Santa Inês tem zero ocupação de leitos Covid-19

Depois de ter vários meses com ocupação 100% de leitos exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19, a cidade de Santa Inês, interior do Maranhão, chegou a ter ocupação zero de pessoas com novo coronavírus.

A Secretaria de Saúde de Santa Inês registrou na tarde de domingo (11) e na manhã de segunda-feira (12), 0 pacientes internados no setor de Covid-19 no Hospital Municipal Provisório.

No Twitter, o Prefeito Felipe dos Pneus comemorou e acrescentou que essa é “uma vitória de todos”.

Um enorme avanço já que desde o mês de março o município apresentava alta no número de caso ativos e internações. Os casos passaram de 60 no dia 1º/03 para 336 no dia 31/03. E esse número se manteve crescente. O que levou a gestão a ampliar o número de leitos de 11 para 31 na ala Covid-19 no Hospital Municipal. E esse quantitativo esteve sempre próximo da lotação. “Tivemos períodos que tínhamos mais de 30 pacientes internados na Ala COVID do Hospital Municipal Tomaz Martins. E hoje nos depararmos com essa mesma Ala sem nenhum paciente é confortante” destaca o Diretor Administrativo do Hospital Municipal, Francisco Castro, que também deu ênfase ao empenho de todos os profissionais da saúde.

Barreiras sanitárias contra a Covid-19 são implantadas em Barreirinhas

A prefeitura de Barreirinhas, através de uma ação conjunta das Secretarias de Turismo e Saúde com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), tem realizado periodicamente fiscalizações educativas para inibir a proliferação do Covid-19. O objetivo é garantir mais qualidade de vida aos trabalhadores do turismo e população local.

Para garantir um turismo seguro, foram implantados pontos de fiscalização em locais estratégicos na estrada da cidade, nos pontos de travessias de visitantes ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, (Porto do Banho/ Porto da Maria Bastos/ Porto do Santo Antônio). Equipes de plantão realizam aferição de temperatura, textos rápidos para detecção da Covid-19, distribuição de álcool em gel e palestras sobre a importância de obedecer aos protocolos de segurança.

Segundo o Secretário de Turismo, Carlos Kerluylys, a iniciativa garante o funcionamento da economia local. “Essas ações estão acontecendo rotineiramente para não parar as atividades turísticas no município e preservar a saúde de todos, garantindo a manutenção dos postos de trabalho”, disse.

A Secretária de Saúde Karina Keise, destaca que “a prefeitura além da fiscalização nos pontos que dá acesso ao parque, também tem intensificado esse trabalho nos horários noturnos, para cumprir o decreto Municipal”.

Participam da ação a Polícia Militar, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Civis, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal entre outros agentes públicos para garantir a saúde de todos. Essas ações devem continuar até o fim da Pandemia e intensificar com a chegada da alta temporada.

Thaiza Hortegal está com Covid19 de novo ?

A assessoria de imprensa da deputada estadual Thaiza Hortegal divulgou nota, neste sábado (8), informando a internação da parlamentar em hospital particular de São Luís por conta de desconforto respiratório.

Thaiza já esteve internada, anteriormente, por conta de Covid19, chegando a ficar por alguns dias intubada na UTI, em hospital particular de São Luís.

A deputada, que também é médica, tem seguido nos últimos dias com atendimento de seus pacientes, além de desempenhar agenda parlamentar.

Veja a abaixo nota na íntegra 

Nota

A assessoria da deputada DRA. THAIZA HORTEGAL vem por meio desta NOTA informar que a parlamentar deu entrada no HOSPITAL SÃO DOMINGOS na madrugada deste SÁBADO apresentando desconforto respiratório, febre alta e dor torácica. 

Dra. Thaiza foi medicada e estabilizada, necessitando de internação para melhor investigação do caso. No momento, a paciente aguarda resultados de exames laboratoriais.

