Márcio Jerry condena veiculação de fake news para prejudicar Governador

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) usou as redes sociais nesta última sexta-feira (17) para criticar a postura de um Coronel do Exército que tem disseminado uma fake news para atacar o Governador Flávio Dino.

No perfil, registrado apenas com a patente e o primeiro nome do oficial – @CoronelEdilson -, o militar afirma que uma “estrada de administração maranhense” não permite o socorro de uma mulher prestes a dar a luz. No áudio, uma pessoa não identificada diz que o responsável é Flávio Dino. Ele conclui a postagem com “compartilhem sem dó!”. No entanto, o vídeo exibe trechos deteriorados de uma BR-316, de responsabilidade do Governo Federal.

“Muito feio um Coronel do Exército cometer um absurdo desses. Desonra a farda”, condenou o parlamentar.

A ação, organizada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, tem tentando ofuscar a visibilidade conquistada por Dino, em constante evidência nacional nas últimas semanas.

Crime
Em agosto de 2019, o Congresso Nacional aprovou a lei que garante punição para quem disseminar fake news eleitorais no Brasil. A pena, para quem criar ou espalhar notícias falsas durante as eleições pode pegar de dois a oito anos de prisão. A regra já valerá para as eleições de 2020.

Flávio Dino é atacado por milícia digital de Bolsonaro com mais uma fake news

Bastou que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), aparecesse com protagonismo nacional após ser elogiado pelo ex-presidente Lula (PT) em entrevista, e ser cobiçado para uma possível chapa com o apresentador Luciano Huck, que a milícia digital de Jair Bolsonaro abriu o arsenal de fake news contra o comunista.

Nesta quinta-feira, 16, um vídeo de abril de 2019 voltou a circular entre os robôs do bolsonarismo nas redes sociais. Nele, um homem aparece filmando uma grávida em trabalho de parto que atravessa uma estrada cheia de lama sendo carregada devido a precariedade da via.

O problema é que, apesar do homem que fala no vídeo citar Flávio Dino, a rodovia filmada é a BR-316, de responsabilidade do governo federal. Ou seja, de Jair Bolsonaro.

O vídeo, que voltou a circular após quase um ano, está sendo espalhado em uma ação orquestrada por grupos ligados a Bolsonaro. Um deles é intitulado de Aliança Pelo Brasil, mesmo nome do partido que está sendo criado pelo presidente.

Esta não é a primeira vez que Flávio Dino é vítima da milícia digital ligada ao bolsonarismo. Desde que o presidente afirmou que Dino era “o pior governador” e que “não teria que ter nada para ele”, o maranhense virou um dos alvos preferenciais dos robôs que estão a serviço da destruição dos adversários do Planalto.

Do Brasil 247

 

Governo quer apresentar reforma administrativa em fases a partir de fevereiro e aprová-la até 2022

O secretário-especial de Desburoratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, afirmou nesta quinta-feira (16) que a área econômica deve apresentar em fevereiro a primeira fase da proposta de reforma administrativa.

Entre as medidas previstas no texto estarão mudanças das regras para os servidores públicos.

“Vai ser enviado, e implementado, em fases. A expectativa é que esteja tudo aprovado até o fim de 2022, mas tudo depende do Congresso Nacional”, declarou ele.

Uebel não deu mais detalhes sobre o assunto, mas afirmou que a proposta do governo não vai mudar a estabilidade e os salários dos atuais servidores públicos.

O secretário-adjunto de Desburocratização, Gleisson Rubin, disse que a proposta será composta por uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), a ser apresentada em um primeiro momento, seguida de projetos de lei e projetos de lei complementares.

“A reforma é mais do que a PEC. Ela é faseada. Não posso apresentar um projeto de lei sem que a PEC esteja aprovada pelo Congresso. Não vamos impor um prazo ao Congresso. Depende da velocidade em que for avaliado”, declarou Rubin.

No ano passado, Uebel disse que o governo avalia flexibilizar as regras de contratação de novos servidores públicos. Segundo ele, está em estudo, por exemplo, a contratação de celetistas e de funcionários temporários via concurso.

Ele afirmou, em 2019, que a reforma deverá trazer um salário mais baixo para novos servidores, que a progressão de carreira será maior, com mais níveis para atingir o teto da função, e que o número de carreiras do serviço público será reduzido, de mais de 300, para cerca de 20 ou 30.

