Centro de vacinação, o próximo deve ser no Convento das Mercês

Foto: Handson Chagas

A prefeitura de São Luís anunciou o funcionamento de mais um Centro Municipal de Vacinação, que vai atender ao público alvo no Centro de Convenções da UFMA. Lembrando que já existe um Centro de Vacinação no Multicenter Sebrae, um drive-thru na própria Universidade Federal do Maranhão e na semana passada, na segunda-feira (1), teve início mais um drive-thru no Espaço Reserva da Ilha, ao lado do Shopping da Ilha.

O novo Centro na UFMA atende ao grande número de pessoas que mora na região Itaqui Bacanga. Mas somente o drive thru não era suficiente? Na verdade o drive também tinha demanda muito grande e recebia apenas idosos. Filas gigantes de veículos já foram registradas na porta da Universidade.

Foto: Karlos Gerômy

O certo é que São Luís precisa mesmo de mais pontos para imunização. São esperadas mais doses de vacinas para garantir maior número de pessoas atendidas.

No dia 23 de março o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, foi recebido pelo secretário de Educação e presidente da Fundação da Memória Republicana, Felipe Camarão, no Convento das Mercês (foto acima), em que foi fechado acordo para instalação de um Centro de Vacinação em parceria Prefeitura de São Luís – Governo do Maranhão, agora resta apenas a chegada de mais doses de imunizantes para a parceria se concretizar… na prática.

Felipe Camarão justifica ausência de pagamento dos servidores da educação

O salário dos profissionais da educação será efetivado nesta terça-feira (30), assim como foi feito pelo governo aos servidores ativos do governo do Maranhão.

Em nota publicada em suas redes sociais, o secretário de educação Felipe Camarão afirma que a ausência de pagamento foi devido a um erro que deve ser corrigido até a tarde de hoje.

Profissionais da Fesma auxiliam na vacinação de quilombolas do interior do Maranhão

O Governo do Estado irá reforçar a imunização de comunidades quilombolas distribuídas em 90 municípios maranhenses. Os profissionais da Força Estadual de Saúde do Maranhão (FESMA), que já ajudam os municípios na vacinação de indígenas, farão a aplicação do imunobiológico e também atuarão no registro de doses aplicadas.

“Realizamos, previamente, o planejamento e as programações, em conjunto com as gestões municipais para, assim, ampliarmos o alcance da vacinação nas comunidades quilombolas”, informou a coordenadora da FESMA, Cheila Farias.

No último sábado (20), o Maranhão recebeu 116.800 doses da vacina AstraZeneca, que serão utilizadas para a proteção de 63% da população quilombola do estado. A FESMA trabalhará em parceria com os municípios nas localidades onde as comunidades estão. O trabalho inclui orientação geral, vacinação e registro de doses utilizadas, que devem ser informadas no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Ao todo, 11 equipes da força, com total de 33 profissionais que já desenvolvem suas atividades nas regiões com municípios que possuem população quilombola, participarão da ação imunizante.

A vacinação das comunidades quilombolas segue as orientações do Ministério da Saúde e do Ministério Público Federal, que recomendou a instituição de medidas para evitar o contágio e a disseminação da doença entre povos e comunidades tradicionais brasileiras. São grupos com modos de vida próprios e coletivizados, em que o trabalho e as demais interações se dão tradicionalmente pelo contato e proximidade entre integrantes da comunidade.

Governador Flávio Dino decreta “parada total” por três dias no Maranhão

O governador Flávio Dino prorrogou o decreto anterior por mais 10 dias, até dia 28 de março e foi antecipando o feriado de 28 de julho para o dia 26 de março.

Flávio Dino decretou a suspensão de todas as atividades não essenciais no foi que chamado de “parada”. Serão três dias de parada total de todas as atividades, com início na sexta e segue até o domingo.

Vão ser suspensas as cirurgias eletivas na rede pública e privada por falta de anestésico e para resguardar leitos para pacientes com coronavírus.

Outra mudança é o horário do funcionamento do trabalho e construção civil, para que diminua a concentração de pessoas em horário de pico. De segunda até o domingo o horário da construção civil terá o fim do expediente até as 18h.

As restrições se estendem às academias e supermercados que não vão poder ter ocupação superior a 50%, e no caso dos supermercados o acesso será apenas para uma pessoa de cada família.

Flávio Dino suspende funcionamento de bares e restaurantes

Em coletiva virtual à imprensa nesta sexta-feira (12), o governador Flávio Dino prorrogou o decreto anterior e anunciou novas medidas restritivas que vão vigorar no Maranhão, como a suspensão de bares e restaurantes, além de tratar sobre a compra e vacinas pelos governadores.

Os bares e restaurantes vão ser suspensos entre os dias 15 e 21 de março. O governador anunciou o auxílio emergencial em parcela única de R$ 1.000,00 e R$ 600,00 de auxílio emergencial aos artistas.