Contamos com as orações de todos e a rápida recuperação da médica que, ano passado, foi severamente acometida pela COVID-19. Daremos novas informações assim que sair o boletim médico.

 

Polícia Federal deflagra operação para combater organizações internacionais de tráfico de drogas

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira, 30 de março, na baixada maranhense, a Operação APACHETAS, a qual tem por escopo combater os crimes de Tráfico Internacional de Substâncias Entorpecentes, Associação para o Tráfico, Lavagem de Capitais, e o Comércio ilegal de armas de fogo (e munições) naquela região. Os entorpecentes comercializados eram provenientes de países produtores de Cocaína (Peru e Colômbia) com os quais o Brasil faz fronteira.

A investigação conduzida pela Polícia Federal no Maranhão teve ínicio em 2017, e após a realização de inúmeras diligências, foi possível identificar e qualificar dezenas de envolvidos que em comunhão de desígnios constituíram, no mínimo, 3 (três) associações criminosas com atuação nos estados do Amazonas, Rondônia, Pará e Maranhão.

Ademais, com a investigação policial foi possível acompanhar a apreensão de aproximadamente 600kg de Cocaína, bem como efetuar o desmantelamento de um laboratório próprio para manipulação de drogas (com balança de precisão, material de embalagem, prensa hidráulica e diversos produtos químicos para mistura/refino).

Neste contexto, a Polícia Federal representou judicialmente por 26 (vinte e seis) mandados de busca e apreensão e 22 (vinte e dois) mandados de prisão, sendo tais pedidos deferidos pela 2o Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Estado do Maranhão. Além das prisões e buscas, a operação teve como objetivo a descapitalização das organizações criminosas com o sequestro de bens e valores. Os envolvidos, caso condenados, podem ser apenados com até 47 (quarenta e sete) anos de reclusão.

Os cumprimentos de tais ordens judiciais ocorreram nas cidades de Manaus – AM, Castanhal – PA, Vilhena – RO, bem como em Pinheiro – MA e contou com participação de 160 servidores da Polícia Federal e 4 (quatro) investigadores da Policia Civil do Maranhão – PCMA, os quais auxiliaram as buscas com a utilização de dois cães farejadores.

A operação foi denominada APACHETAS, que historicamente consiste em um amontoado de pedras que o viajante (indígena) colhe na beira da estrada e deposita, umas em cima das outras, durante caminhada pelas trilhas da cordilheira dos Andes (Peru). O viajante esconde (para utilizar posteriormente) junto a “apacheta” a massa de folhas de coca (matéria prima com o que se produz a Cocaína).

Tribunal Regional Eleitoral suspende atividades durante a Semana Santa

Não haverá expediente na Justiça Eleitoral nos dias 31 de março, assim como 1º e 2 de abril, na sede do Tribunal quanto nos cartórios eleitorais do estado em razão do feriado da Semana Santa.

O feriado está previsto na Portaria TRE-MA 32/2021 (formato PDF) em obediência às Leis 5.010/66 e 9.093/95 e à Resolução TSE nº. 18.154/92.

As atividades voltam ao normal na segunda-feira, 5 de abril.

Profissionais da Fesma auxiliam na vacinação de quilombolas do interior do Maranhão

O Governo do Estado irá reforçar a imunização de comunidades quilombolas distribuídas em 90 municípios maranhenses. Os profissionais da Força Estadual de Saúde do Maranhão (FESMA), que já ajudam os municípios na vacinação de indígenas, farão a aplicação do imunobiológico e também atuarão no registro de doses aplicadas.

“Realizamos, previamente, o planejamento e as programações, em conjunto com as gestões municipais para, assim, ampliarmos o alcance da vacinação nas comunidades quilombolas”, informou a coordenadora da FESMA, Cheila Farias.

