subindo e a de Bolsonaro, caindo. Um retrato do que serão estas eleições em outubro.

 

Decisão judicial afasta prefeito de Pinheiro do cargo

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, foi afastado do cargo. Ele é um dos alvos da operação Irmandade, da Polícia Federal, deflagrada em três municípios do Maranhão. A confirmação veio do delegado federal, Roberto Costa, durante entrevista à imprensa, onde falou dos resultados da operação.

O pedido de afastamento foi feito pela Polícia Federal com o aval da Procuradoria Geral da República e atendido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. O afastamento já foi comunicado ao gestor e ao presidente da Câmara de Pinheiro.

O afastamento do prefeito Luciano Genésio é por tempo indeterminado.

Segundo a Polícia Federal, as empresas que estavam oferecendo serviços em Pinheiro seriam ligadas a Luciano Genésio e alguns de seus familiares, entre eles, o irmão, Lúcio André Genésio. O delegado descartou, neste momento, pedidos de prisão.

Com o afastamento de Luciano Genésio, a vice-prefeita Ana Paula Lobato é quem passa a responder pela gestão do município. Ana Paula é esposa do atual presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto.

A investigação tem como foco os Pregões 030/2018 e 016/2020, que custaram cerca de R$ 38 milhões aos cofres públicos, e deram origem a contratos firmados com as empresas investigadas.

Em nota, o prefeito Luciano Genésio se posicionou sobre o caso. “Na condição de homem responsável e obediente as leis, venho manifestar a minha posição, diante dos fatos ocorridos na manhã de hoje, 12, referente à operação da Polícia Federal, que já é de conhecimento público. Com serenidade e humildade enfrentaremos este momento, apresentando a nossa defesa e estando sempre à disposição das autoridades. Enquanto prefeito, eleito majoritariamente pela vontade popular, continuarei fiel às minhas obrigações e aos pinheirenses e espero seguir trabalhando pelo melhor para o município de Pinheiro”, disse.

TRE-MA orienta sobre regularização do título eleitoral

Dia 4 de maio, termina o prazo para regularizar o título eleitoral ou mesmo solicitar a primeira via do documento em tempo para votar nas Eleições 2022.O procedimento é simples, rápido e pode ser feito pela internet, através do sistema Título Net.

No Maranhão, onde atualmente o eleitorado é de 4 milhões 549 mil e 506 eleitores, existem 273 mil 973 eleitores que não compareceram nas revisões dos últimos 125 municípios que precisam regularizar a situação eleitoral, lembrando que enquanto a pandemia durar não haverá coleta de dados biométricos.

Para evitar contratempos, é importante se antecipar, pois, nos últimos dias, é alta a procura pelo serviço. Estar em dias com as obrigações eleitorais impacta na quitação de eventuais débitos, em poder exercer o direito de votar e outras questões de ordem social.

A votação em primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro, e o segundo turno, se houver, em 30 de outubro de 2022.

O que fazer

Tanto  a primeira via do título, quanto a regularização podem ser solicitados pelo sistema Título Net, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disponível também nos sítios eletrônicos dos Tribunais Regionais Eleitorais, a exemplo do Maranhão.

Para tirar a primeira via, após informar a Unidade Federativa em que reside, você será informado sobre os documentos necessários (selfie segurando um documento de identificação; comprovante de residência atualizado; e certificado de quitação de serviço militar, para homens de 18 a 45 anos).

Na página seguinte, em “título de eleitor”, selecione a opção “Não tenho” para prosseguir o atendimento. Os dados informados serão analisados pela Justiça Eleitoral e o acompanhamento pode ser feito aqui.

Os que desejam realizar alguma alteração no cadastro eleitoral devem, antes de tudo, conferir a situação junto à Justiça Eleitoral, neste link. Em seguida, no sistema Título Net insira as informações e os documentos solicitados e acompanhe o requerimento.

De forma presencial, o eleitor precisa comparecer no cartório eleitoral de sua cidade (postos de atendimento ou unidades do Viva também) portando a documentação exigida seja para a 1ª via (alistamento), modificação de dados e ou regularização. Dúvidas podem ser tiradas pelo número 0800 098 5000, entre 8h e 18h, nos dias uteis.

e-Título

Outra forma prática de consultar eventuais pendências junto à Justiça Eleitoral é o aplicativo e-Título. A ferramenta também é utilizada como título eleitoral digital, substituindo o documento em papel no dia das eleições. Basta fazer o download gratuito em telefones celulares ou tablets de qualquer plataforma.

Gil Cutrim confirmou testar positivo para Covid-19

O deputado federal Gil Cutrim confirmou ter testado positivo para a Covid-19, no sábado (8). Ele já tomou as duas doses da vacina e ao obter o resultado, se recolheu em isolamento domiciliar.

Ele falou sobre o resultado em sua rede social. “Informo a todos que testei positivo para Covid-19, estou seguindo todos os protocolos recomendados e sigo em isolamento. Me sinto bem e tenho a certeza de que isso é devido às duas doses da vacina que tomei, amenizando os impactos da doença. Acredito que vou me recuperar o quanto antes. Desde já, agradeço pela compreensão e peço a Deus que continue nos protegendo e abençoando”, postou.

Políticos que também anunciaram estar com a doença foram, o governador Flávio Dino (PSB), o senador Weverton Rocha (PDT) e o presidente da Câmara Municipal de São Luís (PDT), Osmar Filho.