O governador anunciou que além do hospital de campanha de Imperatriz, outro hospital no mesmo formato irá ser aberto em outra cidade do Maranhão. Há um estudo técnico para verificar qual município vai receber a unidade que vai ser aberta nos próximos 15 dias.

Sobre a aplicação de vacinas pelos municípios, o governador destacou que vai aumentar a porcentagem para que as cidades tenham acesso aos imunizantes. “Nós já recebemos 515 mil doses de vacinas, já distribuímos 338 mil doses de vacinas” afirmou o governador que ressaltou que dos 217 municípios, 212 cidades alcançaram os 60% de aplicação das vacinação, cinco municípios não atingiram a meta. O governo tem oferecido ajuda e orientação, mas devido estas dificuldades, o governador anunciou que a média a partir de agora será de 70% para que as prefeituras recebam novos lotes de imunizantes.

O Maranhão segue entre os estados com alta na tendência de casos, com uma faixa de contaminação de 1,15. A taxa de ocupação 79,63 de leitos de UTI e 66% de leitos clínicos.

Sobre a compra de vacinas, “a lei diz: a prioridade é o governo federal” disse Flávio Dino, por isso, afirmou que o acordo entre os governadores do Consórcio Nordeste será o de aguardar uma movimentação nesta sexta do governo federal. “Além das suas vacinas que circulam hoje no Brasil, a Coronavc e a AstraZenica, nós teremos a vacina Sputnik sob o comando do Ministério da Saúde. Nós não queremos um salve-se quem puder, nós queremos um plano nacional” disse o governador do Maranhão.

Maranhão terá aulas transmitidas em TV aberta

A partir de segunda-feira (8), estudantes maranhenses terão mais uma ferramenta para reforçar seus estudos durante a suspensão das aulas presencias. O Governo do Estado irá transmitir, em canal de televisão aberta, aulas das três séries do ensino médio de todos os componentes curriculares que os estudantes têm na escola. O canal 10.2 será aberto e exclusivo para exibição de aulas e conteúdo educacional.

O canal 10.2 transmitirá aulas, diariamente, nos turnos matutino e vespertino, nesta primeira fase em que for ao ar. Posteriormente, no turno noturno, os estudantes poderão contar com uma programação diversificada do Maranhão Profissionalizado, por meios de cursos e oficinas como Panificação, Serigrafia, Produção de Doces, entre outros, ministrados por profissionais do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Na programação, está prevista, também, a disponibilização de aulas de idiomas.

“Essa é mais uma ação do Governo do Estado, na gestão do governador Flávio Dino, que se soma a um conjunto de medidas, como a distribuição de chips, com pacote de internet, aos estudantes para que participem das aulas remotas; de materiais impressos, para quem não tem conectividade; aulas pelo rádio; e a plataforma Gonçalves Dias, além de muitas outras ações para minimizar os impactos dessa pandemia na educação do estado. Nosso propósito é não deixar ninguém para trás, garantindo oportunidades para que os estudantes aprendam e mantenham o vínculo com a escola”, enfatizou o secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão.

Nessa primeira fase das aulas pela TV, a cobertura do sinal chegará a estudantes dos municípios de Alcântara, Axixá, Bacabeira, Bacurituba, Icatu, Paço do Lumiar, Raposa, Rosário, São Bento, São José de Ribamar e à grande São Luís.

Grade das aulas – A grade de exibição das videoaulas, com os componentes e horários, será divulgada diariamente nas redes sociais e site da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Nos fins de semana será divulgada a programação da semana seguinte. Assim, a Seduc divulgará a série específica (1ª, 2ª ou 3ª série do ensino médio), o componente curricular (Matemática, Geografia etc.) e seu conteúdo a ser exibido. Dessa forma, escolas e estudantes poderão se programar para acompanhar as aulas na TV.

Flávio Dino suspende festas, aulas presenciais e modifica horário do comércio

Em coletiva virtual, nesta quarta-feira (3), o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou novas medidas de combate ao novo coronavírus. “Eu não transfiro responsabilidade. Eu assumo”, disse o governador durante a coletiva ao afirmar que as medidas adotadas foram decididas depois de ouvir prefeitos, empresários e autoridades em duas reuniões realizadas no Palácio dos Leões.

Entre as medidas estão a suspensão de festas, de aulas presenciais e de serviços públicos presenciais, além da modificação do horário de funcionamento do comércio e serviços.

Na madrugada desta quarta, 62.400 doses de coronavac foram recebidas pelo governo do estado. Até agora 448 mil doses foram recebidas desde janeiro, destas 202 mil doses foram aplicadas.

Por conta do baixo índice de vacinação dos municípios, a primeira medida adotada é que só serão entregues novas doses de vacina aos municípios que comprovarem que superaram a marca de 60% de aplicação das doses de imunizantes já entregues.

O governador destacou a crescente ocupação de leitos, e por isso, como segunda medida, foi anunciada a ampliação de leitos nas cidades de Imperatriz Açailândia, Bacabal, Caxias, Codó e São Luís.

A medida mais esperada é referente a restrição de circulação de pessoas. Entre 5 e 14 de março estão sendo impostas restrições sanitárias. Estão suspensas as festas e eventos, em uma “suspensão absoluta”. Serão modificados os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais de 9h às 21h, com excessões setoriais que devem ser requeridas à secretaria de Indústria e Comércio. Um novo edital da ‘Conexão Cultural’ será aberto para artistas, com 1 mil vagas, no valor de R$ 1.500. Informações no site cultura.ma.gov.br.

Foram suspensas as aulas presenciais em escolas e universidades, tanto na rede pública como na privada, no período de 5 e 14 de março.

O governador suspendeu também o serviço público presencial, mas os serviços essenciais vão permanecer. Os grupos de maior risco vão ser afastados, com recomendação para estender o afastamento também em empresas privadas.

Atendendo às necessidades das entidades representativas da classe empresarial, serão intensificadas as fiscalizações em lojas e empresas no Maranhão. Quem não atender aos protocolos sanitários, além de multa, será punido com restrições e fechamento da empresa.

Covid-19: Maranhão terá restrição de horário para circulação de pessoas

Nesta terça-feira (2) o governador Flávio Dino dialogou com representantes da classe empresarial maranhense com o objetivo de discutir novas ações para conter a disseminação da COVID-19 em todo o estado.

“O Maranhão foi o estado que primeiro iniciou a abertura das atividades econômicas. Tivemos um regime rigoroso por um período curto de tempo, razão pela qual chegamos ao final do ano com resultados econômicos que atestaram que tivemos um senso de proporcionalidade no manejo das medidas preventivas”, pontuou o governador Flávio Dino.

Para o secretário estadual de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, três pontos foram cruciais no diálogo desta terça-feira (2): a parceria entre o poder público e privado na divulgação da importância do uso de máscaras para toda a população; a interlocução junto à FAMEM para fortalecer o diálogo com os municípios e a parceria com os hospitais privados de São Luís e Imperatriz sobre a possibilidade de aumentar o número de leitos disponíveis.

“Essa reunião foi muito importante porque tivemos a oportunidade de trazer ao Governo do Estado o que os empresários pensam sobre as medidas restritivas neste momento. Neste momento o lockdown foi descartado porque é uma medida limite. Nós entendemos junto com o governador que não há necessidade ainda. No entanto, medidas educativas, de fiscalização, como restrições de horários, funcionamento de determinadas atividades são essenciais. É muito importante que toda a sociedade se envolva, prefeitos, governador, sociedade, poder privado, empresários, todos juntos podemos vencer essa batalha tão difícil”, disse Edilson

O Governo do Estado dialogou, por meio das secretarias estaduais, com toda a classe empresarial, em mais de 220 reuniões setoriais durante todo o ano. “Não é falta de diálogo, não é incompreensão, o nosso problema não é a falta de fiscalização. O problema é que temos uma pandemia que não tem manual pré-existente, com uma imprevisibilidade alta e muitos desacertos na condução nacional”, assegurou Dino.

O governador convidou toda a classe empresarial para o enfrentamento conjunto. Durante a reunião, os representantes das classes empresariais dialogaram sobre a importância de campanhas educativas, com a intensificação das fiscalizações, uso de máscaras e distanciamento social

Flávio Dino vai entrar na justiça contra mais uma mentira contada por Bolsonaro

O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais, neste domingo (28), para informar que vai entrar com nova ação contra Jair Bolsonaro (sem partido) por conta de mentiras contadas pelo presidente da República.
Bolsonaro divulgou uma lista, neste domingo, informando o repasse feito pelo governo federal para cada estado. O governador do Maranhão contestou os números referentes ao estado, em que o presidente afirma que teriam sido repassados R$ 36 milhões ao Maranhão.

Segundo Dino, o valor informado por Bolsonaro ultrapassaria até todo o orçamento do Maranhão em 2020. “A mentira federal sobre repasse de recursos ao Estado do Maranhão é tão absurda que o valor “informado” (R$ 36 bilhões) equivale quase ao DOBRO do orçamento do Estado em 2020. Vamos ter que, mais uma vez, entrar na Justiça por essa vergonhosa fake news”, escreveu o governador.

 

Clima de harmonia entre Larissa Abdalla e Nagib

A mudança no DETRAN-MA tem ocorrido em clima de harmonia, A então diretora do órgão, Larissa Abdalla, e o já anunciado novo diretor, Francisco Nagib, foram flagrados com troca de gentilezas, em evento realizado no Palácio dos Leões.

Advogada deixa o Departamento de Trânsito, mas segue dentro do governo, na secretaria de Desenvolvimento Social, como secretária adjunta de Márcio Honaiser.