Crianças já estão vacinando contra a Covid-19, em São Luís

Começou, neste sábado (14), a vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos, na capital maranhense. Nesta primeira etapa, serão vacinadas crianças com comorbidades ou deficiência. A vacinação será até as 18h, no Sebrae, UFMA, IFMA Maracanã e drive-thru do Shopping da Ilha e Ceuma Renascença.

O prefeito Eduardo Braide já havia anunciado a imunização, durante coletiva, na sexta (14), mas ainda sem data para início. Com o recebimento das doses, ainda neste dia, ele postou em suas redes, à noite, que a vacinação deste público já iniciaria hoje.

Para vacinar, é necessário apresentar certidão de nascimento ou RG, laudo médico ou receita médica que comprove a comorbidade, cartão de acompanhamento para a comorbidade ou deficiência e exames que comprovem a comorbidade. Crianças com sintomas gripais ou Covid-19, só serão vacinadas após quatro semanas.

Vacinação no Maranhão

A primeira criança a receber a dose do imunizante no estado foi Isabela Vitória Moraes, de 11 anos. A menina é autista e mora em Paço do Lumiar, município localizado na Região Metropolitana de São Luís. O Governo do Estado iniciou, na tarde de sexta-feira (14), a vacinação de crianças contra a Covid-19. A imunização foi no Shopping da Criança, na Beira Mar, em São Luís.

IFMA Monte Castelo suspende aulas por 14 dias

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA), no campus Monte Castelo, suspendeu as atividades presenciais por 14 dias. O motivo foi a confirmação de um caso de Covid-19. As aulas só retornam dia 26 de janeiro, para finalizar as atividades do segundo semestre de 2021.

Enquanto durar a suspensão, será adotado o ensino remoto, com aulas via Google Meet, para todos os alunos. As atividades administrativas ficam de 8h às 14h, em forma de rodízio.

Em nota, a instituição disse que a suspensão das aulas presenciais é uma medida de segurança, prevista nos protocolos sanitários.

Rede hospitalar privada lota com casos de gripe

Os hospitais da rede particular de São Luís estão lotados por conta do aumento dos casos de gripe e também, da Covid-19. Devido ao avanço das síndromes gripais, as unidades têm ficado com lotação muito acima da capacidade, o que se torna um risco de infecção e ainda, causa aglomerações. O resultado é de pacientes reclamando e atendimentos que não suportam a demanda.

No hospital São Domingos, o tempo de espera passa das quatro horas e algumas pessoas têm saído sem conseguir resolver seu problema. Em um post, na rede social da unidade, paciente deixou a insatisfação registrada pela demora no atendimento. “Situação degradante que eu passei ontem, nunca esquecerei. Eu passando mal na cadeira por horas, quase desmaiando. Falta de respeito”, diz.

O hospital alertou para a alta demanda de atendimentos e o consequente aumento do tempo de espera. Os problemas foram atribuídos às “mudanças climáticas e início das chuvas em nossa cidade, além de outros fatores, têm aumentado o número de atendimentos a pessoas com doenças respiratórias na Emergência, de modo que estamos com o volume de atendimento superior ao habitual. Diante desse cenário, o tempo de espera para o atendimento na Emergência de sintomas gripais do Hospital São Domingos tem se estendido”, diz a postagem.

Mais reclamação no atendimento do hospital Centro Médico. Paciente fala de tratamento de enfermeira, denuncia a falta de organização e médicos. A unidade não se pronunciou sobre o relato.

Funcionários param atividades no Porto do Itaqui

Trabalhadores que realizam os carregamentos e descargas de produtos no Porto do Itaqui, cruzaram os braços, na manhã desta segunda-feria (10). Eles reivindicam reajuste salarial imediato, ou ameaçam não retornar às atividades.

Imagens de vídeo que circula nas redes sociais, mostra a manifestação dos trabalhadores, em área externa do porto, onde ficam os ônibus estacionados. Nas conversas, os manifestantes gritam palavras de ordem e reclamam o reajuste. Um homem incentiva os demais dizendo que “tem que lutar”. O homem diz ainda que o protesto iniciou no vestuário.

O movimento teria sido comandado pelo sindicato da categoria e não tem prazo para terminar. Os manifestantes aguardam posicionamento da diretoria do Itaqui.

Presidente da Câmara Municipal de São Luís testa positivo para Covid-19

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), anunciou, em suas redes sociais, que testou positivo para Covid-19. O post, de sexta-feira (7), mostra o exame feito em laboratório da capital.

“Informo que, nesta sexta-feira (7), testei positivo para Covid 19, após fazer o exame preventivo. Graças a Deus e à vacina, estou me sentindo bem e com sintomas leves. No momento, estou em isolamento e cumprindo todas as orientações médicas”, diz o post do vereador.

Políticos que também declararam estar com a doença, foram o governador Flávio Dino (PSB) e o senador Weverton Rocha (PDT). Todos afirmaram ter sintomas leves e estão se recuperando em seus domicílios.

Isso mostra a importância da vacinação e também, de se manter os cuidados com uso de máscara, de álcool em gel, lavar as mãos, reforçar a imunidade com vitaminas, alimentar-se bem e tomar bastante líquido.

