Preso suspeito de crimes eleitorais distribuindo cestas básicas e com R$ 1,8 mi

A Polícia Civil do Estado do Maranhão em operação conjunta com a Polícia Militar, prendeu em flagrante, na sexta-feira (7), um homem suspeito da prática de crimes eleitorais na cidade de Centro Novo do Maranhão.

Durante rondas de patrulhamento conjunto, foi identificada a distribuição de cestas básicas em um bairro da cidade. Em que pese a distribuição estar sendo realizada pela administração pública, o ato contava com a participação direta de um particular com estreita ligação com um dos candidatos ao cargo de prefeito naquela cidade. Com o indivíduo, foi encontrado, ainda a quantia aproximada de R$1.800,00 (mil e oitocentos reais) em notas de R$50,00 (cinquenta reais) e R$100,00 (cem reais).

Realizada a oitiva dos envolvidos, dadas as circunstâncias encontradas, foi feita a prisão em flagrante do nacional pela suposta prática do crime de corrupção eleitoral previsto no artigo 299 da Lei Federal nº 4.737/1965 (Código Eleitoral).

Uma vez realizada a prisão, seguiram-se e com os trâmites procedimentais com a devida instauração de inquérito policial para a finalização do caso.

Sinart entrega mais uma etapa de obras em Terminal Rodoviário de São Luis

A sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico do Maranhão, SINART, responsável pela gestão e manutenção do Terminal Rodoviário de São Luís, entregou mais uma etapa de obras de requalificação.

A entrega corresponde a etapa de requalificação dos sanitários. Um projeto que atende a família inteira. A nova estrutura é composta por 10 chuveiros, banheiros feminino e masculino, 1 banheiro para PCD masculino, 1 banheiro para PCD feminino e fraldário, estrutura com revestimento de porcelanato e divisórias em granito.
Os serviços iniciaram pelos banheiros para resolver problemas antigos gerados pela falta de manutenção adequada. Os sanitários antigos não tinham acessibilidade, ventilação ou exaustão. A SINART aguarda agora a aprovação legal da prefeitura para dar prosseguimento a modernização que contará com a implantação de um sistema de tecnologia, catracas eletrônicas, lojas padronizadas, praça de alimentação e etc.


“Vamos focar em resolver os problemas em atenção voltada para usuários, por isso iniciamos um trabalho pelos banheiros. O projeto de requalificação e modernização no Terminal Rodoviário tem a previsão contratual de 4,5 milhões de investimentos, para poder transformar esse equipamento”, frisou o presidente do conselho administrativo da SINART, Eduardo Pedreira.

OBRAS EM ANDAMENTO:
As obras de requalificação têm objetivo de melhorar, modernizar e garantir segurança de forma eficiente a quem passa pela rodoviária de São Luís. A requalificação espacial da estrutura( telhado) está em andamento, é composta por 12 etapas, destas, 4 já entregues.
“Já podemos visualizar o padrão que o Terminal Rodoviário de São Luís irá ter após finalização de todas as reformas, sempre visando o melhor para o povo Maranhense. Teremos uma rodoviária de excelência e de qualidade”, afirmou o presidente da MOB, Daniel Carvalho.

Rodoviária antes da gestão SINART:
O banheiro estava em condições precárias, difícil imaginar que o Maranhense conseguia utilizar aquela estrutura. A nossa visão é totalmente a favor do usuário, que deve estar satisfeito. A SINART e a MOB, são o meio para possibilitar uma experiência satisfatória, com serviços adequados.

Pessoas com doença crônica já podem fazer teste de COVID no CT da beira-mar

O Centro de Testagem (CT) da Beira Mar abriu o agendamento para a realização do teste rápido de detecção de Codid-19 para pessoas com doenças crônicas. Para participar, basta agendar pelo aplicativo do Procon MA, no site do Procon ou  pelo Disque Saúde nº 3190-9091.

Podem solicitar a testagem aquelas pessoas que possuem doenças cardiovasculares, respiratórias, diversos tipos de câncer, entre outras doenças. É obrigatório apresentar um documento que comprove a doença crônica, como por exemplo, laudo médico, receituário, passe livre e declaração. Além destes, é preciso apresentar documento oficial com foto e cartão do SUS.

Por dia, serão agendados até 100 atendimentos, entre as 08h e 16h, entre segundas e sextas-feiras, com exceção de feriados.

Polícia Federal cumpre mandados para apurar crime eleitoral em Ribamar

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (03/11) a Operação Lei Mária*, com o objetivo de apurar o crime de corrupção eleitoral, supostamente praticado por um vereador do município de São José de Ribamar/MA.

O vereador contava com apoio de um cabo eleitoral, que retinha os títulos eleitorais de pretensos eleitores, com a promessa do pagamento da quantia de R$50,00 (cinquenta reais) em troca do voto.

