MA: Corpo de Bombeiros reforça assistência às famílias atingidas pelas chuvas

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) mantém o trabalho de resgate e realocamento das famílias afetadas pelas chuvas no estado. segundo boletim divulgado nesta quinta-feira (20), são 1.471 famílias desabrigadas ou desalojadas e 16 cidades em situação de emergência. Os que necessitam de abrigos públicos, foram acomodadas pelo Governo do Estado e Defesa Civil.

Além de atuar na entrega de alimentos (quentinhas e cestas básicas), o Corpo de Bombeiros realiza vistoria nas estruturas atingidas pelas águas, atua no resgate e realocamento das famílias e auxilia no transporte de profissionais da saúde para atendimento nas áreas mais prejudicadas.

Na cidade de Imperatriz, uma das mais afetadas, as equipes distribuíram brinquedos em todos os abrigos públicos, alcançando 240 crianças. Os brinquedos foram adquiridos pelo Governo do Estado.

Mirador, Grajaú, Barra do Corda, Jatobá, Paraibano, Formosa da Serra Negra, Imperatriz, Vila Nova dos Martírios, Fortuna, São Luís Gonzaga, Parnarama, Buriti Bravo, São Roberto,  Lagoa Grande do MA, São Pedro da Água Branca e Colinas são as cidades que decretaram situação de emergência. Além desses municípios, outros 15 seguem em monitoramento pela Defesa Civil.

Armas, mais de dois mil relógios e 20 mil em dinheiro apreendidos pela PRF

Dois homens foram presos após serem flagrados transportando mercadoria  sem nota fiscal, na BR-316, em Caxias. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fiscalizava a área e abordou os suspeitos, que demonstraram nervosismo.

Os policiais encontraram uma faca, uma pistola calibre 320 e um revólver calibre 38, 2.364 unidades de relógios de várias marcas sem nota fiscal e uma quantia de R$ 20.276.

Os suspeitos podem responder pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal e porte de arma branca.

Meio milhão apreendido pela Polícia Federal, em abordagem na BR 316

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de meio milhão de reais, durante abordagem de rotina, na BR 316, município de Peritoró, a 236 km de São Luís, na terça (18). No veículo estavam duas pessoas, que demostraram nervosismo, indicando algum ilícito.

A polícia realizou busca pessoal e veicular, encontrando a quantia de R$ 575.860, em dinheiro. O valor estava em sacos e mochilas, no banco traseiro e no console central do veículo.

Os dois homens confirmaram serem os donos do valor, mas não souberam informar a origem. Diante dos fatos, o dinheiro foi apreendido e eles encaminhados para a sede da Polícia Federal de Caxias.

Josimar do Maranhãozinho pode desistir de pré-candidatura ao Governo

Josimar do Maranhãozinho (PL) teria admitido a aliados que deve desistir da pré-candidatura ao governo do estado. O motivo seria falta de apoio político. O parlamentar foi avisado que não terá o apoio de Jair Bolsonar, o para encabeçar uma disputa majoritária no estado.

Em reunião no Palácio do Planalto, semana passada, aliados de Bolsonaro alertaram o presidente de que ele pode sofrer um desgaste desnecessário, caso tenha seu nome vinculado à candidatura de Maranhãozinho.

Além disso, as principais lideranças do estado, como o governador Flávio Dino (PSB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), querem distância do parlamentar. Por esses fatores, a avaliação dos correligionários de Maranhãozinho é a de que ele concorrerá à reeleição, justamente para manter o foro privilegiado.

Maranhãozinho foi pego, em flagrante, com maços de dinheiro fruto de emendas parlamentares, como revelado com exclusividade pela Crusoé. A Polícia Federal imputou a ele crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, pelo desvio de recursos de emendas parlamentares.

Maranhão contabiliza 31 municípios atingidos pelas chuvas

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) informou, nesta terça-feira (18), que acompanha 31 cidades com registros de alerta ou que já fez levantamento dos prejuízos causados pelas chuvas intensas no Estado. A Defesa Civil Estadual contabiliza 1356 famílias desabrigadas e desalojadas em todo o Maranhão.

Já decretaram situação de emergência, os municípios de Mirador, Grajaú, Barra do Corda, Jatobá, Paraibano, Formosa da Serra Negra, Imperatriz, Vila Nova dos Martírios, Fortuna, São Luís Gonzaga, Parnarama, Buriti Bravo, São Roberto, Lagoa Grande e São Pedro da Água Branca.

No município de Imperatriz, equipes de bombeiros de outras cidades reforçam o trabalho realizado pela Polícia Militar, em operação de auxílio aos afetados, que é realizada durante todo o dia. Transporte de pessoas dos locais alagados, entrega de cestas básicas, distribuição de quentinhas, resgate de animais, transporte de bens e entrega de medicamentos estão entre as ações desempenhadas pelos profissionais.

Rio Tocantins baixa, mas número de afetados se mantém

Nesta segunda-feira (17), a Defesa Civil informou que houve uma baixa no nível das águas do rio Tocantins, em Imperatriz. Alento para as várias famílias afetadas com as enchentes. O rio, que chegou a 10,80 metros acima da marca zero, agora voltou a 10,75.

De acordo com a Defesa Civil, o nível do rio voltou para a marca de 10,75, cinco centímetros a menos da medição do domingo (16). Apesar de parecer pouco, a redução mostra uma tendência de que possa diminuir, ainda mais, o seu volume.