 

CPI do Transporte: Empresário, ex-secretário e sindicalista serão ouvidos na próxima sessão

A CPI do Transporte Público de São Luís voltará a se reunir na próxima terça-feira (11), na Câmara Municipal de Vereadores. Três pessoas serão ouvidas: Gilson Neto, proprietário da empresa Ratrans; Israel Petrus, secretário adjunto de Trânsito do município à época; e Isaías Castelo Branco, então presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Os parlamentares vão solicitar esclarecimentos referentes à licitação realizada em 2016 e sobre contratos de concessão aos empresários que operam o sistema de transporte público. Vão tratar ainda sobre questões trabalhistas e administrativas do sistema.

O foco da CPI é obter informações sobre como a SMTT fiscalizava o cumprimento das obrigações contratuais por parte das empresas; razão do desequilíbrio financeiro do sistema; os reais impactos da pandemia para as condições do transporte; os critérios considerados para definir o valor total da licitação; a operação do sistema de bilhetagem; manutenção dos terminais de integração; e possíveis soluções para a problemática do transporte público.

 

Rio Anil Shopping se posiciona sobre incidente na Praça de Alimentação

O Rio Anil Shopping emitiu comunicado explicando incidente ocorrido na noite de quinta-feira (6), em um dos restaurantes da Praça de Alimentação. Na ocasião, o espaço pegou fogo e uma mulher ficou ferida no incêndio. O shopping está funcionando normalmente, inclusive no local onde houve a ocorrência.

O acidente ocorreu após a funcionária manusear um dos rechauds do buffet e sofrer queimaduras. De imediato, o sistema de incêndio foi ativado. Equipes da brigada dos bombeiros também estavam no local para prestar socorro.

A situação causou pânico, mas o incidente foi contornado e a vítima socorrida.

Nota na íntegra:

“O Rio Anil Shopping informa que a praça de alimentação já está funcionando normalmente após um incidente ocorrido em um dos restaurantes.

Ao manusear um dos rechauds do buffet, uma colaboradora sofreu queimaduras. O sistema de detecção de incêndio, automaticamente, foi ativado, assim como a equipe de brigada atuou de imediato no socorro.

A colaboradora foi levada ao hospital onde permanece em atendimento”.

Suspeitos se entregam e polícia liberta reféns em assalto no Turu

Três pessoas foram presos, após uma tentativa de assalto com reféns em uma clínica na Avenida São Luís Rei de França, Turu, em São Luís, na quinta-feira (30). Os assaltantes se entregaram no início da noite após quase quatro horas de negociações com a Polícia Militar.

Ao todo, 16 pessoas foram mantidas reféns pelos criminosos. Por volta das 17h, dez pessoas, entre clientes e funcionários da clínica, foram liberados pelo trio. Os suspeitos mantiveram mais seis pessoas como reféns, até o fim das negociações.

A polícia apreendeu duas armas de fogo e os suspeitos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da justiça. Esta foi a segunda vez que o local sofreu assalto.

Mais chuvas intensas no Maranhão, alerta boletim climático

O Maranhão vai enfrentar um período de mais chuvas intensas e bem acima da média normal. É o que alerta boletim climático feito por diversos Centros de Meteorologia do Nordeste, que prevê fortes chuvas para a região norte do estado, no primeiro semestre de 2022.

Segundo o boletim, a previsão é de chuvas acima da média histórica, no centro-norte do Brasil, incluindo quase toda a metade oeste da região Nordeste. As águas vão atingir o Maranhão, Piauí e em grande parte, a Bahia.

Para janeiro, fevereiro e março, os volumes de chuva podem exceder 900 milímetros A cidades maranhenses com maior previsão de chuva para o período são Turiaçu, Bacabal e São Luís.

O boletim foi elaborado com a colaboração dos Centros Estaduais de Meteorologia do Nordeste, incluindo o do Maranhão, Ceará, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Bahia.

Desabrigados

Prevendo o aumento das chuvas, Municípios com histórico de ocorrências de enchentes, por conta do período chuvoso, já recebem atendimento das equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). Cidades nas regiões em torno dos rios Tocantins, Parnaíba e Mearim já sentem os efeitos das chuvas. Na lista estão Pedreiras, Formosa da Serra Negra, Imperatriz, Benedito Leite. A Defesa Civil, órgão do CBMMA, monitora para prevenção de acidentes e presta auxílio a desabrigados.

 

Prisões cresceram 43% na Grande Ilha, em 2021

Cresceu, em 43,40%, o número de prisões realizadas pela Polícia Civil, na Região Metropolitana de São Luís, em 2021. Foram 892 prisões, entre janeiro e dezembro, segundo dados da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC). Em 2020, somaram 622 prisões. No período, a SPCC registrou ainda, apreensões diversas.

Ao todo, foram realizadas 366 prisões preventivas, 235 prisões em flagrante, 152 prisões condenatórias, 29 prisões temporárias e duas prisões de civis.

O relatório divulga ainda, 41 cumprimentos de mandados de prisão, realizados pela Delegacia da Mulher, e 67 cumpridos pela Delegacia de Polícia Estadual (Polinter).

A SPCC registrou a apreensão de 240 armas de fogo, que eram utilizadas por grupos criminosos para a prática de diversos crimes na região.

Destaque ainda, para operações de combate às facções criminosas praticantes de crimes patrimoniais, dentre roubo de veículos, residências, coletivos e comércios. Houve grande número de prisões de suspeitos de homicídio e tráfico de drogas. No período, a Delegacia de São José de Ribamar superou a marca de 200 prisões.

A Polícia Civil disponibiliza o número de WhatsApp 098-98418-5661 para denúncias, sendo garantido o total sigilo. As denúncias também podem ser feitas pelo disque-denúncia, através do telefone 098-3223-5800.