No último sábado (20), o Maranhão recebeu 116.800 doses da vacina AstraZeneca, que serão utilizadas para a proteção de 63% da população quilombola do estado. A FESMA trabalhará em parceria com os municípios nas localidades onde as comunidades estão. O trabalho inclui orientação geral, vacinação e registro de doses utilizadas, que devem ser informadas no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Ao todo, 11 equipes da força, com total de 33 profissionais que já desenvolvem suas atividades nas regiões com municípios que possuem população quilombola, participarão da ação imunizante.

A vacinação das comunidades quilombolas segue as orientações do Ministério da Saúde e do Ministério Público Federal, que recomendou a instituição de medidas para evitar o contágio e a disseminação da doença entre povos e comunidades tradicionais brasileiras. São grupos com modos de vida próprios e coletivizados, em que o trabalho e as demais interações se dão tradicionalmente pelo contato e proximidade entre integrantes da comunidade.

Embrapa e Banco do Nordeste realizam palestra online com foco na bovinocultura de leite no Maranhão

A Embrapa e o Banco do Nordeste realizam, na próxima terça-feira (23), a palestra online “Programa Balde Cheio: Ações e atividades desenvolvidas no Maranhão e no Nordeste”. A iniciativa tem o objetivo de levar informações e estimular o desenvolvimento da cadeia produtiva da bovinocultura de leite no Estado. O evento será transmitido pelo canal da Embrapa no YouTube, a partir das 15h. 
 
A palestra será ministrada pelo engenheiro agrônomo Artur Chinelato, que é pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste e criador e coordenador do Programa Balde Cheio. Reconhecido por sua execução em todo o território nacional, e atualmente em outros países da América do Sul, o Balde Cheio visa a transferência de tecnologias para produtores rurais com foco no aumento da produtividade leiteira, a partir de capacitações, palestras e articulações institucionais para promoção da atividade produtiva.

Os participantes da palestra também contarão com orientações sobre oportunidades de acesso ao crédito e à assistência técnica integrada, oferecidos pelo Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste, o PRODETER.

PROCON vai oferecer negociação de dívidas on-line em comemoração ao mês do consumidor

De 15 a 31 de março, o PROCON/MA vai promover o evento on-line Negocie Já. A iniciativa é parte das ações pelo Dia Mundial do Consumidor, comemorado em 15 de março, e vai oferecer a oportunidade de negociação de dívidas a consumidores maranhenses de todo o estado, com diversos fornecedores.

“Nos adaptamos a esse cenário de pandemia, e temos agora um novo formato para a Semana de Negociação de Dívidas, que realizamos anualmente”, explicou a presidente do PROCON/MA, Karen Barros.

“O objetivo é colaborar para o equilíbrio do orçamento doméstico das famílias que estão endividadas e precisam manter o nome limpo. De forma totalmente on-line, vamos garantir a negociação dos débitos nas mesmas condições especiais que eram oferecidas presencialmente”, acrescentou Karen.
Evento

Entre os parceiros com participação confirmada para o ‘Negocie Já’ estão a BRK Ambiental, Caema, Claro Net, Equatorial Energia, Oi, Vivo, além de instituições bancárias, que estarão disponíveis às negociações a partir desta segunda-feira (15).

Para participar, o consumidor interessado em negociar suas dívidas deverá acessar o site do PROCON/MA: www.procon.ma.gov.br e clicar no banner do evento na página.

Fiscalizações sobre aplicação de vacinas serão intensificadas no Maranhão

Vacina contra Covid19

O Ministério Público do Maranhão, o Ministério Público de Contas, a Secretaria de Estado da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís e a Federação dos Municípios Maranhenses, por seus representantes legais;

CONSIDERANDO que a Constituição outorgou a todos os entes federados a competência comum de cuidar da saúde, incluindo-se a disponibilização, por parte dos governos estaduais, distrital e municipais, de imunizantes diversos daqueles ofertados pela União, desde que aprovados pela Anvisa, caso aqueles se mostrem insuficientes ou sejam ofertados a destempo;

CONSIDERANDO que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no âmbito da ADPF 770 e da ADI 6625, autorizar estados e municípios a comprar e a distribuir vacinas contra a Covid-19, desde que o Governo Federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou caso as doses previstas sejam insuficientes.

