PSB sob comando de Bira do Pindaré

O deputado federal Bira do Pindaré irá assumir o comando do diretório estadual do PSB no Maranhão. A presidência estava sendo exercida pelo governador Flávio Dino, após o anúncio da troca do PCdoB pelo PSB.

Segundo Bira, o governador decidiu se afastar das atividades partidárias em virtude das atribuições como chefe do Executivo estadual.

Com isso, fica na responsabilidade de Bira do Pindaré encaminhar a sigla durante o período eleitoral de 2022.

Eleições 2022: Felipe Camarão pode ser vice na chapa de Brandão

O atual secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão, já figura entre os nomes para compor a chapa de Carlos Brandão (PSB) para governador do Estado, nas eleições de 2022. O secretário é cotado para ser vice de Brandão. Um encontro, nesta segunda-feira (02), entre Brandão, o titular da Seduc e o presidente do PT no Maranhão, Augusto Lobato, já formata essa possibilidade.

Caso seja confirmado como vice, Camarão, que é filiado ao PT, reforça a aliança de Brandão com o Partido dos Trabalhadores. Felipe Camarão se coloca à disposição das discussões sobre seu nome, mas ainda não confirmou publicamente o que será decidido.

Outro que também tenta cooptar o PT é o senador Weverton Rocha (PDT), porém, tem focado mais na esfera nacional.

Fato que as conversas estão se formatando para composição das chapas de olho nas eleições de 2022, de ambos os lados e a decisão deve partir mesmo do governador Flávio Dino.

PSB: Flávio Dino preside filiação de 6 secretários de estado

Após anunciar sua filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), o Governador Flávio Dino presidiu nesta quinta-feira (8), o ato de filiação de membros da cúpula do Governo do Estado.

Dentre os novos filiados, encontram-se quatro secretários de Estado: Rogério Cafeteira (Esporte e Lazer), Carlos Lula (Saúde), Jefferson Portela (Segurança Pública), Catulé Júnior (Turismo) e Marcos Pacheco (Políticas Públicas).

Além dos secretários, foi também introduzida ao Partido a Presidente do PROCON/MA, Karen Barros. “Foi uma honra ser convidada pelo governador (Flávio Dino). Não sou filha de político, e ele confiou no meu trabalho, feito através do Viva e PROCON”, lembrou Karen.

Outro nome associado ao PSB na solenidade foi o do Deputado Federal pelo Maranhão, Duarte Júnior, que declarou ser uma grande honra fazer parte da legenda socialista. Ele se junta ao colega de bancada, também filiado ao Partido, Bira do Pindaré.

Rogério Cafeteira, secretário de Esporte e Lazer, afirmou o “sentimento de continuar contribuindo com a mudança do Maranhão, ao lado do governador Flávio Dino”.

O evento foi realizado de forma presencial, com transmissão através da rede social de Dino. No discurso, o Governador enalteceu o desejo de dialogar com diversos setores políticos e da sociedade, além de promover uma chapa forte de deputados, visando as Eleições de 2022.

Por Paulo André Freitas / O Imparcial

Mirando 2022: Karen Barros, Marcos Pacheco, Rogério Cafeteira e Catulé Júnior se filiam ao PSB

Se filiam ao PSB, na quinta-feira (8), os secretários de Estado do Esporte, Rogério Cafeteira; do Turismo, Catulé Júnior; de Políticas Públicas, Marcos Pacheco, e a presidente do Procon, Karen Barros.

Com a filiação do governador Flávio Dino, o PSB iniciou um processo de reestruturação e deve chegar a 2022 com potencial para eleger um número expressivo de deputados estaduais e federais.

Na lista de novos nomes que passam a integrar o PSB, está o do ex-deputado estadual, Rogério Cafeteira. “Hoje encerro um ciclo na minha vida política com o pedido de desfiliação do DEM. Meu agradecimento ao presidente Juscelino Filho e aos demais colegas de partido. Seguirei me dedicando às lutas sociais e políticas pelo povo maranhense em uma nova legenda partidária”, disse Rogério Cafeteira.

O ato de filiação coletiva contará com a presença de Flávio Dino, presidente estadual do PSB.

Novos filiados do PSB-MA vão compor para Assembleia em 2022, diz Bira do Pindaré

Para a próxima semana, movimentação bem avançada no parlamento estadual, com a filiação de vários nomes no PSB-MA, informou o deputado federal, Bira do Pindaré. em entrevista à jornalista Daniela Bandeira, apresentadora do Band Cidade, na Band Maranhão. Os novos nomes vão formar a composição do partido já com o foco para a Assembleia Legislativa, nas eleições de 2022.

Na lista de novos filiados ao PSB, estão, o ex-deputado e atual secretário de Estado de Esporte e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteria e o atual secretário de Estado do Turismo (Setur), Catulé Junior.

“Outros nomes serão revelados nos próximos dias e com estes, tenho certeza, terão suas filiações abonada pelo governador Flávio Dino, que é o nosso presidente e também por mim,  como deputado federal do partido, que temos acolhido de braços abertos essas lideranças que chegam ao PSB para reforçar a nossa luta no estado do Maranhão”, ressalta Bira do Pindaré.

Bira do Pindaré também tratou das alianças, conversas, parcerias e o que se desenha no PSB para a cadeira do Governo do Estado nas eleições 2022. “Tenho participado mais diretamente das chapas proporcionais e organização do nosso partido no estado do Maranhão”, frisou.

O deputado federal enfatizou ainda que, “o governador Flávio Dino, que é o líder da sua sucessão, saberá conduzir todas as tratativas necessárias para garantirmos uma sucessão tranquila e que viabilize a continuidade de um trabalho belíssimo que ele vem fazendo em favor do estado do Maranhão. Nossa confiança é no trabalho, capacidade e competência do governador de construir o consenso do seu grupo para que a gente possa fazer uma sucessão tranquila no estado do Maranhão”.

Filiação do deputado Duarte Jr ao PSB

Nesta terça-feira (29), o deputado estadual Duarte Jr vai formalizar sua filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), em uma live com a participação de várias lideranças da legenda, entre eles, o governador do Estado, Flávio Dino.

O deputado recebeu convites de outros partidos como o PL, por meio do deputado federal Josimar de Maranhazinho; e também, do PSDB, pelo vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão. Porém, escolheu o PSB, após ter participado de reunião com o Presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, em Brasília, e por conta do convite pessoal do governador do Maranhão, que também é um dos nomes confirmados para a legenda, nas eleições de 2022.

A cerimônia de filiação será na sede do PSB, localizada na Rua das Acácias, n-08, Jardim Renascença (quarta rua à direita, após a Clínica São Marcos). A live será transmitida no Instagram do governador Flávio Dino e do deputado Duarte Jr.

Flávio Dino oficializa filiação ao PSB

O governador do Maranhão, Flávio Dino, oficializou sua filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), em cerimônia, nesta terça-feira (22), em Brasília, o . Em discurso, Dino destacou a união e falou em convergência de todos os partidos a favor da democracia e de um projeto de governo contra a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Minha vinda para o PSB é um encontro com este momento atual em que autenticamente se exige tanto da militância patriótica e socialista do Brasil (…) a nossa tarefa não é pequena, por mais absurdo que seja, o Bolsonaro será candidato a reeleição. Por sobre uma pilha de tragédias, nada de positivo a apresentar e obras não há. Derrotá-lo não é tarefa de poucos, não é tarefa de muitos, é de todos”, afirmou.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, afirmou que a vinda de Flávio Dino para o partido significa um reforço em defesa da luta da democracia. “Um reforço extraordinário nessa luta democrática que empreendemos junto aos partidos de oposição, de esquerda, e com todos os partidos democráticos do nosso país. Vocês, com a dimensão que tem, com a importância que tem e o que representam na política brasileira, estão dando valor também, ao ingressar ao Partido Socialista Brasileiro, a uma luta que já vem de muito tempo”, disse.

O governador do Maranhão é cotado para disputar o Senado nas Eleições 2022. No entanto, ainda é especulado possibilidade de ele compor, como vice, na chapa do ex-presidente Lula (PT), que disputará a Presidência da República em 2022.

PCdoB

Flávio Dino segue para o PSB após uma trajetória política de 15 anos no Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Em comunicado, agradeceu os anos de ‘militância’ e falou em gratidão fraterna pela convivência.

“Agradeço ao PCdoB a acolhida fraterna nesses 15 anos de militância. Diferenças que hoje temos, de estratégia e tática políticas, são menos importantes do que o meu reconhecimento ao papel histórico do partido na defesa de um novo projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil”, disse Dino.

De 1987 a 1994, Flávio Dino foi filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2006, se filiou ao PCdoB e em 2014, foi eleito governador do Maranhão, sendo o primeiro filiado do PCdoB a governar um Estado.

Flávio Dino no PSB

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou nesta sexta-feira (18), por meio de uma rede social, que encaminhou o pedido de filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Segundo Dino, a filiação será realizada na terça-feira (11), junto com o deputado federal Marcelo Freixo (RJ).