Cerca de 21 policiais federais cumpriram seis mandados de busca e apreensão no município de São José de Ribamar/MA, tendo as ordens judiciais sido expedidas pela 47ª Zona Eleitoral.

Os materiais apreendidos serão analisados e se confirmadas as suspeitas os investigados responderão pelo crime de corrupção eleitoral, previsto no Art. 299 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65), com pena que pode chegar a 4 anos de reclusão, além de multa.

* Lei Mária: foi uma lei proposta por Mário em 120 a.C., que criou as famosas passagens ou pontes pelas quais só um eleitor passava (pons suffragiorum), a fIm de impedir que cabos eleitorais propusessem qualquer vantagem.

“Preconceito e desrespeito”: Márcio Jerry resume visita de Bolsonaro ao Maranhão

Não foi preciso muito tempo na cronometrada agenda de pouco mais do que oito horas a ser cumprida em território maranhense nesta quinta-feira (29) para que Jair Bolsonaro (sem partido) se envolvesse em outra das suas frequentes polêmicas. Em meio a uma grande aglomeração de pessoas e sem usar máscara, o presidente se divertiu com a cor rosa de um Guaraná Jesus, a bebida típica do estado, e aproveitou para fazer mais uma piada homofóbica que agora passa a contar na sua lista de gafes.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida a apoiadores.

Sem deixar passar, o presidente do PCdoB Maranhão, deputado federal Márcio Jerry (MA) repudiou o comportamento do mandatário e recordou a falta de obras a serem inauguradas pelo governo federal na região.

“Na agenda de Bolsonaro aqui no Maranhão tinha inauguração de tapa buracos e de um panelódromo. Aí ele aproveitou a vinda para proferir piada homofóbica contra maranhenses. Escolheu o estado para agredir com homofobia. Preconceito e desrespeito”, definiu o parlamentar, antes de emendar sua avaliação da visita: “As fotos de Bolsonaro no Maranhão o mostram em total desrespeito ao nosso povo. Sem máscara e fazendo piadinha preconceituosa. Um estúpido, nosso repúdio”, finalizou Jerry, atual vice-líder do partido na Câmara.

*Comitiva bolsonarista*

Ciceroneado pelo senador Roberto Rocha (PSDB), que já foi sarneyzista, tucano, socialista e agora é bolsonarista, o ex-capitão reformado do Exército visitou quatro municípios onde teve expressiva votação nas eleições de 2018. Apesar do pouco tempo, a visita mobilizou um enorme aparato de segurança. Em campanha antecipada para 2022, durante a passagem, a “caravana” bolsonarista também intensificou o apoio a Eduardo Braide (Podemos), candidato à prefeitura de São Luís.

Além de Rocha, a comitiva de “boas-vindas” a Bolsonaro foi formada pelos deputados federais Aluísio Mendes (PSC), Cléber Verde (Republicanos), Edilázio Júnior (PSD), Juscelino Filho (DEM) e Pastor Gildenemyr (PL).

*Enquanto isso…*

Paralelamente, o governador Flávio Dino, a quem Bolsonaro costuma atacar, não foi convidado pelo presidente para agendas conjuntas. Dino aproveitou o dia para inaugurar um campus da Universidade Estadual do Maranhão na cidade de São Bento e duas escolas. Também lançou as obras da universidade em outro município, São João dos Patos.

Bolsonaro cria mentira para não ir á cidade do senador Roberto Rocha

Em entrevista à rádio Jovem Pan nesta quarta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro disse que cancelaria sua viagem ao município de Balsas porque Flávio Dino (PCdoB) se negou a garantir segurança plena da comitiva presidencial no Maranhão.

“O governador Flávio Dino resolveu não ceder a Polícia Militar para fazer uma segurança mais aberta, digamos assim” mentiu Bolsonaro.

Entretanto, foi descoberto que não passa de fake news a negativa do governador Flávio Dino de dar segurança militar ao presidente Jair Bolsonaro em sua visita ao Maranhão.

Desde ontem, o secretário de Segurança Jefferson Portela já havia desmentido a fake news sobre o assunto, garantindo a presença ostensiva da PM na visita do presidente.

A secretaria de Segurança divulgou a seguinte nota: “A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informa que é mentirosa qualquer versão de que foi negada segurança ao Presidente da República pela pasta da Segurança Pública, em suposta visita à cidade de Balsas”.

O próprio governador Flávio Dino foi as redes sociais para deixar claro que tudo não passa de uma armação criada pelo próprio Presidente. “Acabo de descobrir que a mentira de que eu neguei segurança a Bolsonaro em Balsas partiu dele próprio. Exijo que ele mostre o documento que prova a sua versão”, disse Dino.

Ao que tudo indica, Bolsonaro criou a fake news como justificativa para não ir á cidade do senador Roberto Rocha.

Por Domingos Costa

“Propaganda é oportunidade para povo saber quem são e o que propõem os candidatos’, diz Márcio Jerry

Aproveitando o início do horário eleitoral nas Eleições 2020, que começa oficialmente nesta sexta-feira (9) no rádio e na TV, o presidente do PCdoB Maranhão e coordenador-geral da campanha de Rubens Júnior à prefeitura de São Luís, deputado federal Márcio Jerry, reforçou a importância de eleitores se informarem sobre as propostas e alianças de seus candidatos.

“Horário eleitoral começou, oportunidade para o povo saber quem são e o que propõem os candidatos. Rubens 65 exibindo biografia marcada pela competência, coerência, honestidade; posição política ao lado do governador Flávio Dino e do ex-presidente Lula. Do lado do povo, portanto”, destacou.

Ele também voltou a alertar sobre a postura do também deputado Eduardo Braide (Podemos) a respeito das alianças políticas construídas pelo pretenso prefeito na corrida eleitoral pelo comando do executivo da capital.

“Já o Braide terá que mostrar o que até aqui vem escondendo, dissimulando. Terá que explicar passagens pálidas e cheias de cometimentos que a ética na gestão pública não admite; terá que exibir seu patrono Roberto Rocha (PSDB); e mostrar sua aliança com o fascista genocida Bolsonaro (sem partido)”, emendou.

Temporariamente à frente das ações da campanha, enquanto Rubens Júnior se recupera da Covid-19, nesta quinta Jerry comemorou a adesão de mais um apoio à coligação “Ao lado do povo”: pastor Romualdo, da Assembleia de Deus, e o ex-juiz Márlon Reis. A campanha de Rubens integra os partidos PCdoB, PT, PP, Cidadania, PMB, Solidariedade e DC.

PSTU aciona Justiça para garantir tempo de TV para candidatos a prefeito e vereador em São Luís

O presidente do Diretório Municipal do PSTU em São Luís, Saulo Arcangeli, ajuizou ação na 2ª Zona Eleitoral de São Luís questionando a exclusão do Partido da distribuição do tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Em audiência realizada no TRE-MA no início do mês para definir as regras da propaganda eleitoral, os partidos sem representação no Congresso, como é o caso do PSTU, não foram incluídos na distribuição na propaganda no rádio e na TV com base em uma resolução do TSE.

Contudo, o partido alega que a Lei das Eleições (9.504/97) assegura que o percentual de 10% (dez por cento) do tempo deverá ser distribuído igualitariamente entre todos os partidos e coligações que tenham candidato e que tal regra não poderia ser alterada por uma resolução do TSE.

Além disso, trata-se de uma violação ao princípio democrático a exclusão de posições políticas, especialmente de oposição e enfrentamento como a do PSTU, do debate eleitoral em nossa cidade.

Já não bastasse o bloqueio da grande mídia, agora mais uma vez a falta de democracia promove a exclusão do PSTU da propaganda eleitoral no rádio e na TV. Não podemos nos calar perante tamanha injustiça. Apoie esta causa democrática e venha exigir conosco tempo de propaganda para Hertz Dias e os vereadores do PSTU.

Segue número do processo: 0600050-85.2020.6.10.0002

Carlos Madeira é o terceiro a desistir da disputa pela prefeitura de São Luís

Há exatos 39 dias para as eleições, Carlos Madeira (solidariedade) desiste da corrida eleitoral. O ex-juiz anunciou sua saída da disputa pela prefeitura de São Luís nesta quarta-feira (7), através de uma carta que relata o motivo de sua decisão.

Carlos Madeira se recupera de sequelas deixadas pelo novo Coronavírus, em que foi recentemente liberado pela junta médica para voltar com as ações de campanha. Mas a intensidade dos trabalhos, com caminhadas, reuniões e entrevistas diárias, fizeram com que Madeira desistisse da disputa.

Além do ex-juiz, Detinha e Adriano Sarney (PV) haviam desistido de disputar a prefeitura. Wellington do Curso foi forçado a sair por decisão do partido, que anunciou apoio a Eduardo Braide (Podemos). Rubens Júnior foi substituído em ações presenciais pelo presidente do partido Márcio Jerry (PCdoB), o vice da chapa Honorato Fernandes (PT) e a senadora Eliziane Gama (PP)

Agora testam 10 candidatos a prefeito de São Luís.

Será que o número se sustenta até o pleito, ou teremos novas surpresas?

Veja a carta na íntegra
CARTA AO POVO DE SÃO LUÍS

A convite de amigos, e por sugestão de pessoas simples, representantes da periferia e da zona rural, decidi aceitar o desafio de concorrer à Prefeitura de São Luís nas eleições de 2020. Trouxe comigo as minhas origens, a história de vida, a minha biografia e o desejo de trabalhar ainda mais pela nossa cidade.