Mesmo com a baixa do nível do rio, o número de famílias desabrigadas e desalojadas na cidade continua o mesmo dos últimos dois dias – 419. Destes, 193 famílias estão em abrigos municipais e 226 em casas alugadas e de parentes. São cerca de 1600 pessoas em situação de vulnerabilidade, por contas das enchentes.

Moradores do Colinas Park retiram veículos de enchente; previsão de mais cheia do rio Tocantins

Moradores do condomínio Colina Park, em Imperatriz, continuam sofrendo com a enchente causada pelas chuvas. Neste sábado (15), um grupo se reuniu para retirar veículos do local, todos tomados pelas águas. Foi improvisada uma espécie de canoa, feita com tambores, para conseguirem carregar os carros e driblar a área que permanece inundada. Equipes da Defesa Civil ajudaram no trabalho.

A previsão das autoridades é que o nível do rio suba ainda mais, neste fim de semana, pois a chuva permanece, junto com aumento da vazão da Hidrelétrica de Estreito, que impacta diretamente na cheia do Tocantins e nas enchentes na cidade.

O nível do rio estava em 10,75 metros, acima do marco zero, com vazão da hidrelétrica de 18 mil metros cúbicos por segundo. Nesse ritmo, a previsão da Defesa Civil é que nível eleve em cerca de 30 centímetros, nas próximas horas. As autoridades mantêm o alerta de risco e equipes do Corpo de Bombeiros vão auxiliar no resgate e suporte às famílias atingidas.

Imperatriz soma 1.531 pessoas impactadas pela cheia do rio – desabrigadas ou desalojadas. As áreas mais afetadas são os bairros Caema, Beira Rio, Areal, Vila Leandra e o loteamento Colina Park.

Chuvas afetam mais de 840 famílias no Maranhão

Um total de sete cidades do Maranhão já decretaram situação de emergência, por causa das fortes chuvas que atingem o Estado e têm causado enchentes em vários rios. Os municípios que estão em calamidade são: Mirador, Grajaú, Barra do Corda, Jatobá, Paraibano, Formosa da Serra Negra e Imperatriz.

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) contabiliza 842 famílias desabrigadas (que estão em abrigos públicos) ou desalojadas (que estão em casa de parentes).

A população prejudicada está recebendo cestas básicas, medicamentos, além de transporte e resgate. As famílias também recebem consultas médicas, exames, vacinas do cronograma regular e contra a Covid-19. São realizados testagem e distribuídas máscaras nesta regiões. As ações são coordenadas pelo Corpo de Bombeiro, Defesa Civil e apoio das prefeituras.

Governador Flávio Dino emite decreto que retorna o uso obrigatório de máscara em locais fechados

O governador Flávio Dino editou novo decreto, na tarde desta sexta-feira (7), anunciando a volta  da obrigatoriedade do uso de máscaras no Maranhão, em ambientes  fechados. A medida é devido ao crescimento dos casos de Covid-19  e das várias ocorrências de gripe no estado.

Segundo o decreto, o retorno da obrigatoriedade  em locais fechados é por conta do avanço de casos de gripe, da Covid-19 e também da ômicron, que já tem diversas ocorrências no país.

O documento pontua que a medida “considera a necessidade de avaliação diária dos casos de infecção por Covid-19, dos indicadores epidemiológicos, do perfil da população atingida e do avanço da vacinação no Estado, visando à definição de medidas proporcionais ao objetivo de prevenção”.  Diz ainda que “o objetivo do Governo do Estado é que a crise sanitária seja superada o mais rapidamente possível”. Porém, enquanto isso não ocorre, as flexibilizações vêm sendo revistas.

O governador já havia antecipado, em coletiva no final de 2021 que, se houvesse  alta dos casos, o uso do item voltaria a ser obrigatório em locais fechados.

Em locais abertos, o uso continua facultativo no Maranhão, em cidades com mais de 70% de vacinados, menos para aqueles que estiverem infectados.

O decreto está publicado no Diário Oficial do Estado e já entra em vigor.

Operação da Polícia Civil combate tráfico de drogas e agiotagem no Maranhão

Cinco pessoas detidas em operação da Polícia Civil, realizada na cidade de Miranda do Norte. A ação tem como foco investigar crimes de tráfico de drogas, agiotagem e apropriação indébita de cartões, além de demais objetos. Os suspeitos são apontados por empréstimos ilegais.

No primeiro caso, segundo as investigações decorrentes de denúncias enviadas à Delegacia de Polícia Civil de Miranda do Norte, alguns suspeitos, moradores do Bairro Novo, estariam realizando empréstimos de forma ilegal. Eles cobravam altas taxas de juros (crime de usura) e ainda retiam cartões bancários de benefícios sociais e outros objetos.

Com mandados de busca e apreensão, os policiais localizaram indícios de parte desses crimes. Foram apreendidas várias notas promissórias, cartões bancários em nome de terceiros e dinheiro em espécie. Nessa etapa da operação, três pessoas foram presas por agiotagem e apropriação indébita.

No Bairro Santa Bárbara, uma mulher de 40 anos de idade e um homem de 32 anos de idade, foram presos pelo crime de tráfico de drogas. Segundo as investigações, há indícios de que essas pessoas presas atuavam como ‘laranja’ de suposto traficante da região.