Greve de ônibus: Polícia Federal é acionada

O desembargador federal do Trabalho, Francisco José de Carvalho Neto, determinou, nesta quinta-feira (21), o retorno imediato de 90% dos coletivos em São Luís, após a greve deflagrada pelos motoristas de ônibus. O magistrado também determinou o envio de ofícios à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal, em decorrência de possível desobediência, e outros virtuais tipos penais, caso não haja cumprimento da decisão judicial.

O prazo máximo dado pelo desembargador para a volta dos coletivos às ruas é até as 23h59 desta quinta (21). A partir desse horário já seria caracterizada a desobediência. Os grevistas também estão sujeitos a bloqueio judicial no valor de R$ 50 mil, por dia.

A decisão do magistrado ocorre após um pedido da Prefeitura de São Luís, contra o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (STTREMA), Sindicato das Empresas de Transporte (SET) e consórcios de transporte e Viação Primor. No processo, a Prefeitura afirma que a greve foi levada ao auge e a cidade encontra-se sem qualquer prestação do serviço de transporte coletivo.

Rodoviários afirmam que os donos das empresas não cumprem a Convenção Coletiva de Trabalho. Esta prevê uma série de direitos aos motoristas, por parte das empresas de transporte. Além do reajuste nos salários, a categoria reivindica jornada de trabalho de seis horas, tíquete-alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente, e concessão do auxílio-creche para trabalhadores com filhos pequenos.

Uma audiência entre as partes para solucionar o problema está marcada para sexta-feira (22), às 10 horas.

Greve: São Luís sem ônibus

Os rodoviários do transporte público cruzaram os braços e a cidade amanheceu sem ônibus, nesta quinta-feira (21). A categoria, que pede um reajuste salarial de 13%, alega que não chegou a um acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (SET). A Justiça do Trabalho havia determinado a manutenção de 90% dos coletivos nas ruas, mas a categoria não atendeu à ordem.

Somado ao reajuste nos salários, a categoria reivindica ainda uma jornada de trabalho de seis horas, tíquete-alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente, e concessão do auxílio-creche para trabalhadores com filhos pequenos.

Em nota, a Prefeitura de São Luís, informou que desde às 4h desta quinta-feira fiscais estão nas ruas e avenidas estão para garantir que o percentual mínimo da frota circule na cidade e que vai buscar as medidas necessárias para que a decisão judicial seja cumprida, uma vez que a população da capital não pode ser penalizada.

“O PT, na sua grande maioria, tem discutido a aliança, com apoio ao governador Flávio Dino”, afirma Honorato Fernandes

Em entrevista à emissora de rádio local, o presidente do Diretório Municipal do PT em São Luís, Honorato Fernandes, debateu o cenário do partido para as eleições 2022, pontuou posições das lideranças no Estado e confirmou o apoio à candidatura do governador Flávio Dino ao Senado. Atualmente, o PT está com as pré-candidaturas de Paulo Romão, para senador, e de Felipe Camarão ao Governo do Estado.

“O PT, na sua grande maioria, tem discutido a aliança com apoio ao governador Flávio Dino. É uma discussão que só deve acontecer ano que vem. Vamos definir se será aliança ou candidatura própria”, afirmou o presidente municipal. O líder partidário citou que vários membros da legenda vêm fazendo manifestações em apoio a diversos nomes e defendeu Weverton para o Governo. “Achamos mais viável uma aliança e as lideranças nacionais têm esse interesse da aliança no Maranhão e com o senador Weverton”, apontou.

O presidente do Diretório Municipal ressaltou que o direcionamento é para fortalecer o nome de Lula nacionalmente. “Defendemos, de forma muita aberta, a aliança para fortalecer o palanque de Lula. Respeitamos a posição de qualquer militante do partido e temos o direito de manifestar nossa posição, que é a defesa de uma aliança com o senador Weverton Rocha”, frisou.

São Luís: 63 casais vão participar de cerimônia comunitária

A 4ª Vara da Família de São Luís realizará uma edição do Projeto “Casamentos Comunitários”, para 63 casais. As inscrições podem ser feitas a partir desta quinta-feira (21), até dia 5 de novembro, no Cartório da 2ª Zona de Registro Civil das Pessoas Naturais de São Luís, na Rua do Norte, Centro da capital. A cerimônia coletiva será dia 5 de dezembro, às 9h30, na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na Cidade Operária.

Os interessados deverão comparecer ao cartório levando a certidão de nascimento (original) dos nubentes, sendo solteiros, certidão de casamento (original) com anotação de óbito do cônjuge falecido para nubente(s) viúvo(s), sentença declaratória de nulidade ou de anulação de casamento transitada em julgado, certidão de casamento (original) com o divórcio averbado em cartório, para nubentes divorciados, carteira de identidade e CPF de ambos os nubentes – frente e verso (original e cópia), comprovante de endereço de São Luís dos noivos e duas testemunhas, com carteiras de identidade (original e cópia).

Noivos com idades entre 16 e 18 anos, devem comparecer com os pais para que estes assinem termo de autorização da união.

Empresa de ônibus suspende atividade, nesta terça-feira(19)

Um total de 25 linhas de transporte coletivo estão paradas, após protesto de rodoviários, nesta terça-feira (19). Os funcionários se concentram na porta da empresa de ônibus Ratrans, localizada na Avenida Casemiro Júnior, bairro Santa Cruz, na capital. Nenhum ônibus saiu da garagem da empresa. Os funcionários afirmam que a empresa não está cumprindo os direitos trabalhistas, vigorados pela Convenção Coletiva de Trabalho.