“Hoje encaminharei meu pedido de filiação ao PSB, por intermédio do presidente @csiqueirapsb. Já comuniquei aos colegas governadores @PauloCamara40 e @Casagrande_ES. Filiação será na terça, 11h, junto com o amigo e líder @MarceloFreixo”, disse.

O anúncio foi feito um dia após ele pedir a desfiliação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), partido no qual passou 15 anos da sua vida política. Com a ida para o partido, Flávio Dino se junta aos outros dois governadores do país que são do PSB. São eles Paulo Câmara, de Pernambuco, e Renato Casagrande, do Espírito Santo.

As conversas entre Flávio Dino e o Partido Socialista se iniciaram ainda no ano passado. Desde do início de maio, que Dino vinha conversando com aliados para levá-los para a legenda.

O governador do Maranhão é cotado para disputar o Senado nas Eleições 2022, no entanto, ainda é especulada a possibilidade de ele compor, como vice, na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que disputará a Presidência da República em 2022.

Weverton ou Brandão: Flávio Dino fala em ‘decidir’ sobre nome para disputar o Governo do Maranhão em 2022

O governador maranhense Flávio Dino (PC do B), falou sobre o futuro nome para ocupar a vaga ao Governo Estadual, nas eleições de 2022. O assunto foi discutido em entrevista ao programa ‘Agora’, da Rede Meio Norte. Na ocasião, Dino pontuou as articulações em torno de quem irá substituí-lo no governo do Maranhão, citou conversas com partidos e afirmou que o nome sairá de decisão conjunta com seu grupo político.

Quando perguntado sobre o candidato ser o senador Weverton Rocha ou o vice-governador, Carlos Brandão, o governador Flávio Dino disse que conversas estão em andamento. “Estamos conversando com os partidos, de modo bem prudente e cauteloso, uma vez que ainda há um largo período até a eleição, no final ano que vem. Estamos numa fase muito embrionária. Não há ainda esse agendamento na sociedade, tendo em vista as urgências que estão postas no dia a dia, referindo aos aspectos sanitários e socioeconômicos. Razões pelas quais, deixarei esse tema mais para frente”, enfatizou.

Flávio Dino citou que em novembro ou dezembro deste ano deve ser concluído o período de consultas. “Até lá, teremos um cenário mais claro sobre as eleições de 2022”, avaliou. Na agenda, dia 31 de maio, o governador vai reunir com os partidos que integram o governo. “A partir deste encontro, vamos estabelecer um cronograma que deve nos levar a uma definição de um nome, até dezembro. Aí sim, teremos um contorno definitivo de como nosso grupo vai disputar as eleições no Maranhão”, disse.

Flávio Dino afirmou ainda que a decisão pelo nome será uma escolha conjunta com seu grupo político. “Tenho conduzido as coisas assim, sempre de modo participativo. Pela honra que tenho que governar o Maranhão, me cabe a coordenação do processo e a palavra final, mas nunca de modo pessoal, e sim, mediante a oitiva de segmentos políticos e sociais. Sobretudo, por termos o compromisso muito grande de garantir a continuidade desse processo de mudanças que o Maranhão vem atravessando”, explicou Flávio Dino.

Sobre a saída do seu atual partido, PCdoB, e uma filiação ao PSB, Dino pontuou o debate interno que ocorre no seu partido, a legislação eleitoral que impõe obstáculos e barreiras como a proibição de coligações proporcionais. “Temos um cenário institucional novo no Brasil, com a redução do número de partidos, que deve diminuir ainda mais no próximo ano”, pontuou.

Dino acrescentou informando sobre reunião da direção nacional do PCdoB. “Nesta ocasião, opinarei sobre o que acredito ser o melhor caminho e após esse debate partidário, poderei ou não fazer algum tipo de migração. Não antes de esgotar esse debate, uma vez que tenho uma relação de muita confiança e fraternidade com o PCdoB. Mas, com tempo, calma, não há agonia, uma vez que as eleições serão somente em 2022”, concluiu. A reunião será virtual, neste fim de semana.

PSB oferece comando do partido no Maranhão a José Reinaldo Tavares

O deputado federal José Reinaldo recebeu autorização da cúpula do PSB para deixar o partido. Até o último momento, o presidente da legenda, Carlos Siqueira, tentou demovê-lo da decisão de sair.

Foi oferecido o comando da legenda no Maranhão (hoje liderada pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa), mas Tavares rejeitou, pois já estava apalavrado com o DEM.

O ex-governador deverá se filiar ao partido de Rodrigo Maia ainda no começo de dezembro e deve sair candidato ao Senado pela legenda.

Outros deputados revoltados com os rumos do PSB não deverão ter a mesma facilidade para dar adeus à sigla.