CONSIDERANDO que as vacinas eventualmente compradas pelos governos locais devem necessariamente ter sido aprovadas, em prazo de 72 horas, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que, caso o prazo não seja cumprido, a importação pode ser liberada se houver registro nas agências reguladoras da Europa, dos Estados Unidos, do Japão ou da China.

CONSIDERANDO a notícia de que administrações municipais maranhenses estariam recebendo propostas de empresas para supostamente intermediar a compra da vacina contra a Covid-19, notadamente SPUTNIK V, da Rússia, em evidente desconformidade com o contexto jurídico e sanitário acima referido, sugerindo a ocorrência de conduta ilegal.

REAFIRMAM o papel institucional de cada signatário na defesa da saúde da população e da correta aplicação dos recursos públicos E INFORMAM QUE MEDIDAS DE ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO SERÃO ADOTADAS PARA QUE A AQUISIÇÃO DAS VACINAS CONTRA A COVID-19 SE DÊ EM CONFORMIDADE COM A NORMA VIGENTE, a partir dos PARÂMETROS E DIRETRIZES JÁ DESTACADOS nas decisões recentes do STF.

São Luís, MA, 09 de março de 2021

Eduardo Jorge Hiluy Nicolau (MPE/PGJ)

Jairo Cavalcanti Vieira (MPC)

Carlos Eduardo de Oliveira Lula (SES)

Joel Nunes Júnior (SEMUS)

Erlanio Furtado Lins Xavier (FAMEM

Maranhão terá aulas transmitidas em TV aberta

A partir de segunda-feira (8), estudantes maranhenses terão mais uma ferramenta para reforçar seus estudos durante a suspensão das aulas presencias. O Governo do Estado irá transmitir, em canal de televisão aberta, aulas das três séries do ensino médio de todos os componentes curriculares que os estudantes têm na escola. O canal 10.2 será aberto e exclusivo para exibição de aulas e conteúdo educacional.

O canal 10.2 transmitirá aulas, diariamente, nos turnos matutino e vespertino, nesta primeira fase em que for ao ar. Posteriormente, no turno noturno, os estudantes poderão contar com uma programação diversificada do Maranhão Profissionalizado, por meios de cursos e oficinas como Panificação, Serigrafia, Produção de Doces, entre outros, ministrados por profissionais do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Na programação, está prevista, também, a disponibilização de aulas de idiomas.

“Essa é mais uma ação do Governo do Estado, na gestão do governador Flávio Dino, que se soma a um conjunto de medidas, como a distribuição de chips, com pacote de internet, aos estudantes para que participem das aulas remotas; de materiais impressos, para quem não tem conectividade; aulas pelo rádio; e a plataforma Gonçalves Dias, além de muitas outras ações para minimizar os impactos dessa pandemia na educação do estado. Nosso propósito é não deixar ninguém para trás, garantindo oportunidades para que os estudantes aprendam e mantenham o vínculo com a escola”, enfatizou o secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão.

Nessa primeira fase das aulas pela TV, a cobertura do sinal chegará a estudantes dos municípios de Alcântara, Axixá, Bacabeira, Bacurituba, Icatu, Paço do Lumiar, Raposa, Rosário, São Bento, São José de Ribamar e à grande São Luís.

Grade das aulas – A grade de exibição das videoaulas, com os componentes e horários, será divulgada diariamente nas redes sociais e site da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Nos fins de semana será divulgada a programação da semana seguinte. Assim, a Seduc divulgará a série específica (1ª, 2ª ou 3ª série do ensino médio), o componente curricular (Matemática, Geografia etc.) e seu conteúdo a ser exibido. Dessa forma, escolas e estudantes poderão se programar para acompanhar as aulas na TV.