Os caminhos que percorri nesses meses de pré-campanha e os primeiros dias de candidatura oficializada não foram fáceis, porque, ao lado de um time de pessoas sérias, éticas, combativas e independentes, compreendi que a luta só valeria a pena se todos abraçassem um projeto de mudança efetiva para São Luís, com uma arrojada pauta de justiça social para todas as áreas da administração municipal.

A pré-campanha foi interrompida ainda no início, por quase três meses, com as restrições decorrentes da pandemia. E no meio do caminho, antes mesmo da nossa convenção partidária, fui alcançado pela Covid-19.

Fiquei por duas semanas em isolamento, cumprindo a quarentena até receber a confirmação de que a carga viral estava zerada. Perdi cerca de oito quilos em 12 dias de hospital. Mesmo frágil físicamente, tomei a decisão deretomar os compromissos de campanha em respeito ao povo, ao partido Solidariedade e à nossa militância.  

Não sabia que o pior ainda estava por vir. Dia após dia a fadiga foi me consumindo e comprometendo a minha fala e o meu raciocínio. Só depois fui informado pelo médico que acompanha o meu caso, Dr. Serafim Gomes de Sá, de que a minha dificuldade respiratória era apenas mais uma das muitas consequências possíveis do coronavírus, aquilo que a ciência está chamando agora de Síndrome pós-Covid.

Quem conhece a minha história sabe que jamais me esquivei de responsabilidades. Mas, aconselhado pela minha esposa, pelos meus filhos e por médicos que acompanham o meu caso clínico, e em nome da minha saúde, tive que tomar uma das decisões mais difíceis da minha vida: abrir mão de um projeto que hoje reputo coletivo, porque não é mais do Madeira, mas de tantas e tantas pessoas espalhadas pelos bairros e pela zona rural dessa cidade que tanto amo.

Informo, portanto, que hoje retiro a minha candidatura a prefeito de São Luís, por não ter condições físicas de dar continuidade à intensa agenda de compromissos que eu, antes de qualquer outro candidato, fiz questão de não apenas assumir, mas de registrar publicamente em cartório.

Chego até aqui sem qualquer decepção ou mágoa, mas commuita gratidão aos meus familiares e tantos amigos. Agradeço o apoio de todos que trabalharam comigo até agoraequipe de coordenação, militância e candidatos a vereador. Agradeço a compreensão dos nossos eleitores, sobretudo. Agradeço ao Capitão Jeremias, meu companheiro de chapa, pela caminhada leal e destemida.

Agradeço ao meu partido, o Solidariedade, pela acolhida e pelas trincheiras de luta que conseguimos erguer, juntos, em tão pouco tempo. Continuarei na política, como presidente do diretório municipal de São Luís, e no momento oportuno reiniciarei minha jornada partidária na busca permanente pordias melhores para o nosso povo. Porque, como Martin Luther King, continuo acreditando que “pior que o grito dos maus é o silêncio dos bons”.

Como aprendizado, levo para a vida a lição de que, para recuar de uma batalha, é preciso antes de tudo ter humildade e sabedoria para reconhecer os riscos. Faço opção por cuidar da minha saúde. E, se puder oferecer apenas um conselho, direi a todos: cuidem-se! O vírus ainda está no nosso meio e as sequelas da Covid-19 são imprevisíveis. Que Deus nos proteja!

São Luís, 7 de outubro de 2020.

José Carlos do Vale Madeira

Band Maranhão divulga pesquisa realizada após debate entre candidatos a prefeito de São Luís

O instituto DataIlha e a Band Maranhão divulgaram nesta terça-feira (06) a pesquisa de intenções de voto para a Prefeitura de São Luís realizada após o Debate 2020 da Band.

Na pesquisa estimulada, em que são apresentados os nomes do candidatos, Eduardo Braide (Podemos) está com 44,4%; Duarte Júnior (Republicanos) tem 10,8%; Neto Evangelista (DEM) está com 8,5%; Rubens Júnior (PCdoB) vem logo em seguida com 7,1%; Bira do Pindaré (PSB) tem 3,8%; Jeisael Marx (Rede) aparece com 3,4%; Yglésio Moyses (PROS) está com 1,4%.

Com menos de 1%, estão Carlos Madeira (Solidariedade), Hertz Dias (PSTU) e Franklin Douglas (PSOL) com 0,7%, 0,4% e 0,4%, respectivamente.

Segundo o levantamento, branco/nulo somam 7,5% Não sabem ou Não responderam tem 11,6%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 01 e 03 de outubro, em que foram ouvidas 1.080 pessoas e foi  registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-09163/2020.

A margem de erro é de 3% e o nível de confiança é de 95%.