Eles reivindicam pagamento do salário, que estaria atrasado; e a volta dos tickets alimentação, que foi suspenso pelos empresários. Ainda segundo os rodoviários, eles não têm férias há cinco anos; e estão sem depósito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) há oito anos. Os rodoviários dizem que só devem retornam às suas funções, quando todas as reivindicações forem atendidas.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), em nota, informou que não foi comunicada da paralisação e que, de forma emergencial, está remanejando frota de outras concessionárias para que a população seja atendida.

Golpes pela internet em São Luís crescem 50%

Os crimes virtuais cresceram cerca de 50% nos últimos dois anos em São Luís, segundo o Departamento de Crimes Tecnológicos da capital. Por isso, o departamento alerta sobre os golpes e traz orientações para evitar ser vítima dos criminosos na internet.

Este tipo de crime chega por meio de mensagens de celular, na maioria das vezes. Nos últimos anos, os criminosos investiram na internet para golpes. O do link falso, por exemplo, instala um vírus no celular, que acaba roubando dados da vítima e tudo através de mensagens.

“Nos dias de hoje, o que mais temos que ter é a preocupação com torpedos, que são disparados em grande quantidade, principalmente, referente a questões financeiras. Informam que foi feito uma compra e, se você não fez essa compra, clica nesse link. Bancos não mandam torpedos com links”, disse o delegado Odilardo Muni, titular da DCT.

O delegado indica que o certo é manter contato diretamente com o próprio banco, por meio dos números de telefone e sempre ficar atento a links que podem ser falsos.

Dia do Comerciário: O que funciona em São Luís

O Dia do Comerciário, que será comemorado na próxima segunda-feira (18). A data vai mudar o funcionamento dos estabelecimentos nas cidades da Grande Ilha, que estarão fechados. É o que prevê a Convenção Coletiva de Trabalho assinada pela Fecomércio e o Sindicomerciários.

Segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Maranhão (Fecomércio-MA), lojas de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, não abrirão as portas, em função do feriado.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Luís, também informou que o comércio não vai funcionar na capital, neste dia. O feriado está previsto na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria.

Tradicionalmente comemorado na penúltima segunda-feira do mês de outubro, o Dia do Comerciário é determinado como um dia de descanso remunerado para os trabalhadores do comércio da capital, ficando vetada a abertura das lojas nesse dia.

Golpistas usam perfil do presidente da FMF para pedir dinheiro

O presidente Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio Américo Gonçalves, denunciou que, suspeitos estão usando um perfil falso, no WhatsApp, com a foto dele, para pedir dinheiro.

Antônio Américo alertou seus contatos. “Tem um pilantra tentando dar um golpe se passando por mim, usando a minha foto em um número desconhecido, por favor, não façam nenhum depósito”, postou no aplicativo.

Os suspeitos teriam conseguido uma cópia da agenda pessoal de contatos de Antônio Américo e enviaram mensagens, a partir de um outro número de celular, com a foto dele. Foram vários pedidos de dinheiro a conhecidas do presidente da FMF.

Ao abordar os contatos, o golpista diz se tratar de um número novo, separado apenas para trabalho, e que precisa realizar um pagamento ainda na data deste sábado (16). Alega que não possui limite suficiente para este dia e faz o pedido de valores que chegaram a R$ 950 para alguns contatos da vítima.

Nessa ação criminosa, os golpistas não clonam o WhatsApp, mas criam um perfil falso usando o mesmo nome e foto do usuário, com um número de telefone diferente. A partir disso, os estelionatários procuram contatos de pessoas próximas e inventam alguma história para justificar a troca de número e pedem depósitos em dinheiro.

“Não terá aumento de passagem de ônibus em São Luís”, diz Braide

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou que a passagem de ônibus não vai aumentar. É uma resposta aos empresários que já davam como certo o aumento da passagem para R$ 4,80. Os rodoviários anunciaram greve para dia 21, por tempo indeterminado.

“Não terá aumento de passagem de ônibus em São Luís! O momento é de melhorarmos a qualidade dos serviços. ‘Pra isso, estamos trabalhando todos os dias”, escreveu.

O Sindicato das Empresas de Transportes (SET) justificou o aumento por “não haver subsídio por parte da prefeitura e a ajuda do Governo Federal terminou em setembro”.

Na lista de pedidos dos rodoviários está 13% de reajuste salarial; jornada de trabalho de seis horas, ticket alimentação no valor de R$ 800; manutenção do plano de saúde com inclusão de um dependente; e auxílio creche, para trabalhadores com filhos pequenos.

Em São Luís, o valor de R$3,70 praticado no sistema de transporte público ainda é desde 2019.

 

 

Grande Ilha: Dez presos por suspeitas de integrar organização criminosa

Dez pessoas suspeitas de crimes como roubos, adulteração de veículos, assaltos a residência e ao comércio na Grande São Luís, foram presas, em operação policial, nesta sexta-feira (15).

A operação cumpriu mandados de prisão preventiva, temporária, busca e apreensão, contra investigados ligados à organização criminosa. o grupo era especializado em roubo e adulteração de veículo, agindo nos bairros do Anjo da Guarda, Vila Embratel, Vila Luisão, em São Luís e em Raposa, na Região Metropolitana.

Sete mandados foram cumpridos, um mandado de prisão temporária, dois autuados em flagrante por tráfico de drogas, três medidas cautelares diversas de prisão e 20 mandados de busca e apreensão. Após as formalidades legais, os indivíduos serão encaminhados para a Central de Custódia, onde ficarão à disposição da justiça.