Do G1

Lula reafirma que pode apoiar Flávio Dino em disputa eleitoral

O ex-presidente Lula (PT) reafirmou nesta quarta-feira (15), em entrevista à Rede TVT que pode apoiar o governador Flávio Dino (PCdoB) em possível disputa à presidência da República em 2020.

Mas Lula deixou claro que o problema não é o nome em questão, ele chegou até a ressaltar qualidades de Dino, mas disse que o partido o qual faz parte o governador do Maranhão torna inviável o apoio.

Neste ponto Lula comparou as legendas PT e PCdoB e destacou o quão maior é o partido dos Trabalhadores em relação ao partido comunista. “Admito, como não? O PCdoB já me apoiou quatro vezes. Sabe, eu não vejo porquê. O problema, a dificuldade que se tem de responder uma pergunta dessas, e eu não tenho mais, é que se você tiver um jornalista em um jornal qualquer que vá assistir o programa, vai dizer: ‘Lula vai apoiar Flávio Dino’. Eu gosto do Flávio Dino, acho ele uma figura competente, um companheiro da maior lealdade comigo durante todos os meus processos, então, eu tenho por ele um apreço extraordinário. Agora veja, o PT é um partido muito grande comparado ao PCdoB“, afirmou Lula.

Já vem sendo ventilado nos bastidores da política a articulação de Flávio Dino para mudança de partido e assim viabilizar uma possível disputa eleitoral. Talvez um PSB, mas nada foi confirmado.

É esperar para ver …

Márcio Jerry critica sigilo na lista de convidados para a posse de Jair Bolsonaro

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) criticou, nesta quarta-feira (15), a iniciativa do Itamaraty de impor sigilo sobre a lista de convidados da festa de posse do presidente Jair Bolsonaro, realizada no dia 1º de janeiro de 2019.

“Por qual motivo decretaram sigilo na lista de convidados para a festa de posse do Bolsonaro, tinha conhecido miliciano? Quem lá estava que ninguém pode saber? Bolsonaro tem mesmo muitas relações perigosas”, questionou o deputado.

A confidencialidade foi decretada em março de 2019, após um cidadão solicitar, via Lei de Acesso à Informação, os nomes das pessoas presentes, mas a informação só veio à tona nesta quarta-feira (14), após reportagem de O Globo citar a decisão do governo de não divulgar os dados.

Logo após afirmar que não é aliado de Flávio Dino, Carlos Madeira visita o governador

Ao anunciar em entrevista coletiva sua pré-candidatura a prefeito de São Luís pelo Solidariedade nesta quarta-feira (15), o ex-juiz federal Carlos Madeira fez questão de enfatizar que era independente e não fazia parte do grupo do governador Flávio Dino. Chegou a afirmar que não deve vassalagem e, quando necessário, fará críticas às gestões municipal e estadual com a garantia do presidente do seu partido, o secretário de Indústria e Comércio do Estado Simplício Araújo.

“Filiei-me ao Solidariedade por segurança jurídica e política. Terei total independência, não sou base do governador Flávio Dino e o Simplício assegurou que terei total liberdade, inclusive para críticas a modelos de gestão. Eu, por exemplo, se prefeito for, diminuirei a carga tributária e incentivarei o empreendedorismo”, declarou numa crítica velada a Dino.

Horas depois de anunciar sua pré-candidatura a prefeito da capital, Carlos Madeira foi visitar o governador Flávio Dino. Ele estava na companhia de Simplício Araújo. “Estou me propondo a ser protagonista do processo. Nosso projeto tem um cabeça de chapa”, disse o ex-juiz, descartando uma composição com outros candidatos, inclusive Duarte Jr, que pode indicar Karen Barros vice caso não se viabilize.

Em entrevista ao programa Ponto e Vírgula da Difusora FM, o governador Flávio Dino citou Madeira um dos pré-candidatos a prefeito de São Luís do seu grupo político.

Do blog de John Cutrim

Prefeito Edivaldo reúne secretariado para definir diretrizes do plano de trabalho para 2020

O prefeito Edivaldo Holanda Junior reuniu o secretariado municipal para traçar as diretrizes de trabalho para o ano de 2020. Durante a reunião, realizada no final da tarde desta terça-feira (14), também foram apresentados os avanços ocorridos ao longo de 2019 e avaliadas as ações dos programas implantados pela gestão, bem como definidas as novas ações. O objetivo do gestor municipal é consolidar, ao longo de 2020, todos os investimentos que estão sendo feitos em São Luís desde 2013.

Durante a reunião, o prefeito Edivaldo fez um balanço positivo das ações desenvolvidas em 2019 e destacou que este será mais um ano de muito trabalho e bons resultados para São Luís, em todas as áreas.

“Fechamos o ano de 2019 de forma positiva, ampliando nossas ações em toda a cidade em diversas áreas da administração municipal. Ao longo de 2020 vamos manter o ritmo de trabalho dinâmico, concluindo todas as obras e demais políticas públicas já em andamento, ampliando, deste modo, a nossa presença nos bairros com ações que promovam a melhoria de vida da população”, disse o gestor municipal.

BALANÇO
O prefeito Edivaldo encerrou 2019 ampliando as ações da Prefeitura de São Luís pela cidade em todas as áreas da administração municipal, com destaque para áreas de Infraestrutura, Saúde, Educação, Trânsito e Transporte, Limpeza, Assistência Social, Turismo e Cultura. Os gestores das pastas fizeram um balanço das suas ações no ano passado e apresentaram as metas para este ano.

Na área de Infraestrutura, com as ações do programa São Luís em Obras, a cidade recebeu importantes serviços estruturantes no ano de 2019. Com isso, a gestão do prefeito Edivaldo começou o ano contabilizando mais de 200 km de nova pavimentação nas vias de diversos bairros, além de importantes obras de macrodrenagem, reformas de mercados, reformas de praças, entre outros.

Nos primeiros dias de 2020 já foram inciados serviços importantes como a macrodrenagem da Divinéia e a construção do novo mercado do São Francisco. Estão previstos ainda a expansão das obras de asfaltamento e drenagem em áreas como Matões/Turu; São Cristóvão; Alto da Esperança; Cidade Operária, na Unidade 203; Santa Efigênia, Parque Pindorama, entre outras.

Na Saúde, 2020 começou com mais de 20 unidades da rede de atenção básica em reforma. A expansão do pacote de reformas deverá incluir mais 18 unidades de saúde. A continuidade dos programas de humanização do atendimento e da diminuição do tempo de espera estão entre as metas para este ano. Estão previstas ainda a finalização do processo de informatização de todas as salas de imunização da cidade, o que deverá dar mais agilidade e garantir o cumprimento das metas de vacinação de forma mais eficaz.

Na Educação, o programa Educar Mais garantiu a reforma de escolas, concessão de direitos estatutários aos profissionais do magistério, a melhoria da infraestrutura de ensino na cidade. A rede de ensino também tem sido modernizada com a entrega de novos equipamentos. Todas estas ações serão ampliadas ao longo deste ano. Um dos destaques da Educação em 2020 é que o ano começa com mais de 300 novos profissionais convocados em dezembro de 2019 e que passam a integrar a rede de ensino já no primeiro semestre do ano letivo.

Na área de Transito e Transportes, a capital atingiu a marca de 720 veículos renovados, sendo 343 com ar-condicionado. Além da renovação da frota, o sistema continua sendo modernizado, o que permitiu a implantação de serviços como Biometria Facial, Bilhete Único, Recarga Embarcada, Cartão Criança, aplicativo Meu Ônibus, entre outros.

Na Limpeza Urbana, 2020 começou com mais três Ecopontos prontos para entrega, totalizando 20 equipamentos do tipo na cidade. Ao longo deste ano, a previsão é entregar mais 10 ecopontos. Também serão entregues ainda nos primeiros meses deste ano, dois galpões de triagem de materiais recicláveis, ampliando a coleta seletiva e taxa de reciclagem em São Luís.

Carlos Madeira descarta ser vice na disputa e afirma que partido será independente

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (15) o ex-juiz Carlos Madeira lançou seu nome para a disputa da prefeitura de São Luís nas eleições de outubro deste ano.

Ao lado do presidente do partido Solidariedade (SD), Simplício Araújo, Madeira respondeu questionamentos e esclareceu qual será o perfil do pré-candidato no processo de sucessão do Prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). O ex-juiz deixou claro a independência da legenda, que tem como presidente o aliado e secretário do Governador Flávio Dino (PCdoB). “Eu estou acreditando firmemente que nossa candidatura nasce com independência, dentro de um partido que vai figurar como protagonista no processo eleitoral”, disse Madeira.

Sobre as especulações de uma possível aliança entre o pré-candidato à prefeitura de São Luís Duarte Júnior  (PCdoB), o ex-juiz afirmou que não vai disputar chapa como vice e que por enquanto não se discute esta conjuntura. “Não vejo neste momento aliança neste sentido, serei protagonista nas eleições”, pontuou Madeira.

O presidente do partido Simplício Araújo ressaltou a importância de Madeira dentro do processo eleitoral de São Luís. “Nós temos o melhor pré-candidato à prefeitura de São Luís“, disse Simplício.

”Com o sentimento de quem ama a cidade que quero colocar meu nome à disposição da cidade de São Luís“, concluiu o pré-candidato à prefeitura.

Governador Flávio Dino debate ações com senador Weverton, deputado Márcio Jerry e prefeito Erlânio

Em alinhamento e mantendo a política de diálogo constante, o governador Flávio Dino recebeu, na tarde desta terça-feira (14), no Palácio dos Leões, o senador Weverton Rocha (PDT), o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Erlanio Xavier, e o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB). No centro do debate, prioridades administrativas, atenção aos municípios e união de forças para que o Maranhão avance ainda mais em 2020.

Durante o encontro, o governador Flávio Dino destacou a importância do diálogo permanente com as lideranças na Câmara e no Senado em prol do Maranhão. Ele lembrou que este tem sido fator determinante para os bons resultados na administração do estado.

Reafirmando-se na Câmara de Deputados como voz ativa na defesa dos interesses de maranhenses e anunciando os avanços conquistados no Maranhão, Márcio Jerry reiterou o compromisso de seguir alinhando forças para estado. “Reafirmamos nosso compromisso em continuar dando total apoio na Câmara dos Deputados à gestão exitosa realizada pelo governador Flávio Dino”, garantiu.

Senador Weverton Rocha também destacou o compromisso dos congressistas. “O governador Flávio Dino tem tido sempre sintonia com a nossa bancada federal. E no momento de crise que o Brasil vive o que tem sido a fórmula para a gente manter a sintonia nas ações é exatamente o diálogo, e não só com o Senado, mas com toda a bancada federal. Temos trabalhado de forma sincronizada para ajudar o Governo do Maranhão e, consequentemente, fazendo parcerias com os municípios”, defendeu.

O senador assegurou que a prioridade é que continue havendo o diálogo e união de esforços: “O grupo liderado pelo governador Flávio Dino vem em 2020, de forma unida, mais do que nunca, para continuar essa parceria importante que é a reunião de todas as forças políticas a favor do Maranhão”.

Quem sai ganhando, segundo o prefeito Erlanio, são os 217 municípios, que recebem investimentos das políticas e ações de Governo e podem ser beneficiados com as emendas parlamentares. “Foi mais um debate em prol dos municípios. Perante todas as crises que os estados e municípios vem passando em nosso país, o governador Flávio Dino vem sendo sempre sensível, dialogando com os prefeitos e com a bancada federal para, juntos, irmos achando soluções para ajudar melhor”, destacou o presidente da Famem.

Bela Vista do Maranhão tem novo prefeito

Augusto Filho (PSDB) é o novo prefeito do município de Bela Vista do Maranhão. A eleição suplementar foi realizada neste domingo (12) e terminou às 17h.

A apuração dos votos foi concluída com Augusto Filho vencendo a disputa por 3.639 votos, representando  53% dos votos, contra 2.957 de Danielzinho (PSB), ou seja, 43% dos votos apurados, e 185 votos (2%) de Gil Fama (PSD).

A eleição no município foi realizada por determinação da justiça eleitoral depois que o prefeito anterior, Orias de Oliveira (PCdoB) foi cassado por aniso de poder político e conduta vedada a agente público. Segundo o TSE, Orias e sua vice, Vanusa, usaram a máquina municipal na eleição de 2016 com contratação temporária sem realização de seletivos ou concurso público, entre julho e agosto de 2016, em período proibido pela Lei das Eleições.

Orias de Oliveira e Vanusa Santos estão inelegíveis por oito anos e também foram condenados a pagar multa de R$ 5 mil.

O mandato do novo prefeito será curto, até o final de 2020, e os eleitores voltam às urnas para escolher o prefeito do município no dia 5 de outubro deste ano.