Governadores da Amazônia Legal tratam da compra da vacina Sputnik

Governadores do Consórcio da Amazônia Legal se reuniram para tratar dos próximos passos na compra da vacina russa Sputnik. O encontro foi no sábado (5) e o governador Flávio Dino participou, ressaltando que o Maranhão assinou, em março, o protocolo para aquisição de 4,5 milhões de doses. Desde então, aguardava a liberação da importação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Temos lutado há muitos meses para que a vacinação avance rapidamente, uma vez que ela é fundamental para que haja salvação de vidas e proteção à saúde da população. Temos conseguido êxitos com várias alternativas vacinais e agora, essa liberação da compra da Sputnik pela Anvisa. Quanto mais vacinas, mais vidas salvas”, frisou o governador. A medida fortalece os planos estadual e nacional de imunização.

Na reunião, os governadores discutiram as próximas medidas para a aquisição do imunizante russo. A finalidade é executar os contratos firmados pelos gestores, junto à fabricante na Rússia. O Governo do Maranhão foi um dos primeiros no país a pleitear a compra da vacina, como mais uma opção para imunizar contra a Covid-19.

“Com isso, queremos fortalecer o principal, neste instante, que é a campanha pela superação do coronavírus. E isso só é possível com vacinas. Além de lutar pela compra de mais vacinas para o povo do Maranhão, estamos auxiliando no processo de aplicação”, explica o governador Flávio Dino.

Participaram da reunião, os governadores que compõem o Consórcio de Governadores da Amazônia Legal: Gladson de Lima Cameli (Acre), Antônio Waldez Góes da Silva (Amapá), Wilson Miranda Lima (Amazonas), Mauro Mendes (Mato Grosso), Helder Barbalho (Pará), Marcos José Rocha dos Santos (Rondônia), Antônio Denarium (Roraima) e Mauro Carlesse (Tocantins).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *